Guia do Investidor
Notícias Política

Real valoriza com expectativa de que Lula será barrado de concorrer a presidente

Depois de atingir uma mínima recorde na quinta-feira, caindo para 4,21 em relação ao , o (BRL) e os locais subiram na expectativa do TSE bloquear a candidatura do presidenciável , que mesmo sendo condenado por corrupção e estando preso, é líder indiscutível nas pesquisas antes das eleições no .

O TSE, deve decidir sobre a legalidade da candidatura presidencial de Lula em uma sessão especial em Brasília. Eles também podem decidir se podem ou não participar de campanhas gratuitas de televisão e rádio. Segundo a Bloomberg, as deliberações começaram às 14h30 de Brasília e um anúncio é iminente.

Lula, que tinha 20 pontos à frente do candidato de extrema-direita Jair , está preso desde abril, depois que um tribunal confirmou uma sentença por corrupção e lavagem de dinheiro. O TSE provavelmente acatará o que diz a “lei da ficha limpa” do país, que determina que as pessoas com condenações criminais mantidas na apelação não podem candidatar-se a um cargo eleito.

Até agora, o tribunal recebeu 17 contestações legais da candidatura de Lula, bem como pelo menos dois pedidos de liminar exigindo que ele seja banido da campanha. No caso de uma decisão negativa na sexta-feira, os advogados de Lula podem apelar tanto no TSE quanto no Supremo Tribunal.

O Real (BRL) teve valorizou com os traders especulando sobre a decisão desta sexta-feira de manter Lula fora da propaganda eleitoral na TV e rádio, diminuindo suas chances de se manter na liderança pela corrida presidencial.

Leia mais  FiberCo: nova parceria entre Tim e IHS cria nova potência no setor de fibra ótica

O BRL subiu 2,1% , encerrando as perdas da semana. O índice subiu 0,4%, cortando um recorde mensal.

Enquanto o ex-presidente continua sendo o mais popular entre os milhões de brasileiros, Lula também é odiado por muitos por um amplo escândalo de corrupção e por uma recessão devastadora que eles dizem ter sido provocada pelas medidas econômicas populistas adotadas pelo seu Partido dos Trabalhadores.

Além das preocupações com as eleições, o quadro fiscal continua muito fraco e não atingirá um superávit antes de 2022, escreveu Alberto Ramos, do Goldman Sachs. A dinâmica da dívida pública continua sendo uma fonte de preocupação com a dívida bruta do governo geral em 77% do PIB.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Refletindo na “chuva de resultados”, Ibovespa recupera os 110 mil pontos nesta manhã

Leonardo Bruno

Fim da Euforia? Ibovespa volta a fechar no vermelho após 7 sessões em alta

Leonardo Bruno

Ibovespa segue disparando e bate os 111 mil pontos

Leonardo Bruno

De volta aos 110 mil pontos: Confira os destaques da Bolsa hoje

Leonardo Bruno

Com deflação e resultados no Radar, Ibovespa começa a flertar com os 110 mil pontos

Leonardo Bruno

Eleições vão atrapalhar? Para se proteger de quedas, Verde Asset zera posição no Real

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário