Guia do Investidor
tenda pode dobrar de tamanho
Notícias

Tenda (TEND3) revisa seu guidance para 2021

Em fato relevante enviado ao nesta segunda, a (TEND3) elevou suas para as vendas líquidas de 2021. De acordo com a companhia, suas estimativas passaram de R$ 2,8 a R$ 3 bilhões para R$ 3 a R$ 3,3 bilhões.

Além disso, a companhia diminuiu suas expectativas para a margem bruta ajustada. Isto é, a margem que antes variava entre 30% a 32%, agora varia entre 28% e 30%.

A Tenda reportou recentemente seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2021. De acordo com as demonstrações, a construtora somou uma receita líquida de 32,8%, atingindo R$ 698,8 milhões. Assim sendo, tal resultados teve impulso do recorde de vendas líquidas da companhia – que somou R$ 862 milhões, crescendo 50% na base anual – e do VSO também recorde de 34,2%.

Além disso, em relação ao EBITDA, a Tenda reportou o valor de R$ 78,1 milhões, crescendo 7,9% com margem de 11,2%. Contudo, houve uma queda na comparação anual de 16% em seu lucro líquido. Portanto, a companhia somou R$ 34 milhões na última linha de sua DRE (demonstrativos de resultados de exercício). Durante o segundo trimestre de 2021 a companhia lançou 22 empreendimentos, totalizando um VGV de lançamento recorde de R$ 1 bilhão.

Leia mais  Small Caps 2019: que ações comprar

Qual o preço-alvo da Tenda?

Assim, apesar do aumento nos indicadores operacionais, a alta dos insumos afetou diretamente os custos da Tenda neste segundo trimestre. Desse modo, o custo de produção elevado afetou diretamente as margens da companhia. Ou seja, causou um problema na da companhia, que ficou abaixo dos níveis históricos.

Desse modo, a Inter levanta a preocupação com este ativo, e espera um cenário de custo ainda pior nos próximos trimestres. Contudo, por enquanto, a research ainda acredita que os custos não afetaram a companhia em um curto prazo. Assim, mantêm recomendação de compra da companhia, com preço-alvo de R$ 35.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Tenda (TEND3) reverte lucro e tem prejuízo líquido de R$ 67 milhões no primeiro trimestre

Ruan Sousa

Santander se mostra pessimista para as perspectivas das ações da Tenda (TEND3)

Ruan Sousa

Tenda (TEND3): lançamentos da empresa caem 23,5% no 1º trimestre, para R$ 467,2 milhões

Ruan Sousa

Tenda (TEND3) fica no vermelho e prejuízo alcança R$ 268,5 milhões no 4T21

Ruan Sousa

A casa caiu: ações da Tenda derretem 25% após 4T21 dos pesadelos

Leonardo Bruno

Tenda (TEND3) tem alta de 32% no VGV de lançamentos do 4T21

Diogo Albuquerque

Deixe seu comentário