Guia do Investidor
Free Unsplash@f u k e i 1
Carteiras Carteiras Fundos Imobiliários Carteiras Recomendadas Agosto de 2021 Recomendações

Ranking dos FIIs que mais subiram em Agosto

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • No mês de agosto, o FII que alcançou o melhor desempenho no ranking teve uma variação de 7,14%;
  • Em ordem, os três melhores Fundos Imobiliários do mês foram: BZLI11, VGIR11 e KNCR11;
  • Na avaliação das corretoras e researchs, o anúncio de aumento da Taxa Selic, a evolução da abertura econômica vs. a ameaça da variante Delta e a inflação são drivers importantes para entender o cenário;
  • Embora o mercado de FIIs esteja sofrendo mais intensamente com os efeitos da pandemia, os analistas enxergam ótimas oportunidades em fundos cujo preço está muito descontado, mas que o valuation se mostra muito atrativo.

Confira a seguir quais foram os Fundos Imobiliários (FIIs) que encerraram o mês de agosto com a melhor performance no período.

O que aconteceu em Agosto?

A princípio, o IFIX — Índice de Fundos Imobiliários da B3 — terminou o mês de agosto com uma queda de -2,63%. Sendo assim, houve um desempenho alinhado ao Ibovespa, que apresentou uma queda de -2,48% no mesmo período.

Nesse sentido, tanto o segmento de FIIs, como o de ações, tiveram uma forte volatilidade. Mas certamente, um dos principais fatores de influência foi o aumento da Taxa Selic realizado pelo Copom no último mês, passando de 4,25% para 5,25%, em decorrência do controle da inflação.

Inclusive, essa tendência de crescimento da taxa básica de juros segue nos planos da autoridade monetária e previsão dos analistas. Por exemplo, segundo as estimativas dos analistas do BTG Pactual, a Selic para o final de 2021 será de 7,5% ao ano. Enquanto isso, a corretora Necton projeta a taxa básica de juros em 8% a.a. no fim do ano.

Além disso, o BB Investimentos também destacou o impacto da pandemia sobre o desempenho na economia. Enquanto a campanha de vacinação segue como fator favorável, o avanço da variante Delta faz o contraponto para reduzir a expectativa sobre a rapidez para a retomada econômica.

Porém, o relatório do BB mencionou uma matéria da Revista Buildings que sinalizou algo entre 50% e 60% das empresas em São Paulo que planejam a volta ao trabalho presencial ainda em 2021.

Assim, mesmo muitas empresas adotando um modelo híbrido, já podemos falar em reaquecimento do mercado de escritórios, o mais afetado pela pandemia.”

BB Investimentos, via relatório.

Portanto, o fator de maior peso (e o mais aguardado) para uma melhora no segmento de FIIs permanece sendo a reabertura econômica, segundo os analistas. Ainda assim, esse período fez com que alguns ativos atingissem preços muito descontados, inclusive para casos com valuation muito atrativo. Por isso, há boas oportunidades na área.

Critérios do ranking

Antes de mais nada, o ranking de FIIs conta apenas com os Fundos Listados no IFIX. Em outras palavras, participam da lista os ativos com maior movimentação na Bolsa, excluindo aqueles com cota abaixo de R$ 1,00.

Em seguida, foram ranqueados os fundos que apresentaram as melhores variações de cota + distribuição de proventos durante o mês de agosto. As informações se baseiam nos dados apresentados pelo site Clube FII.

Resultados

Em primeiro lugar, o fundo com melhor desempenho no ranking de FIIs de agosto foi Brazil Realty (BZLI11). Em resumo, o fundo tem perfil híbrido entre os segmentos de Tijolo e Papel e tem como objetivo buscar a valorização e rentabilidade investindo em diversificados ativos como: Imóveis, Direitos Reais sobre terrenos e/ou imóveis, CRIs, cotas de outros FIIs, ações ou cotas de sociedades cujo único propósito se enquadre entre as atividades permitidas aos FIIs e desde que sua emissão ou negociação tenha sido registrada na CVM.

Na segunda posição, aparece o Valora RE III (VGIR11), que se enquadra na categoria de recebíveis, focando em investimentos em CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e Ativos de Liquidez.

Alguns desses ativos, por exemplo, são: (i) cotas de outros FII; (ii) letras hipotecárias emitidas por Instituições Financeiras Autorizadas; (iii) letras de crédito imobiliário emitidas por Instituições Financeiras Autorizadas; (iv) letras imobiliárias garantidas que possuam classificação de risco (rating), em escala nacional, igual ou superior a “A-” ou equivalente, atribuída pela Standard&Poors, Fitch ou Moody’s; (v) cotas de fundos de investimento classificados como “renda fixa”; (vi) títulos de emissão do BACEN; (vii) certificados e recibos de depósito a prazo e outros títulos de emissão de Instituições Financeiras Autorizadas, incluindo, sem limitação, CDBs; e (viii) operações compromissadas lastreadas em títulos públicos federais.

Em terceiro lugar, está o Kinea Rendimentos Imobiliários FII (KNCR11). Em suma, o fundo faz parte do segmento de recebíveis e foca os seus investimentos em (i) Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), e (ii) Letras de Crédito Imobiliário (LCI). Mas vale destacar que o fundo é destinado à investidores qualificados.

Confira os 10 FIIs que se saíram melhor em agosto

TickerFundoVariação CotaVariação Cota
+ Proventos
BZLI11 Brazil Realty 7,14%7,14%
VGIR11 Valora RE III 1,91%2,62%
KNCR11 Kinea Rendimentos Imobiliários FII 1,91%2,39%
RVBI11 VBI Reits FOF 1,20%2,02%
RZTR11 Riza Terrax 0,95%1,89%
KNRI11 Kinea Renda Imobiliária 1,26%1,75%
DEVA11 Devant Recebíveis Imobiliários 0,21%1,42%
BBPO11 BB Progressivo II 0,11%1,06%
KNHY11 Kinea High Yield CRI -0,60%0,52%
XPML11 XP Malls -0,21%0,37%

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

ZAVI11: FII anuncia a venda de galpão logístico no RS

Guia do Investidor

Itaú lança Carteira Automatizada de Fundos Imobiliários

Guia do Investidor

Queda da Selic tem efeito positivo para fundos imobiliários

Guia do Investidor

URGENTE: Sócios do Grupo Suno deverão entregar celulares para a justiça.

Guia do Investidor

Lucro de R$ 30 por Cota? Descubra o FII do momento

Leonardo Bruno

O campeão? FIIs se destacam entre os investimentos mais rentáveis de Janeiro

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário