Guia do Investidor
Ações Renda Variável Top News

Análise: qual a melhor empresa do ramo de construção civil da Bolsa?

Qual a melhor empresa do ramo de da ? Assim o setor permanece e apostando alto na melhora dos índices. Então a mudança de players é um dos fatores.

A recessão econômica dos últimos anos e a Lava Jato foram os mais duros golpes no ramo da construção civil. Então o setor tem se mostrado otimista, mesmo sabendo que seu crescimento será lento e gradual.

Assim a melhora nos índices de emprego e um certo aumento nas atividades da construção, são os pontos positivos desse setor. E o espaço deixado pelas grandes também parece ter sido um fator relevante.

Para quem busca investir em ações no ramo da construção civil, existem boas opções. Então construção residencial, industrial, pesada e obras de engenharia são algumas das opções disponíveis na Bolsa de Valores atualmente.

Além destas, ainda participam de manutenção, adequação, alteração e reparação de obras. Então são opções variadas para investimentos diversificados dentro do ramo da construção civil.

A melhor da construção civil

O ramo da construção civil e incorporação já vinha sendo apontado como um dos favoritos para investimentos em 2019. Assim as previsões estão se confirmando, a escolha foi para a empresa TENDA (TEND3) .

Leia mais  Acionista da Equatorial (EQTL3): fique atento a este ponto

TENDA(TEND3) 

Com base no valor de mercado dos últimos anos, a Tenda foi a empresa com maior destaque. Com um aumento de 100% na quantidade ON, a empresa teve um crescimento de 183,83% em relação a 2018.

Em comparação com outras empresas do ramo da construção civil, a Tenda foi a única com números realmente expressivos. Deixando para trás companhias como:

Além disso, basta uma rápida olhada nos números dos indicadores de consolidado desta empresa. O que se percebe é que a vem conquistando seu espaço e parece que vai ocupá-lo por um bom tempo.

Tags: construção civil, , bolsa

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as notícias mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Gafisa (GFSA3): lucro do 1T22 contrai, na base anual; Ebitda triplica

Ruan Sousa

Commodities voltam a cair e Ibovespa não “engrena” nesta segunda-feira

Leonardo Bruno

Cyrela (CYRE3) registra lucro de R$ 162 milhões no 1º trimestre

Ruan Sousa

Número de mulheres que investem na bolsa de valores cresce mais de 700% em dez anos e ultrapassa 1,1 milhão

Autor Convidado

Analistas do Banco Original falam sobre queda das bolsas, China, reajustes da gasolina e mais

Autor Convidado

Lucro da MRV cai 47,8% no 1T22 e chega a R$ 71 milhões

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário