Guia do Investidor
Usiminas
Notícias

Conselho da Usiminas (USIM5) aprova nova diretoria para mandato de 2 anos

(USIM5) realizou importante comunicado junto ao e aos seus acionistas. Isto é, a anunciou que seu conselho de administração elegeu Alberto Ono para a presidência-executiva. Ou seja, no lugar de Sergio Leite, com mandato de dois anos.

Desse modo, o conselho também aprovou a eleição de Thiago Rodrigues para a vice-presidência financeira e relações com , cargo anteriormente ocupado por Ono.

Assim sendo, Leite passa a ocupar a partir de sexta-feira a presidência do conselho de administração.

Dessa maneira, a diretoria de planejamento corporativo será ocupada por Gino Ritagliati; e a de tecnologia e qualidade, por Toshihiro Miyakoshi.

Logo, Miguel Camejo seguirá na diretoria comercial e Américo Ferreira Neto, na industrial.

lucra R$ 1,2 bilhão no resultado

A companhia Usiminas (USIM5) anunciou ao mercado seu resultado operacional referente ao primeiro trimestre do ano (1T21). Confira agora os destaques:

  • Lucro Líquido: R$ 1,263 bilhão 🟢 (+5% vs. 1T21);
  • Líquida: R$ 7,845 bilhões 🟢 (+11% vs. 1T21);
  • Ajustado: R$ 1,560 bilhão 🔴 (-36% vs. 1T21).
Leia mais  Cogna pode comprar universidades e crescer

Outros destaques operacionais

A Usiminas enviou fato relevante nesta quarta-feira (20) que projetou um volume de de aço da Unidade de Siderurgia entre 950 mil e 1,05 milhão de toneladas para o segundo trimestre deste ano. A divulgação vem logo após a divulgação dos resultados da companhia referentes ao primeiro trimestre deste ano. Segundo a Usiminas, as estimativas são meramente previsões e não constituem promessa.

Assim, as projeções de lucro ficaram em linha com as estimativas do consenso de analistas compilado pela Refinitiv, de R$ 1,25 bilhão.

Além disso, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 1,560 bilhão no 1T22, um recuo de 36% na comparação com igual etapa de 2021.

Em relação a receita líquida, esta, por sua vez, foi de R$ 7,845 bilhões, alta de 11% na comparação anual, mas queda de 3% ante o último trimestre de 2021. A projeção Refinitiv era de R$ 7,95 bilhões.

A siderúrgica atribui a queda da lucratividade em razão dos efeitos não recorrentes, operacionais e financeiros, registrados no 4T21, bem como pelo menor resultado operacional registrado no período.

Nossas redes:

Leia mais

SOMA3 e ITSA4: confira as indicações da Terra Investimentos para a semana

Leonardo Bruno

As melhores da semana: Confira as indicações de ações da Warren para os próximos dias

Leonardo Bruno

Commodities sustentam e mercado pressiona: Confira os destaques da bolsa nesta manhã

Leonardo Bruno

Semana de recuperação? Bolsa volta a subir apoiada por mercados globais

Leonardo Bruno

Mais uma semana, mais uma carteira: confira as melhores indicações de ações do mercado

Leonardo Bruno

Fim das quedas? Ibovespa volta a subir com alivio dos mercados internacionais

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário