Guia do Investidor
bandeira chamas
Notícias

URGENTE: Guedes abandonará Governo, afirmam fontes; Ibovespa derrete

A casa parece ter caído para o atual ministro da . As movimentações do após o anúncio do descumprimento do teto de gastos, causou uma verdadeira tempestade no fim da tarde de ontem, quinta-feira (21). As declarações elevaram o risco político do mercado, e os principais indicadores (como o ) voltaram a despencar. As quedas promoveram a saída generalizada dos secretários do , e o próximo nome que deve ir à forca, é o de Paulo Guedes.

A forca de Paulo de Guedes

Segundo o colunista Valdo Cruz, do site G1, a possível saída de Guedes — seja voluntariamente ou não — deve acontecer a qualquer instante. E os interlocutores do presidente , já estariam sondando um nome para substituir o líder da pasta econômica.

Além disso, existe uma pressão interna no governo para trazer um nome “menos queimado” para estar frente das decisões econômicas. Afinal, Guedes teria perdido o restante de sua credibilidade após se tornar o “fura-teto”.

O ministro da Economia já havia falado anteriormente que não iria sair de seu cargo, somente se fosse obrigado a tomar medidas que colocassem em risco a responsabilidade fiscal. E é exatamente o que está acontecendo.

O caos aumentou após a debandada do ministério: ontem, os secretários do ministro pediram demissão. O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração. Gildenora Dantas, secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, e Rafael Araujo, secretário-adjunto do Tesouro Nacional, também pediram exoneração de seus cargos.

Leia mais  Alta das commodities deixa Ibovespa perto de romper o teto dos 120 mil pontos; Confira os destaques da Bolsa

A causa por trás do movimento é o Auxilio , medida aprovada que não entra nos limites da política de gastos brasileira. Os secretários tinham por consenso que a medida para financiar o projeto deveria ser um corte de gastos, e não a marginalização do teto de gastos e dos gastos públicos.

No entanto, o Ex-Presidente, Michel Temer, saiu em defesa das atuais políticas. E afirma que na discussão do teto é preciso equiparar fiscal e social:

Temos que encarar o desafio de que há 30 milhões de pessoas que passam fome no país.”

Michel Temer.

Além disso, o antigo governante tenta tranquilizar o mercado, alegando que o momento de mudanças do governo, não deveria causar tantas especulações na de Valores.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

De volta aos 110 mil pontos: Confira os destaques da Bolsa hoje

Leonardo Bruno

Com deflação e resultados no Radar, Ibovespa começa a flertar com os 110 mil pontos

Leonardo Bruno

Em dia histórico de deflação, Ibovespa testa 109 mil pontos

Leonardo Bruno

Com Petrobras disparando, Ibovespa volta a fechar em alta aos 108.402,27 pontos

Leonardo Bruno

Ibovespa fecha último pregão da semana em alta; confira destaques

Leonardo Bruno

Após pregão dos sonhos, Ibovespa luta para operar no positivo nesta sexta-feira

Leonardo Bruno