Guia do Investidor
parcelamento com cartao de credito p15855 thumb resized
Colunistas

O que é a portabilidade do cartão de crédito?

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A partir de 1º de julho, os brasileiros usuários de cartões de crédito poderão usufruir de duas novidades importantes: a possibilidade de portabilidade do cartão e faturas mais detalhadas e transparentes. Essas mudanças foram anunciadas recentemente e têm como objetivo tornar o uso do cartão de crédito mais vantajoso e claro para os consumidores.

A portabilidade permitirá que os clientes transfiram a dívida de um cartão de crédito para outro, de forma semelhante ao que já ocorre com empréstimos e financiamentos. Isso significa que se você encontrar um cartão com condições mais favoráveis, como juros mais baixos ou benefícios mais atraentes, poderá transferir o saldo devedor do seu cartão atual para o novo, aproveitando as melhores condições oferecidas. Essa medida visa aumentar a concorrência entre as instituições financeiras e oferecer mais opções aos consumidores.

Leia mais  Ambipar (AMBP3) anuncia nomeação de novos conselheiros

As mudanças exigem que as instituições financeiras informem de forma clara e precisa todos os encargos, juros, multas e demais custos associados ao uso do cartão. Com isso, os consumidores poderão entender melhor como suas faturas são compostas e identificar onde estão os principais gastos e custos. Essa transparência é fundamental para que os clientes possam gerir melhor suas finanças pessoais e evitar surpresas desagradáveis ao receber a fatura.

O impacto na economia pode ser significativo. Ao aumentar a transparência e a competitividade no mercado de cartões de crédito, espera-se que os consumidores tenham mais poder de negociação e possam reduzir seus custos com juros e tarifas. Isso pode resultar em uma menor inadimplência, já que os clientes terão mais controle sobre suas finanças e menos surpresas nas faturas.

A possibilidade de portabilidade pode incentivar as instituições financeiras a oferecerem condições mais competitivas para atrair clientes, reduzindo as taxas de juros e ampliando os benefícios dos cartões. Essa competição saudável pode estimular o consumo e aumentar a circulação de dinheiro.

Leia mais  Queda da Selic tem efeito positivo para fundos imobiliários

Beneficiando diretamente os consumidores, essas mudanças têm o potencial de fortalecer a economia, promovendo uma maior eficiência e transparência no sistema financeiro. Ao proporcionar mais clareza nas faturas e facilitar a transferência de dívidas entre cartões, espera-se que os usuários possam tomar decisões mais informadas e vantajosas sobre suas finanças, contribuindo para um ambiente econômico mais robusto e sustentável.

Hugo Garbe é professor de Ciências Econômicas do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM).


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  Momento é vantajoso para investir no mercado imobiliário?

Leia mais

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Inflação sobe 0,21% em junho: veja impacto para consumidor

Fernando Américo

Sob Lula, economia brasileira piorou, aponta pesquisa

Márcia Alves

Banco Inter anuncia novo CEO no Brasil

Márcia Alves

Renda fixa local tem viés positivo em julho, afirma Santander

Guia do Investidor

Reforma Tributária está ameaçada por exageros nas exceções

Guia do Investidor

Deixe seu comentário