Guia do Investidor
escotta post blog destaque pix 24 08 20 V1
Guias

O que é o PIX? Conheça o sistema que matará o TED e DOC

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Banco Central anunciou em 19 de fevereiro o chamado Pix, um meio de pagamento instantâneo que poderá realizar transferências e pagamentos em dez segundos e será lançado em 2020.

Veja o que é Pix do banco central e como mudará a vida dos brasileiros:

O que é PIX?

Pix é um sistema de pagamento criado pelo Banco Central, que entra em operação em novembro de 2020. Com a proposta de facilitar as transferências, o pagamento de contas e até a cobrança de impostos e taxas de serviços.

Esses pagamentos processarão ​​em no máximo dez segundos, a qualquer hora da semana (por exemplo, às 21h de domingo). Além disso, ao contrário dos meios tradicionais como TED, DOC e boleto, que têm valor, custo e, em alguns casos, dias para se aplicar. Inclusive, para pessoas físicas, o Pix será gratuito.

Algumas características do Pix são: Disponibilidade, Velocidade, Conveniência, Segurança, entre outras.

Chave PIX

Esta é a “identificação” do usuário no sistema. Logo, poderá utilizar como chave: o email, número do CPF, número de telefone ou número aleatório e código de letra chamado EVP.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

No entanto, até cinco chaves diferentes podem ser atribuídas a cada conta. O inverso também é possível: os clientes podem ativar o PIX para contas bancárias diferentes que possuem, mas devem usar uma chave diferente para cada conta.

Leia mais  Melhores Contas Para Menores de Idade no Brasil: Como Escolher a Opção Ideal

Cadastro

Para cadastrar a chave de identidade, basta entrar no app bancário onde você possui a conta, pesquisar onde fica a seção Pix e completar o cadastro combinando o número do celular, endereço de e-mail, CPF / CNPJ ou EVP, que permitirá criar códigos QR e evitar que suas informações sejam repassadas a estranhos.

Sendo assim,o Banco Central irá registrar esses dados em sua plataforma, o Diretório de Identificadores de Contas de Transação (CICT).

Posso usar a mesma chave em bancos diferentes?

Pessoas físicas podem ter chaves em várias instituições bancárias, mas cada banco pode ter apenas um modo. Por exemplo, se você se cadastrar no CPF de um banco específico, só poderá usar o CPF como a chave desse banco.

Um cliente que possui uma conta em mais de um banco deve registrar uma chave PIX para cada um deles. Por exemplo: no banco A o cliente cadastra o CPF, registra o número de celular no banco B e assim por diante.

Pagamento com o PIX

O Pix pode ser usado para pagamentos em instituições físicas, lojas online e também para transferências entre pessoas, empresas ou órgãos do governo. Portanto, para quem o fizer será necessário informar uma das chaves cadastradas ou mostrar o QR Code, quem paga basta acessar app bancário para fazer o pagamento.

Leia mais  BS2 espera superar US$ 1 bilhão em transações internacionais com novo app

Saques

Pix também permitirá saques, mas não no início. A ideia é que o usuário possa sacar em qualquer lugar, como uma loja de roupas ou um mercado. O usuário faz uma transferência para a empresa e recebe o dinheiro na hora.

QR Code e NFC

Existem dois tipos de códigos QR que você pode usar no Pix: dinâmico, que muda a cada transação e estáticos, que permitem o uso em múltiplas transações e podem ou não ter um valor já definido no código (ideal para comércios). Ou seja, basta apontar a câmera do seu telefone e fazer o pagamento, o que já existe em outros aplicativos.

Outra proposta é integrar o Pix com pagamentos sem contato via NFC. Na prática, é semelhante ao QR Code, mas mais rápido, pois tudo o que você precisa fazer é se aproximar do dispositivo em vez de escanear o código QR com sua câmera.

Pix só funcionará para quem tem conta bancária?

De acordo com o Banco Central, os consumidores não precisam de uma conta bancária para fazer uma transferência. Basta preencher sua carteira digital Pix, que funcionará como uma conta digital, para enviar e receber dinheiro.

Quantas organizações financeiras vão estar no PIX?

Até o momento, 677 instituições bancárias, incluindo bancos, tecnologia financeira e cooperativas podem receber o registro da chave Pix. Além disso, o Banco Central atualizará sempre a lista de instituições.

Leia mais  EBANX começa a operar como iniciador de pagamento com Pix

Alerta contra ao golpe

Atraindo a atenção de milhões de consumidores brasileiros, Pix também despertou a ambição de hackers e golpistas. Dessa maneira, a empresa de segurança cibernética Kaspersky, detectou na semana passada tentativas de fraude e relatou o envio de e-mails falsos oferecendo pré-registro no Pix, uma tentativa de pegar dados de clientes bancários para uso posterior no sistema de pagamentos instantâneos.

“O e-mail que identificamos usava o nome de um banco popular e fornecia aos usuários um link para se registrar em uma conta Pix. O link apontava para um site falso que simulava um banco e pedia à vítima para inserir sua senha do banco, seu número de celular e CPF, esses números serão usados ​​como chave de identificação no Pix”. Disse Fabio Assolini, analista sênior de cibersegurança da Kaspersky.

Assolini recomenda que as pessoas que desejam se registrar no Pix consultem seus canais bancários diretamente para fazer o cadastro e prestem muita atenção a possíveis convites de pré-registro, pois essas ofertas podem ser fraudulentas e levar a links falsos.

Vantagens do PIX

Pix intensifica o que já está acontecendo em bancos digitais e transferências entre contas de uma mesma fundação, ou seja, a velocidade com que os valores são recebidos. Além disso, elimina a necessidade de o cliente contar com o horário do banco para receber dinheiro e coloca o Brasil na rede de transações 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive finais de semana e feriados.

Além disso, não há taxas adicionais como no sistema TED e DOC.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Airbnb agora aceita PIX para pagamento de reservas

Fernando Américo

Inovação do setor financeiro, Drex será o Pix dos investimentos

Fernando Américo

“PIX dos Investimentos”: entenda mudança em norma da CVM

Guia do Investidor

Campos Neto, alvo de Lula, sai de férias

Márcia Alves

Governo tem rombo de R$ 61 bi em Maio, pior resultado em 04 anos

Márcia Alves

Transações bancárias no Brasil disparam com smartphones

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário