Guia do Investidor
alupar 1t22
Resultados 1T22

Alupar (ALUP11) tem alta de 144,2% no lucro do resultado 1T22

A (ALUP11) divulgou nesta terça-feira (10) os seus resultados referentes ao 1T22.

O EBITDA – Regulatório (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou R$ 622,2 milhões, uma alta de 34,9% em relação aos R$ 461,1 milhões registrados no primeiro trimestre de 2021. A margem EBITDA atingiu 87,2%, aumento de 5,3 pontos percentuais, também na comparação com o mesmo período de 2021.

A Companhia reportou Lucro Líquido – Regulatório de R$ 166,9 milhões, alta de 144,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com base nos números IFRS, o EBITDA totalizou R$ 1,131 bilhão. Já o Lucro Líquido foi de R$ 431 milhões, um crescimento de 33,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Para o gerente de RI da Companhia, Luiz Coimbra, este resultado é fruto da assertividade na alocação de capital e na exemplar competência na gestão da implantação desses projetos:

“A Companhia, amparada em um dos seus principais pilares, a disciplina financeira, aproveitou um bom momento do segmento de transmissão no Brasil para realizar um importante ciclo de investimento na sua estratégia de crescimento. Conseguimos antecipar a entrada em operação das transmissoras TCC e TSM em 11 e 8 meses, respectivamente, e concluímos a usina La Virgen, maior projeto da Companhia fora do Brasil, que estava em implantação no Peru, superando todas as dificuldades e restrições impostas pela do Covid-19”.

A holding de controle nacional privado atua nos segmentos de transmissão de energia elétrica, através da concessão de 30 sistemas de transmissão, totalizando 7.929 km de linhas de transmissão, e geração de energia elétrica através de concessões / autorizações de usinas hidrelétricas, eólicas e fotovoltaicas, que totalizam 821,5 MW de capacidade instalada.

Leia mais  Lançamentos da Cyrela (CYRE3) disparam no 1º tri, vendas crescem 27%

Destacando-se como uma das mais importantes do setor de energia, a Alupar reafirma seu compromisso de atuar com as melhores práticas de ESG e com constante aperfeiçoamento de seu modelo de gestão e implantação de projetos.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário