Guia do Investidor
minfra 0
Agência Brasil Notícias

PPI recomenda a privatização da Autoridade Portuária de Santos

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal recomendou a inclusão da Autoridade Portuária de Santos, antiga Companhia Docas do Estado de São Paulo, no programa de privatização. A decisão foi publicada hoje (14) no Diário Oficial da União (DOU).

Ligada ao Ministério da Infraestrutura, a Autoridade Portuária de Santos é uma empresa pública de capital fechado responsável pela gestão e fiscalização das instalações portuárias e das infraestruturas públicas no Porto de Santos, maior porto da América Latina.

Segundo a empresa, o porto é responsável por, no mínimo, 25% do comércio exterior brasileiro. A resolução do PPI diz que a concessão dos serviços portuários deve ocorrer “de forma associada à transferência do controle acionário” da companhia.

O conselho do PPI também recomendou que o Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) seja designado como o responsável pela execução e pelo acompanhamento das medidas de privatização.

Antes do início dos estudos, a decisão do PPI será submetida ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que poderá determinar ou não a inclusão da empresa no Programa Nacional de Desestatização (PND).

Leia mais  FGV: confiança do comércio sobe 4,6 pontos em junho

O processo de estudos técnicos será acompanhado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), que vai examinar, ainda no âmbito de sua competência, a minuta do contrato de concessão do serviço portuário.

Fonte: Agência Brasil

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Brasil assume presidência rotativa do Conselho de Segurança da ONU

Agência Brasil

Balança comercial registra superávit de US$ 8,81 bilhões em junho

Agência Brasil

Gasolina no Rio vai cair para R$ 6,61; Governo reduz ICMS

Agência Brasil

Intenção de consumo das famílias cresce 2,9%

Agência Brasil

Geladeiras devem exibir hoje nova etiqueta de eficiência energética

Agência Brasil

Rio e União assinam acordo de recuperação fiscal

Agência Brasil

Deixe seu comentário