Guia do Investidor
Mercados 1
Onde investir em 2021? Recomendações

Qual é o melhor setor da Bolsa para o ano de 2021?

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Por mais que a bolsa nacional apresente um avanço frente aos piores momentos da pandemia, ainda assim existem setores que apresentam recuperação lenta para 2021. Bem como alguns não somente se recuperaram como já dão sinais de máximas históricas. destacar aqueles segmentos que sequer foram impactados negativamente, muito pelo contrário, como é o caso da tendência positiva do e-commerce.

Nesse sentido, já é possível compreender que este artigo tem a função de passar pelos setores, analisando os mais diversos com um olhar voltado ao futuro. Além disso, o Research fez um relatório completo sobre este tema, o qual será citado aqui. Confira!

Setores da bolsa para 2021

Em primeiro lugar, hoje mesmo o Guia do Investidor fez uma completa sobre o setor bancário e as melhores do segmento para 2021. Sendo assim, não trataremos desse tópico, mas é possível acessar o conteúdo do tema apenas clicando aqui!

Sobre este assunto, vale a pena destacar que, apesar de ser um setor muito acessado pelos investidores, ainda está atuando com desconto. Ou seja, não voltou aos mesmo níveis de cotação pré pandêmicos, o que o banco Inter chamou de janela de oportunidade. 

Setor de construção

Para alguns especialistas, tal como o Eduardo Guimarães, o momento para o setor de construção é muito propício quando se observa a macroeconomia. Ainda neste sentido, os analistas do Inter destacam que este setor está diante de um novo ciclo imobiliário, que será sustentado pelo já citado ambiente macroeconômico favorável. 

“Entendemos que o atual nível de juros e disponibilidade de crédito devem impulsionar o setor nos próximos anos, bem como o acréscimo na renda real das famílias e a ascensão na confiança do consumidor.”

Como consta em relatório 

Um ponto de atenção é o risco fiscal, que pode gerar pressões ligas à inflação. Este movimento pode comprometer a expectativa de juros para os próximos anos, o que afeta o setor a partir dos financiamentos de imóveis.

A companhia destaque deste setor, de acordo com o é a (EZTC3), que está muito bem posicionada dada a sua boa estratégia. O que pode favorecer os ganhos no volume e nas margens para 2021.

Leia mais  Veja 14 ações para comprar na semana

Setor de educação

Este setor não estava preparado para o formato home office, muito embora houvesse alguma adesão anterior do sistema de ensino a distância. Nesse sentido, um movimento adverso registrado foi a tendência de cancelamentos de matrículas e a falta de adesão por parte de novos alunos.

Certamente, outro fator comprometedor para estas companhias foi a falta de hábito dos brasileiros ante o estudo a distância. O que, de acordo com os analistas, contribuiu com a queda das receitas. 

Vale a pena destacar que, mesmo não sendo um hábito brasileiro até 2020, o setor de aulas online apresentou aos estudantes uma nova possibilidade em modelo de estudos. Dessa forma, pode ser uma tendência o maior preparo das companhias em virtude deste modelo, dada a possível efetivação da demanda.

De acordo com o Inter, ainda que haja a vacinação em território nacional, o cronograma ainda está previsto para o primeiro trimestre de 2021, o que afeta diretamente a demanda de estudos.

Por fim, a companhia destaque para este setor, de acordo com o Inter, é a (YDUQ3). Esta empresa reportou um bom faturamento e boas margens ao longo do ano. Além disso, possui uma estratégia adequada, algo imprescindível para este momento. 

Leia mais  Lucro líquido da Klabin (KLBN11) cresce 69% no resultado 3T21

Setor de Elétricas

Outro setor que costuma estar em alta na bolsa é o de energia elétrica, que está especialmente ligado à indústria, uma vez que a demanda deste segmento por energia é alta e tende a melhorar em 2021. Ou seja, a paralisação durante a quarentena resultou na queda da produção, bem como no menor uso de fontes energéticas. 

Além disso, muitas companhias ainda precisaram lidar com a crise hídrica, uma vez que houve longo período de escassez de chuva. Este é um ponto que requer atenção, pois a escassez está relacionada ao aumento no custo de geração para 2021

“Com a normalização do quadro econômico e o avanço na vacinação, esperamos que em 2021 o setor elétrico retome a boa performance observada no pré-pandemia”

Como relatado pelo banco

A (ALUP11) é o destaque do Inter neste segmento, uma vez que atua fortemente no setor de transmissão – um dos menos impactados. Entretanto, também possui operações em transporte e geração de energia.

“Entendemos que o valor das ações não está devidamente precificado, abrindo uma oportunidade de entrada, com boa relação risco retorno”

Segundo o analista

Tendência do setor de Papel e celulose na bolsa 2021

O setor de Papel e celulose está inserido em um contexto altamente dolarizado, o que sugere uma possibilidade maior de proteção às crises. Isto uma vez que boa parte de sua receita é em dólar, e que há a valorização desta moeda ante o real.

Além disso, ainda que tenha sofrido os primeiros impactos, este setor contou com a retomada agilizada na demanda por parte da Ásia e dos EUA. Inclusive, a tendência é que para 2021 a  demanda continue em alta, muito puxada pelo apetite chinês pela commodity.

Leia mais  Elite Investimentos anuncia novas posições em sua carteira, com foco em dividendos

Por fim, a companhia de destaque aqui é a (KLBN4), uma líder a nível mundial na produção de papel para embalagem. De acordo com os especialistas, esta empresa possui as condições adequadas para um bom desempenho na bolsa em 2021, tanto pelas expectativas positivas para o setor, quanto pelos bons fundamentos da companhia.

“Acreditamos que a flexibilidade da empresa em direcionar sua produção para mercados mais rentáveis a depender do cenário continuará como diferencial, permitindo à companhia ganhos de margens.”

De acordo com Gabriela C. Joubert, especialista CNPI

Vale lembrar que este é um artigo expositivo e informativo. Sendo assim, não figura recomendações de compra ou venda, mas tem a função de colaborar com o processo de aprendizagem dos leitores.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Eztec (EXTC3): empresa confirmou o pagamento de proventos

Ruan Sousa

Alupar (ALUP11) paga R$ 131,8 milhões em dividendos

Ruan Sousa

Yduqs (YDUQ3): lucro dispara 75,9% no 1T22, na base anual

Ruan Sousa

3R Petroleum e Arezzo; Confira as indicações da Guide investimentos para Maio

Leonardo Bruno

Alupar (ALUP11) tem alta de 144,2% no lucro do resultado 1T22

Diego Marques

Quais as Small caps mais recomendadas para Maio?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário