Guia do Investidor
oi móvel incorporação
Notícias

Oi (OIBR3) anuncia incorporação da subsidiária Oi Móvel

Avalie este post:
[Total: Média: ]

A (OIBR3) – em – informou na manhã desta terça-feira que seu Conselho de Administração aprovou a incorporação de sua subsidiária S.A. De acordo com a companhia, ambas as sociedades têm como objeto a exploração de serviços de telecomunicações.

Dessa forma, com esta operação, a Oi Móvel será extinta e seu acervo líquido de R$ 1,073 bilhão será incorporado ao da Oi. Contudo, como a sociedade já tinha 100% de suas detidas pela companhia, não haverá nenhum aumento em seu patrimônio líquido.

“A Incorporação representa uma das operações de reorganização societária previstas no Plano de Recuperação Judicial, com vistas à otimização das operações e incremento dos da Oi e suas controladas diretas e indiretas, bem como à obtenção de uma estrutura mais eficiente e adequada à implementação das propostas previstas em seu Plano Estratégico e à continuidade das atividades das Empresas Oi.”

disse a companhia em fato relevante.

De acordo com a Oi, estima-se que os custos para realizar a incorporação seja de, aproximadamente, R$ 27,9 milhões. Isto é, incluindo despesas com avaliador, taxas, emolumentos e tudo mais. Entretanto, tal incorporação ainda está sujeita à anuência prévia da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O terceiro trimestre da Oi

A companhia do setor de telecomunicações reportou um prejuízo líquido de R$ 4,8 bilhões no terceiro trimestre de 2020. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, quando registrou um prejuízo de R$ 2,6 bilhões, o resultado foi uma piora de 82,4%. No acumulado do ano, o prejuízo atingiu o montante de R$ 6,7 bilhões, enquanto o desempenho de 2020 foi um prejuízo de R$ 12,3 bilhões. Portanto, o resultado dos nove meses consolidados representa uma redução de 45,6%.

Leia mais  Vale (VALE3) produz 89,4 milhões de tonelada de minério no 3T21

Enquanto isso, o EBITDA de rotina, que consiste no lucro antes dos , impostos, depreciação e amortização, chegou a R$ 1,460 bilhão. Sendo assim, houve uma leva queda de 0,2%, visto que o EBITDA informado para o mesmo trimestre de 2020 foi de R$ 1,462 bilhão. Contudo, a margem EBITDA teve um crescimento de 1,2 p.p., passando de 32,3% (3T20) para 31,1% ().

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as notícias mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Reorganização dos ativos não adiantou? Oi reverte lucro e tem prejuízo de R$ 1,699 bilhão no resultado 4T21

Leonardo Bruno

TIM (TIMS3) prevê concluir sinergias com Oi (OIBR3) em 1 ano e ampliar dividendos

Ruan Sousa

Reestruturação: Oi vende operação de TV por assinatura para a Sky

Leonardo Bruno

Vivo (VIVT3) prevê sinergia de R$ 5,4 bi com ativos da Oi Móvel (OIBR3)

Ruan Sousa

Oi (OIBR3) adia publicação de balanço de 2021, mas reitera resultado estável

Ruan Sousa

Após compra da Oi, ações da TIMS3 são a melhor opção no setor de telefonia?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário