Guia do Investidor
Jornal - Pexels
Notícias

Principais tendências no setor financeiro para 2022

O setor financeiro vem mudando rapidamente na última década em função da . São inovações que aperfeiçoam a experiência do usuário, potencializando a segurança digital, além do uso massivo de estratégias multiplataforma, resultando assim em uma grande competição entre as instituições financeiras brasileiras.

Um dos pontos fundamentais para essa velocidade de transformação nestes últimos dois anos tem muita relação com a pandemia de Covid-19.

Além de o setor financeiro brasileiro ser referência em matéria de tecnologia, com o coronavírus nasceu um novo tipo de cliente. Ou melhor, o cliente evoluiu: mais de 50% dos clientes dos bancos tradicionais migraram para os digitais.

Para que você possa entender mais sobre as principais tendências do mercado financeiro com a digitalização dos processos, preparamos esse artigo bem detalhado. Saiba mais!

Principais tendências no setor financeiro

Podemos citar como algumas das abordagens e tecnologias que estão palpitando no setor financeiro o open banking, invisible bank, dentre outros. Mas existem outras tendências que essa revolução está trazendo ao mercado financeiro, tais como:

  • Digitalização de instituições financeiras;
  • Novos meio de pagamento;
  • LGPD;
  • ;
  • Novas modalidades de investimentos.

Digitalização

As estão cada vez mais conectadas com seus clientes através de canais digitais de atendimento. Seja por meio de consultas ou transações pelos bancos online ou através de fintechs, utilizando de suas respectivas plataformas eletrônicas.

Leia mais  Mais um reajuste tarifário de energia vem aí nesses 3 estados

A tendência da agilidade no processamento das informações pela internet e otimização do tempo na operação financeira garantem uma experiência única ao usuário do serviço, resultando dessa forma na expansão vertiginosa da tecnologia e sustentabilidade do negócio.

Além disso, a digitalização do mercado financeiro atinge diversos segmentos e categorias do setor. Oferecendo praticidade tanto para a escolha de um cartão de crédito, na hora de obter um empréstimo online ou até mesmo para quem precisa negociar sua dívida com desconto, por exemplo.

Novos meios de pagamento

Atualmente, há diversas modalidades de pagamento digital. Os principais tipos a serem destacados são:

  • Carteira digital: funciona armazenando dados financeiros com um número de cartão em um aplicativo e convertendo, dessa forma, smartphones e outros dispositivos móveis em meios de pagamentos instantâneos. Alguns exemplos bem conhecidos são o Paypal, o Mercado Pago, dentre outros;
  • Pagamento instantâneo: conhecido como , ele é um sistema de pagamento instantâneo criado pelo Bacen. O principal objetivo é otimizar o pagamento de produtos e serviços, já que permite realizar a transação em até 10 segundos, independente da hora ou do lugar;
  • Transferência online: através da utilização de cartões de bancos digitais, as transações estão mais fáceis e ágeis. Sem anuidades e com serviços gratuitos, essa nova forma de transferir está sendo muito usada; 
  • Pagamento através de WhatsApp: autorizado pelo Central, essa é a mais nova ferramenta de pagamento digital usando essa rede social tão famosa. Para que seja possível usar, o usuário deverá cadastrar uma chave PIN e inscrever um cartão para que consiga fazer seus pagamentos via WhatsApp.

LGPD

A LGPD — isto é, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, que entrou em vigor em setembro de 2020 — é uma lei específica em relação à segurança de dados pessoais. A norma tem como principal influência a General Data Protection Regulation, que entrou em vigor na Europa em 2019.

Na prática, a LGPD mudou a operação dos negócios em relação à coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamentos de dados pessoais. Suas diretrizes são bem mais rígidas e há punições severas para as organizações que descumprirem.

Leia mais  Como o PIX funcionará para PJ?

Open finance

Com a alteração do termo open banking pelo Bacen, já que a intenção não é só focar apenas em bancos, mas em uma ampliação da inovação de um sistema financeiro aberto como um todo.  O open finance começou como um movimento popular, auxiliando os consumidores e seus direitos legais para que compartilhem seus dados financeiros com organizações de sua escolha.

Novas modalidades de investimentos

Existem algumas novas modalidades de investimentos ligadas a essas tendências digitais. Uma das mais conhecidas e faladas dos últimos tempos é a .

A criptomoeda é uma espécie de dinheiro, mas com a única diferença o seu perfil digital. Além disso, ela não pode ser emitida por nenhum governo do .  Dentre as existentes no momento, a mais famosa é o Bitcoin. O objetivo da criptomoeda é o mesmo que o dinheiro físico como conhecemos.

Impactos na vida do consumidor

Para os consumidores, toda essa mudança tão significativa nos processos que antes eram tão caros e burocráticos, pode se dizer que todo resultado tem sido bem significativo.

Leia mais  IPO da Viveo, holding da Cremer e Mafra Hospitalar, vem aí

O primeiro ponto a destacar seria uma no bolso do usuário, visto que passou a não ter taxas de movimentação bancária, nem com anuidades de cartão de crédito e, ainda, não pagar por produtos simples, como um Pix.

Por conta desse aumento dos usuários desses serviços, todas as instituições financeiras estão otimizando seus processos. Outro lado positivo, é que estão dando mais atenção à jornada do cliente – as reclamações a procedimentos financeiros eram bem grandes, muitas vezes iam ao tribunal de pequenas causas.

Fato é que as instituições perceberam que a única alternativa é melhorar em todos seus procedimentos internos e trazer o que há de melhor ao consumidor. E com certeza, para os clientes têm sido vantajoso como um todo.

De olho no mercado

O ponto principal da relação pandemia e as tendências digitais do setor financeiro é um: consumidores.  Por isso, através das necessidades e do papel bem representado de consumidor exigente, o poder de decisão sobre posturas melhores está nas mãos dos usuários.

Estar informado sobre as melhores práticas, atitudes sustentáveis na cadeia inteira de uma instituição, além de novas realidades tecnológicas, é algo que só você pode fazer para fazer que o setor financeiro esteja sempre melhorando.

Você concorda com a nossa argumentação? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião sobre essas inovações constantes no setor financeiro!

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Pedidos com PIX batem recorde e chegam a 11,5% do e-commerce

Guia do Investidor

Quase metade dos brasileiros ainda não configurou novos limites para o Pix, indica pesquisa C6 Bank/Ipec

Guia do Investidor

Open Finance: uma revolução no mercado financeiro brasileiro

Autor Convidado

O fim dos Criptos? Criptomoedas já perderam 61,16% em valor de mercado em 2022

Leonardo Bruno

Celsius Network: tudo o que você precisa saber sobre o congelamento dos saques

Fernando Américo

Pix é a segunda forma de pagamento mais utilizada em corridas de aplicativo

Guia do Investidor

Deixe seu comentário