Guia do Investidor
Rumo
Resultados 1T22

Rumo (RAIL3): empresa registra prejuízo de R$ 68 milhões no 1º trimestre de 2022

A (RAIL3) registrou prejuízo líquido de R$ 68 milhões no primeiro trimestre de 2022 (). Isto é, revertendo lucro de R$ 175 milhões obtido no mesmo trimestre de 2021.

Segundo a companhia, o desempenho foi impactado negativamente pela alta dos no resultado financeiro. Além disso, o aumento nas despesas com depreciação, decorrentes dos maiores em terminais, material rodante e permanente também influenciou.

Nesse sentido, o volume transportado pela Rumo no 1T22 foi de 18,1 bilhões de TKU. Isto é, 30,5% acima do 1T21, em razão da safra antecipada de soja e dos ganhos operacionais. Ou seja, que permitiram uma maior capacidade no período.

Ademais, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) cresceu 20,4% no 1T22. Ou seja, totalizando R$ 1,002 bilhão.

Já a margem Ebitda ajustado atingiu 45,4% no período. Isto é, baixa de 2,3 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

Ademais, a receita líquida somou R$ 2,206 bilhões entre janeiro e março deste ano. Ou seja, alta de 1% na comparação com igual etapa de 2021.

Leia mais  18 ações para lucrar com a vacina em 2021

Mais detalhes sobre o resultado da empresa

Em relação ao lucro bruto, este totalizou R$ 632 milhões nos três primeiros meses de 2022. Isto é, um incremento de 19,9% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Assim sendo, a margem bruta foi de 28,6% no 1T22. Ou seja, um baixa de 1,5 p.p. na comparação anual.

Em relação as despesas comerciais, gerais e administrativas, estas somaram R$ 107 milhões no 1T22. Isto é, uma redução de 1,4% na comparação com mesmo período de 2021.

Assim, a dívida líquida da companhia ficou em R$ 9,6 bilhões no final de março de 2022. Ou seja, crescimento de 2,2% em relação ao quarto trimestre de 2021.

Logo, o indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 2,7 vezes em março/22. Isto é, queda de 0,1 vez em relação a dezembro de 2021.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário