Guia do Investidor
Oi OIBR3 entra em carteira Small Caps do BTG
Notícias

Oi (OIBR3) adia novamente divulgação de balanço do 1º trimestre, agora para 28 de junho

A (OIBR3) comunicou ao que adiou a divulgação de seus resultados operacionais e financeiros do primeiro trimestre deste ano, que agora passa de 21 para 28 de junho.

Essa é a segunda vez que a companhia altera a data de publicação.

Assim sendo, a Oi afirma que, “para garantir a estabilidade das expectativas do mercado”, divulgou indicadores financeiros preliminares do período.

Desse modo, a receita líquida somou R$ 4,38 bilhões, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de rotina foi de R$ 1,22 bilhão.

De acordo com a companhia, o adiamento ocorre em razão da complexidade da segregação de móveis e da obtenção de pareceres de auditores independentes.

informa sobre suspensão temporária da exigência de cotação acima de R$ 1

A Oi (OIBR3) divulgou que permanece sem efeito a determinação de um ofício da . Isto é, em que a mesma solicitou a divulgação dos procedimentos e cronograma para enquadramento da cotação das em valor igual ou superior a R$ 1,00.

Assim, a tele fez um pedido de reconsideração e a B3 atendeu.

Leia mais  Dia das Mães: e-commerce deve faturar R$ 7 bi em 2022

Segundo a Oi, a partir de 01 de julho de 2022 será iniciado um novo período para eventual apuração de 30 pregões ininterruptos com a cotação das ações da companhia abaixo de R$ 1,00.

Caso ocorra desenquadramento com base na apuração a ser realizada no referido período, a companhia deverá imediatamente submeter a seus proposta de grupamento de suas ações para deliberação em Assembleia Geral. 

Ademais, a Oi explicou que o pedido à B3

“teve por fundamento evitar quaisquer prejuízos aos stakeholders da companhia, tendo em vista a recente conclusão da venda dos ativos da UPI Ativos Móveis e a proximidade da conclusão da operação de alienação do controle da UPI InfraCo. Isto é, ambas relevantes no contexto da execução do Plano de e de precificação do valor das ações, uma vez que são indispensáveis para a sustentabilidade de longo prazo da Companhia; bem como a previsão de encerramento do processo de Judicial, quando as ações da Oi estarão novamente aptas a integrar diversos índices de mercado”. 

afirmou

Nossas redes:

Leia mais

Os maiores prejuízos da Bolsa: confira as piores empresas do mercado

Leonardo Bruno

FInalmente acabou? Recuperação Judicial da Oi terá relatório final nesta segunda-feira (27)

Leonardo Bruno

Para voltar a ser relevante no mercado, a Oi quer ter 8 milhões de clientes em Fibra Ótica até 2025

Leonardo Bruno

TIM (TIMS3) fica com maior quantidade de ex-clientes da Oi Móvel (OIBR3)

Ruan Sousa

Agora vai? Fim da recuperação judicial da Oi tem nova data para acontecer

Leonardo Bruno

A 50 centavos: o que fazer com nova queda das ações da Oi?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário