Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Bolsonaro: Brasil pode se tornar país de miseráveis

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Em meio às medidas restritivas que os governadores estão implantando nos estados, a fim de tentar controlar a pandemia do vírus chinês, o presidente Jair Bolsonaro fez mais um alerta sobre a economia brasileira.

Nesta manhã em entrevista aos jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente explicou que, diferentemente do que muitos acham, a economia não vai se recuperar:

“O Brasil está se tornando um Brasil de pobres. Vai chegar um ponto em que o caos vai se fazer presente aqui. Essa história de lockdown, fechar tudo, não é este o caminho. Este é o caminho do fracasso. Quebrar o Brasil”, declarou o presidente.

O presidente pediu ainda que os governadores voltem atrás, reconheçam o erro, como ele mesmo já fez, peçam desculpas e façam a coisa certa.

Leia mais  Eleições2022: Lula é eleito novo presidente do Brasil; Tarcísio vence em São Paulo e mais

Bolsonaro também citou levantamento da  OIT (Organização Internacional do Trabalho) que aponta que os informais da América Latina já perderam 80% do poder aquisitivo.

“Quase 10 milhões de brasileiros perderam carteira assinada, os informais já perderam 80% do poder aquisitivo, estão sobrevivendo com parcela R$ 600, que depois de dois meses acaba. E não tem essa de fabricar dinheiro, isso não existe, é inflação, caos e miséria”, afirmou.

Em relação ao aumento salarial dos servidores públicos, Jair Bolsonaro disse que não há recurso suficiente para que seja feito.

“Tem alguns servidores achando que tem possibilidade de ter aumento salarial neste ano e no ano que vem. Não tem cabimento. Não tem dinheiro. O Brasil está quebrando e, depois de quebrar, não é como alguns dizem que a economia recupera. Não recupera. Vamos ser fadados a ser um país de miseráveis, como tem alguns países dá África sub-saariana. Nós temos que ter coragem de enfrentar o vírus. Lamento que está morrendo gente, mas vai morrer muito mais se a economia continuar sendo destroçada por essas medidas”, salientou.

Doria considera lockdown em São Paulo

O estado de São Paulo pode estar perto de adotar o lockdown em alguns municípios. De acordo com o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Dimas Covas, se não houver queda das taxas de isolamento social e de ocupação dos leitos hospitalares, o estado pode caminhar para um bloqueio mais rígido ainda em alguns locais.

Leia mais  CVM oferecerá cursos gratuitos: veja como se inscrever

Apesar de não citar em quais cidades a medida poderá ser adotada, o governo destacou que as áreas consideradas com os piores índices da pandemia do são a região metropolitana de São Paulo e a Baixada Santista.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Vale nomeia Shaun Usmar como presidente da Vale Base Metals

Paola Rocha Schwartz

Resumo do dia: Confira os destaques desta segunda-feira

Rodrigo Mahbub Santana

Lula cortou R$ 18 milhões do combate a dengue

Rodrigo Mahbub Santana

Correios tem prejuízo de R$ 597 milhões em 2023, aponta relatório

Paola Rocha Schwartz

Governo indica secretário da Fazenda ao conselho da Petrobras

Paola Rocha Schwartz

Defesa de Bolsonaro requer afastamento de Moraes em investigação

Guia do Investidor

Deixe seu comentário