Guia do Investidor
simpar 1711
Debêntures Notícias

Simpar vai levantar R$ 1,5 bilhão com nova rodada de debêntures

  • A Simpar () anunciou ao mercado sua terceira emissão de ;
  • Assim, a companhia planeja arrecadar R$ 1,5 bilhão com seus títulos de dívida.

A companhia Simpar (SIMH3) parece estar decidida a arrecadar mais capital. E para isso, a companhia anunciou ao mercado nesta manhã, que pretende realizar uma nova rodada de emissão de debêntures. Confira agora mais detalhes!

Os novos debêntures da Simpar

Primeiramente, se você é um novo investidor, pode estar se perguntando: afinal, o que é uma debenture? Nós do Guia do Investidor temos essa preocupação, portanto, explicar rapidamente este conceito.

Uma debenture, de forma resumida, é um título de dívida. Ou seja, investimento em debêntures nada mais é que um empréstimo para empresas que não sejam uma instituição financeira ou uma instituição de crédito imobiliário. No entanto, ao invés de recorrer aos bancos e suas altas taxas para estes empréstimos, a companhia recorre aos investidores do mercado de capitais.

Em outras palavras, funciona da seguinte forma: uma empresa necessita de uma quantidade de dinheiro para fazer algum investimento de expansão dos negócios ou, até mesmo, pagar débitos. Dessa forma, em vez de procurar um empréstimo no banco (que costuma ter custos mais altos), ela lança debêntures no mercado para captar recursos.

Assim, neste contexto, a Simpar (SIMH3) fará sua terceira emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações. Desse modo, a rodada vai se dividir em duas séries, no valor total de R$ 1,5 bilhão, sendo metade desse valor para cada série.

Leia mais  Inflação em 2021 ficará acima de 8%, segundo Ipea

Desse modo, serão emitidas até 1,5 milhão de debêntures com valor nominal unitário de R$ 1 mil. As debêntures da primeira série terão prazo de vencimento de 9 anos e 4 meses contados a partir da data de emissão (ou seja, em 15 de janeiro de 2031) e remuneração prevista de Taxa DI mais 3,50%. As da segunda emissão vencem em 10 anos, ou 15 de setembro de 2031, e remuneração prevista de NTN-B 2030 mais 3% ou 7,25% ao ano, o que for maior.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Lucro da Simpar (SIMH3) recua 38% no resultado 2T22

Leonardo Bruno

B3 (B3SA3) anuncia sua sexta emissão de debêntures

Leonardo Bruno

ANBIMA ultrapassa as marcas recordes de 700 debêntures e de 100 certificados de recebíveis precificados diariamente

Guia do Investidor

Debêntures representam mais da metade do volume levantado no mercado de capitais no primeiro semestre

Guia do Investidor

Ainda há esperança? Via (VIIA3) aprova emissão de debêntures

Cristiane Luzio Rodrigues

ANBIMA e Ministério da Economia firmam acordo para compartilhamento de dados em projetos de infraestrutura

Guia do Investidor