Guia do Investidor
cataoes credito
Agência Brasil Notícias

Pagamentos com cartões de crédito crescem 42% no primeiro trimestre

Os com cartões de crédito cresceram 42,4% no primeiro trimestre do ano em comparação com o período de janeiro a março de 2021, segundo balanço divulgado hoje (10) pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). De acordo com a associação, foram movimentados R$ 478,5 bilhões em pagamentos com cartões de crédito nos três primeiros meses do ano.

Os cartões de débito foram responsáveis por R$ 235,4 bilhões em pagamentos no primeiro trimestre, um aumento de 15,2% em relação ao mesmo período do ano passado. As transações com cartões pré-pagos somaram R$ 44,6 bilhões de janeiro a março, alta de 148,4% em comparação com o primeiro trimestre de 2021.

Compras online

O crescimento das transações de cartões de crédito está relacionado, segundo a Abecs, à expansão do comércio online e também a controle da disseminação da covid-19 no país. “A própria [variante] Ômicron, quando teve uma melhora a partir de fevereiro, os números passaram a acompanhar o que seria uma normalidade da vida urbana”, ressaltou o presidente da associação, Rogério Panca.

Leia mais  Ações da Plano & Plano: Vale a pena comprar?

As compras pela internet tiveram alta de 35,2% de janeiro a março em relação ao primeiro trimestre de 2021, totalizando R$ 162,4 bilhões. Desse montante, R$157,9 bilhões foram movimentados com cartão de crédito, alta de 35,4%.

Panca destacou ainda que o percentual de crescimento é muito alto devido a base baixa de comparação que foi o início de 2021, quando a quarentena contra a pandemia de covid-19 provocava diversas restrições à atividade econômica.

Gastos no exterior

Com a reabertura, os gastos no exterior, impulsionados pelas viagens, também cresceram. No primeiro trimestre do ano, os brasileiros gastaram com cartão de crédito fora do país US$ 849,7 milhões, uma alta de 107,9%. Os gatos de estrangeiros no , também usando cartões de crédito, ficou em US$ 665,5 milhões, aumento de 64,5% em relação aos três primeiros meses de 2021.

Os pagamentos por aproximação tiveram alta de 455,9% nos primeiros três meses do ano, respondendo pelo movimento de R$ 103,2 bilhões, sendo R$ 58,1 bilhões por cartão de crédito, R$ 28,4 bilhões por cartão de débito e R$ 16,7 bilhões por cartão pré-pago.

Leia mais  Conselho do FGTS aprova uso de R$ 326 bilhões para obras até 2025

Inadimplência

A inadimplência dos de cartão de crédito vem crescendo nos últimos meses e chegou a 5,8% em fevereiro. Segundo Panca, o cenário econômico adverso está prejudicando a capacidade das famílias de manterem os pagamentos em dia. “Desemprego elevado, inflação alta, taxa de juros elevada, isso tudo acaba provocando uma corrosão da renda das famílias”, enumerou sobre as razões do aumento do percentual de pessoas com pagamentos em atraso.

Ele ponderou, no entanto, que o patamar ainda está abaixo dos picos da série histórica de inadimplência no país.

Fonte: Agência Brasil

Avalie este post:
[Total: 1 Média: 3]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Mapa lança campanha para promover produto orgânico

Agência Brasil

EcoRodovias (ECOR3) vence leilão rodoviário Rio – Governador Valadares

Agência Brasil

Economia anuncia contingenciamento de R$ 8,7 bilhões do Orçamento

Agência Brasil

Agronegócio registra superávit de US$ 43,7 bilhões até abril

Agência Brasil

Ministério da Economia analisa cálculo de reajuste dos planos de saúde

Agência Brasil

Governo repassa R$ 7,7 bilhões do pré-sal para estados e municípios

Agência Brasil

Deixe seu comentário