Guia do Investidor
mater dei porto dias
Notícias

Rede Mater Dei (MATD3) anuncia aquisição do EMEC, hospital de Feira de Santana, na Bahia

A Rede de Saúde (MATD3) anunciou nessa terça-feira (08) a compra de 95% do EMEC – Empreendimentos Médico Cirúrgicos Ltda, tradicional Hospital de Feira de Santana, localizado no segundo município mais populoso do estado da Bahia.

Com isso, a , que inaugura ainda no primeiro semestre um hospital amplo e moderno em Salvador, já começa a atuar no Estado.

“A operação fortalece o hub de assistência hospitalar de alta qualidade da Rede Mater Dei na Bahia, permitindo combinar as operações hospitalares visando ganhos de eficiência e complementaridade. Temos a tarefa diária de promover a saúde e o bem-estar de uma maneira plena e integrada. Acolhendo, individualizando, entendendo e cuidando das pessoas em todas as fases da vida. Porque estar bem é o que importa. Por isso, Feira de Santana e região podem contar conosco”, afirma o Presidente da Rede Mater Dei, Henrique Moraes Salvador Silva.

Esta é a segunda da Rede este ano. Em janeiro, anunciou a compra do Hospital Premium, em Goiânia. 

Inaugurado em 1963, o EMEC foi o primeiro hospital privado da cidade, tornando-se referência na região desde então. É um hospital geral de alta complexidade com mais de 40 especialidades. Oferece ambulatório e medicina diagnóstica e conta com corpo clínico diferenciado. Possui atualmente 126 leitos operacionais (incluindo 30 UTIs) e plano de expansão para um total de 150 leitos operacionais decorrente de realocação de áreas.

Leia mais  Preço de IPO da Méliuz sairá entre R$ 10 e R12,50

Com amplo know how clínico, os médicos-fundadores desenvolveram uma operação eficiente, mas que ainda possui espaço para desenvolvimento e melhorias ao se incorporar à plataforma do Mater Dei. No ano de 2021 a receita líquida do EMEC foi de R$ 131 milhões.

O Enterprise Value da Operação, incluindo o , é de R$ 205,9 milhões, do qual será descontado o endividamento líquido. O múltiplo da transação é de R$ 1,37 milhão por leito. 

Desde que fez seu , em abril de 2021, a Rede Mater Dei já adquiriu mais de 1.100 leitos de em Minas Gerais e em outros estados e passou a atender no Pará (com a aquisição de 70% do Grupo Porto Dias), em Uberlândia (compra do Hospital Santa Genoveva e CDI Imagem) e em Goiânia (aquisição do Hospital Premium), além da aquisição de 50,1% do capital social da A3Data, uma especializada em dados e inteligência artificial, com foco na transformação cultural e analítica de .

O da operação depende da aprovação do Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Leia mais  O que aconteceu com as ações da JSL (JSLG3)? CVM pede explicações

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Temporada de Resultados: Confira os principais destaques operacionais da bolsa

Leonardo Bruno

Rede Mater Dei anuncia programa de recompra de ações

Leonardo Bruno

B3 (B3SA3) aprova redução de percentual mínimo de ações da Mater Dei (MATD3)

Ruan Sousa

Com alta de 51% na receita, Mater Dei lucra R$ 37 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Mater Dei (MATD3) oficializou a conclusão da aquisição de 98,07% do Hospital Emec

Ruan Sousa

Setor de saúde está longe de ser uma boa oportunidade de investimento?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário