Guia do Investidor
online compras celular
Notícias

O mercado de tecnologia e bens de consumo deve desacelerar mais de 5 vezes no Brasil em 2022

Com preços em alta e no meio de incertezas do consumidor, o mercado de tecnologia e bens de consumo deve desacelerar mais de cinco vezes no em 2022 enquanto o brasileiro busca equipar a sua casa com outros itens essenciais, segundo um relatório global da GfK, consultoria líder de inteligência de consumidor e .

Por meio de big data e ferramentas de inteligência artificial, os da GfK estão prevendo um crescimento de apenas 2% no mercado de e bens de consumo para 2022, em comparação com um aumento de 12% em em 2021. Mas esse momento de desaceleração não é único para o Brasil, segundo o relatório da GfK, ‘The State of Consumer Technology & Durables’.

Por exemplo, o mercado de tecnologia e bens de consumo na América Latina como toda está previsto reduzir em -1% em 2022, enquanto a GfK prevê que a América do Norte deve expandir apenas 1% em vendas até o final do ano, nesse mercado global de US$ 1.41 trilhão em 2021. A inflação e os preços crescentes estão causando muitas incertezas. A GfK estima que o mercado global apresenta um crescimento de apenas 2% em 2022. Apenas 34% dos consumidores em todo o mundo acreditam que sua situação econômica terá alguma melhora em doze meses, em comparação com 41% em 2019.

“Hoje o consumidor brasileiro procura trazer praticidade ao dia a dia, equipar a sua casa e procurar itens menores que ajudem a ‘ganhar tempo’ nas atividades”

explica Felipe Mendes, diretor-geral da GfK para América Latina.

“O foco mudou e as marcas precisam buscar novas formas de atrair o consumidor este ano, especialmente em um ano marcado por uma crise econômica, alta de preços, inflação e a Copa do Mundo no último trimestre”.

“Diante desses desafios, as devem basear suas decisões estratégicas em dados sólidos – não em sua intuição”

comenta Felipe Mendes.

“Nossa plataforma de dados gfknewron combina dados do mercado e do consumidor e com a inteligência artificial pode fornecer previsões bem fundamentadas para a evolução do mercado em 2022. De acordo com a gfknewron, por enquanto, podemos esperar que os preços continuem subindo este ano.”

Atualmente, o conflito na Ucrânia e as sanções econômicas contra a Rússia estão apresentando à indústria decisões difíceis. As principais cadeias de suprimentos estão em risco de interrupção e a escassez de combustível está restringindo ainda mais a aquisição dos principais materiais e bens de produção. Esse aumento de custos está reduzindo as de lucro dos fabricantes, que estão sendo forçados a repassar pelo menos alguns desses aumentos de preços para seus finais.

Enquanto o mercado brasileiro de tecnologia e bens de consumo deve apresentar um crescimento estável em 2022, os brasileiros trocaram o seu foco para equipar a casa, com grande destaque para as vendas de fritadeiras sem óleo, que aumentaram 49,5% apenas no primeiro trimestre de 2022, quando fechou 2021 com um acumulado de 32,8% em relação ao ano anterior. Os vaporizadores de roupa – aparelho que passa e higieniza roupas sem precisar de uma mesa de apoio – igualmente chamam atenção com o desempenho de vendas, terminando o primeiro trimestre deste ano com aumento de 42,9%, quando concluiu 2021 com um crescimento de 41,6%.

“Sobre esta nova cultura de trabalho, precisamos destacar que em uma pesquisa global de mídia social da GfK, 65% dos entrevistados querem trabalhar em casa até quatro vezes por semana. Para isso, eles precisam do equipamento técnico adequado”

destaca Mendes.

Esta categoria abrange todos os itens que trazem praticidade e são necessários dentro de casa, como equipamentos de cozinha e limpeza, televisores, fones de ouvido e laptops, e segue sendo impulsionada por esta nova cultura de trabalho pós-pandemia, seja ele 100% home office ou híbrido.

Um bom exemplo disso é o forte interesse em aspiradores de pó robô. Enquanto os aspiradores de pó normais registram um crescimento de vendas de 14%, em 2021 as vendas de aspiradores de pó robô aumentaram 207% em todo o mundo.

Leia mais  IPO da Embasa pode sair em 2020

Os modeladores de cabelo, como pranchas de alisamento e secadores 2 em 1 (seca e escova) são itens que caíram no gosto do consumidor e estão apresentando crescimentos constantes, desde o começo da pandemia e a retomada tem impulsionado ainda mais as vendas dessa categoria. Após fechar o ano de 2021 com um saldo positivo de 28%, já acumula 22% nos primeiros três meses de 2022.

Sobre o estudo

O ‘State of Consumer Technology & Durables Report’ fornece uma visão global da indústria de tecnologia e bens de consumo. Destaca as tendências atuais mais importantes no comportamento do consumidor e nas condições de mercado, além de fornecer uma perspectiva para os próximos meses do ano. O relatório é baseado em dados da gfknewron e no conhecimento de especialistas e de dados experientes da GfK.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Bear Market: confira os tipos de quedas do mercado

Leonardo Bruno

Ibovespa segue entre quedas e ganhos nesta quinta: confira destaques

Leonardo Bruno

Será que vem aí o “Deezer” do setor financeiro?

Autor Convidado

Quedas e mais quedas: Confira os destaques da “sexta-feira negra” na bolsa

Leonardo Bruno

Em colapso: S&P 500 já perdeu US$ 9,2 trilhões em valor de mercado

Leonardo Bruno

Após segunda “sangrenta”, Ibovespa volta a crescer nesta manhã

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário