Guia do Investidor
porto seguro aquisição plugify
Notícias

Porto Seguro (PSSA3) conta como dobrará de tamanho

A companhia  (PSSA3) revelou ao sua ousada proposta de crescimento estratégico, e parece deixar para trás o rótulo de uma grande empresa tradicional. Desse modo, a companhia não está poupando recursos para reestruturar sua operação como conhecemos hoje! Confira agora mais detalhes!

A “nova” Porto Seguro

Primeiramente, toda a estratégia da companhia vem aliada (e é explicada) por seu market share, ou simplesmente sua presença de mercado. Atualmente, 30% das operações de seguros no , passam pelas mãos da companhia. Desse modo, a empresa é líder absoluta do segmento no país.

No entanto, para onde crescer quando você já é a maior companhia do mercado?

A companhia encontrou uma importante barreira para superar, mas parece ter encontrado a solução ideal para fortalecer sua meta de dobrar o número de clientes nos próximos cinco anos.

A nova estratégia da Porto, passa por usar a forte geração de caixa de seu core business para investir em opcionalidades de crescimento. Assim, a companhia vem alinhando a estratégia já há dois anos, quando Bruno Garfinkel assumiu as rédeas da companhia comprada por seu avô Abrahão em 1972, quando ela ainda era uma empresa modesta, e levada por seu pai, Jayme, à liderança de mercado.

Leia mais  Porto Seguro (PSSA3) fecha parceria com proptech Resale para venda online de sua base de retomados

Assim, o caminho natural do crescimento, é crescer seu nicho mais forte: seguros de automóveis. No entanto, a companhia já lidera o segmento, e dobrar o número de clientes significaria, o dobro do aumento dos automóveis no mercado brasileiro. E Isto, nos próximos 5 anos é uma verdadeira utopia.

Desse modo, a empresa se dividiu em quatro verticais — seguros, saúde, financeiro e serviços — e colocou um CEO para tocar cada área, dando autonomia nas tomadas de decisão e alocação de capital.

Assim, com a expansão destas novas frentes, a companhia espera “depender menos” do seguro automotivo, que hoje representa 50% das operações da empresa.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Com queda de 76%, Porto (PSSA3) lucra R$ 89 milhões no 2T22

Leonardo Bruno

As melhores small caps para junho? Confira 15 indicações da Elite Investimentos

Leonardo Bruno

Porto Seguro (PSSA3): empresa confirma aquisição feita por sua controlada

Ruan Sousa

Porto (PSSA3) lucra R$ 175 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Porto (PSSA3) lança modelo de programa de remuneração em ações para todos os colaboradores

Guia do Investidor

Tchau MRFG3: as mudanças na carteira da MyCap para sair do vermelho

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário