Guia do Investidor
juros altos instituto de longevidade mag meio
Colunistas

O ambiente econômico não permite redução de juros

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Dado o cenário econômico, vários indicadores fizeram com que o Copom, até por uma questão de bom senso, limitasse ou suspendesse a conduta até então de redução. O ambiente não permite. Estamos observando o dólar sendo pressionado pela conjuntura fiscal do país, uma redução de juros estimula a saída de mais capital, o que pode pressionar o dólar ainda mais para cima. A situação do Brasil é muito delicada, porque ao mesmo tempo que ele tem que fazer a economia crescer e para isso juros baixíssimos seriam ótimos, ele tem que manter o interesse pela moeda comparado ao mercado internacional.

E é importante a gente lembrar que, nem quando os juros estiveram baixíssimos, nem isso foi capaz, por si só, de fazer a economia voar, porque os problemas da economia brasileira são sistêmicos.

Leia mais  Contribuição do MEI tem novo valor com alta do salário mínimo em 2024

Os juros são só um componente. E agora a grande verdade é que a gente está limitado pelo cenário internacional, em particular por conta dos juros americanos.

Por mais que tenham micro reduções nas próximas reuniões, a gente não vai baixar muito enquanto a conjuntura internacional não mudar.

Bruno Corano é economista e investidor da Corano Capital (NY)


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Setor de serviços e construção civil em alerta com a reforma

Fernando Américo

Inflação sobe 0,21% em junho: veja impacto para consumidor

Fernando Américo

Indústrias gaúchas têm queda de 26,2% em maio, revela IBGE

Agência Brasil

Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE

Agência Brasil

FMI eleva para 2,5% projeção de médio prazo para o PIB

Agência Brasil

Deixe seu comentário