Guia do Investidor
3 Criptomoedas
Notícias

O Itaú (ITUB4) quer entrar pesado na tokenização; Entenda

Em 31 de outubro de 2008, um criptógrafo de codinome Satoshi Nakamoto publicou um artigo intitulado “Bitcoin: a Peer-to-Peer Eletronic Cash System”. Na obra, o autor apresentava pela primeira vez uma espécie de base de global, descentralizada e altamente segura, que ele chamou de blockchain. O resto é história. O blockchain deu origem às moedas virtuais e com o passar dos anos começou a ser usado para a validação de contratos inteligentes, autenticação de propriedades intelectuais e até registro de informações médicas, como já ocorre na Estônia, o pequeno país do Leste Europeu.

Apesar dos notáveis avanços, o blockchain permaneceu distante do de capitais. Ou melhor, permanecia. A barreira acaba de ser quebrada pelo BBA, maior de investimentos do país. O Itaú BBA coordenou a primeira emissão de debêntures tokenizadas da história do . A tecnologia blockchain deu suporte para a operação – é o primeiro passo de uma longa caminhada que deverá mudar para sempre a forma como financeiros serão formalizados.

“Iniciamos um processo que significará em breve uma verdadeira revolução”, diz Fábio Villa, diretor comercial do Itaú BBA.

“No futuro próximo, não fará mais sentido ter documentação física ou custódia de ativos em papel. Vai virar tudo digital”, acrescenta Caio Viggiano, managing director de renda fixa do Itaú BBA.

A operação coordenada pelo banco foi lançada na plataforma de negociação de ativos tokenizados Vórtx QR, a primeira do país regulada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). As debêntures tokenizadas foram emitidas pela Salinas Participações, uma empresa do Rio de Janeiro especializada na área de home care. A operação totalizou R$ 74 milhões, com prazo de seis anos e remuneração de CDI + 3,90%.

Leia mais  Banco Inter planeja expansão internacional, começando por América Latina

A tokenização trará algumas mudanças. Para o investidor, a compra dos ativos financeiros não será feita nos bancos os nas corretoras de investimentos, mas na plataforma da tokenizadora. No mesmo lugar, o investidor poderá negociar a venda no mercado secundário, de acordo com a demanda de outros interessados.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Itaú,Vale e Petrobras: Confira todas as indicações da Toro Investimentos para Julho

Leonardo Bruno

O que você precisa ficar de olho na economia? Confira a análise de cenário do Itaú Asset

Leonardo Bruno

XP (XPBR31) assina contrato de compra e venda de ações com Itaú (ITUB4)

Ruan Sousa

Itaú anuncia venda de parte de participação na XP

Leonardo Bruno

Itaú (ITUB4) vai estimular migração para os cartões virtuais

Ruan Sousa

Aposte em ações de Tecnologia para lucrar em Junho; Aponta o BTG Pactual

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário