Guia do Investidor
Nubank GDI
Notícias

Nubank reage a polêmica envolvendo cofundadora

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • O Nubank emitiu uma resposta firme às críticas após a cofundadora Cristina Junqueira receber críticas por agradecer um convite da plataforma Brasil Paralelo, associada ao ex-presidente Jair Bolsonaro.
  • Em comunicado oficial, o banco esclareceu que Junqueira não tem parceria com os organizadores do evento e que o Nubank não patrocina nem endossa a Brasil Paralelo.
  • O Nubank reafirmou sua posição de neutralidade política, religiosa e ideológica, destacando seu compromisso com um padrão ético rigoroso.
  • Em relação a um ex-engenheiro de software do banco vinculado a um fórum controverso, agora na Brasil Paralelo, o Nubank afirmou que respeita a privacidade de seus funcionários e ex-funcionários, não divulgando informações pessoais ou histórico profissional.
  • A instituição enfatizou seu compromisso com a ética, transparência e repúdio a atividades ilícitas, discriminatórias ou abusivas, visando manter a confiança dos clientes em meio a pressões nas redes sociais.

O Nubank (ROXO34) se pronunciou oficialmente hoje em resposta a uma onda de ameaças de cancelamento de contas após uma polêmica envolvendo a cofundadora do banco, Cristina Junqueira. As ameaças começaram quando Junqueira agradeceu, em seu perfil no Instagram, a um convite da plataforma Brasil Paralelo, que é associada ao ex-presidente Jair Bolsonaro. A postagem gerou reações negativas de usuários no X, antigo Twitter, que prometeram cancelar suas contas no banco. O assunto dominou as discussões na rede social durante a terça-feira (18).

Leia mais  Mais de 40% dos brasileiros já entregaram a declaração do IRPF

Em comunicado, o Nubank afirmou que “Cristina Junqueira não tem qualquer parceria com os organizadores do evento, e que o Nubank não patrocina essa organização nem endossa seus conteúdos”. O banco enfatizou sua “postura apartidária”, afirmando que “não se associa a movimentos políticos, religiosos ou ideológicos”. O código de conduta do Nubank, conforme destacado na nota, “estabelece um padrão ético rigoroso e não tolera atividade ilícita, discriminatória ou abusiva de nenhum tipo”.

Além disso, o Nubank respondeu a uma reportagem do site Intercept Brasil, que revelou que um ex-engenheiro de software do banco é apontado como um dos fundadores de um fórum conhecido por disseminar crimes de ódio, pornografia infantil e antissemitismo. Este ex-funcionário agora trabalha na Brasil Paralelo, a mesma plataforma que convidou Junqueira.

O banco declarou que “por respeito à proteção de direitos de funcionários e ex-funcionários, não divulgamos informações pessoais ou histórico profissional”. A instituição reafirmou seu compromisso com a ética e a transparência, buscando distanciar-se de qualquer controvérsia ou associação negativa.

“O Nubank tem uma postura apartidária e não se associa a movimentos políticos, religiosos ou ideológicos. Possuímos um Código de Conduta que promove os direitos humanos, estabelece um padrão ético rigoroso, e não tolera atividade ilícita, discriminatória e abusiva de nenhum tipo”.

Nota divulgada pelo banco.

As ações da Nu Holding, negociadas em Nova York, fecharam o dia anterior em queda de 1,18%, enquanto o S&P 500, o seu índice de referência, subiu 0,25%

Leia mais  Ibovespa sobe após aprovação do teto da dívida nos EUA e otimismo em Wall Street

Contexto

A Agência Pública obteve e divulgou em reportagem assinada pela repórter Amanda Audi um comunicado interno enviado pelo presidente e diretor de operações do Nubank, Youssef Lahrech, aos funcionários do banco na última terça-feira à noite. O documento aborda a publicação feita pela cofundadora e diretora de crescimento do banco.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Na nota interna, Lahrech defendeu que a publicação de Junqueira não infringiu o Código de Conduta da empresa, enfatizando que se tratava apenas de um agradecimento aos organizadores de um evento de lançamento de livro. Ele assegurou que o Nubank não endossa qualquer conteúdo ou ponto de vista ligado ao evento mencionado.

Leia mais  Empresas têm até 29/2 para enviar o Informe de Rendimentos

A Agência Pública solicitou um posicionamento oficial do Nubank, mas não obteve resposta.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Nubank adquire Hyperplane do Vale do Silício

Rodrigo Mahbub Santana

A Bolsa brasileira está barata? Veja o que dizem analistas:

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa fecha em queda mínima e dólar recua levemente

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa fecha em baixa de 1,38%

Rodrigo Mahbub Santana

Saiba como doar parte do IR para vítimas das enchentes no RS

Rodrigo Mahbub Santana

Itaú Asset lança ETF de dividendos mensais

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário