Guia do Investidor
tecnisa mais construtora por m2
Notícias

Tecnisa (TCSA3) é rebaixada por agência de Rating; entenda

A companhia (TCSA3) parece não estar conseguindo suprir as expectativas de algumas das principais agências do . Inclusive, o relatório montado pela Standard & Poor’s resume bem a decepção do mercado. Afinal, a agência rebaixou o de classificação da companhia. Confira agora todos os detalhes!

A Tecnisa e o rating da Standard & Poor’s.

Segundo o relatório da Standard & Poor´s, — uma das 3 maiores empresas de classificação de risco do mercado americano — a companhia está mostrando desconfiança com as da Tecnisa (TCSA3). Portanto, a Tecnisa teria ficado abaixo das expectativas, ao decepcionar com uma alavancagem acima do esperado e lançamentos aquém do estimado

A companhia de análise e classificação de rating esperava lançamentos acima da casa dos R$ 300 milhões reportados pela Tecnisa em 2020. No entanto, a companhia não alcançou os resultados e não diminuiu os níveis de endividamento da companhia.

Desde que concluiu o em julho de 2019, esperávamos uma retomada mais acelerada de lançamentos, o que levou à elevação de seus naquele momento. Entretanto, a postergação dos lançamentos ano passado, somado ao maior endividamento, levaram ao rebaixamento dos ratings da empresa.”

Marcelo Pappiani, analista da Standard & Poor’s.

Segundo o analista, a meta métrica média de endividamento da Tecnisa está na faixa dos 40% a 45% para os próximos 3 anos. No entanto, a expectativa da companhia de classificação de risco era uma média de 35%.

Leia mais  Ações baratas 2021: 16 ações abaixo do valor patrimonial

Desse modo, não é uma surpresa que a decepção resultou em uma queda na classificação da Standard & Poor’s. Assim, o ranking de crédito na escala nacional da Tecnisa, foi cortado de brAA- para brA.

A perspectiva estável indica nossa expectativa de que a empresa atingirá seu guidance de lançamentos de R$ 1,2 bilhão a R$ 1,5 bilhão entre 2020 e 2021 e que começará a apresentar crescimento da receita, EBITDA e geração de caixa nos próximos 3 anos para sustentar sua qualidade de crédito. Esperamos que sua alavancagem comece a melhorar em 2023, quando projetamos que o fluxo de geração de caixa operacional se tornará .”

Marcelo Pappiani, analista da Standard & Poor’s.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

Tecnisa (TCSA3) decepciona e apresenta prejuízo de R$ 58,9 mi no resultado 4T21

Leonardo Bruno

Fitch eleva rating da TOTVS (TOTS3)

Ruan Sousa

Fitch altera o rating da RNI (RDNI3) para A-(bra), com classificação estável

Ruan Sousa

Moody’s eleva rating de subsidiárias da Light (LIGT3)

Ruan Sousa

S&P Global altera rating da International Meal Company (MEAL3) e projeta cenário favorável para a empresa

Ruan Sousa

Deixe seu comentário