Guia do Investidor
mills recompra ações
Notícias

Vai mudar: Mills (MILS3) aprova mudança na razão social

A aprovou alteração da razão social da companhia para “Mills Locação, Serviços e Logística S.A.”, e consequente alteração e consolidação do Estatuto Social.

O comunicado foi feito pela companhia () nesta terça-feira (30).

“Essa alteração é mais um importante marco que, somado ao lançamento da nova marca e a divulgação da entrada no mercado de equipamentos de Linha Amarela, reafirma a Mills como uma empresa de locação de máquinas e equipamentos com fortes diferenciais competitivos”, explicou a companhia.

A Razão Social de uma empresa nada mais é do que o seu nome jurídico: é ela que vai nos contratos e documentos oficiais do negócio.

A Mills destacou que segue sua jornada de crescimento com a diversificação do seu portfólio de produtos, posicionando-se como One Stop Shop no mercado de locação de máquinas e equipamentos.

A Mils (MILS3) anunciou ao mercado a aquisição da triengel por R$ 133 milhões

A companhia Mills está pagando R$ 133 milhões pela Triengel numa que posiciona a companhia num novo segmento com maior potencial de crescimento e receitas mais estáveis.

Leia mais  Ibovespa voltará ao topo em 2021, diz grande gestor

Até agora, a Mills operava basicamente com a locação de plataformas aéreas para grandes empresas, um mercado no qual ela é líder com mais de 30% de share. Com a aquisição de hoje, ela passa a atuar também na locação de máquinas da chamada ‘linha amarela,’ como tratores e retroescavadeiras.

“É um mercado potencial muito maior, porque a penetração da locação dessas máquinas ainda é muito baixa”.

Disse Maurício Rahmani, um analista da Reach Capital.

A gestora está comprada em Mills desde 2018. A Mills está pagando 4,8x EV/EBITDA pela Triengel, em linha com seu próprio múltiplo na Bolsa.

A companhia vai pagar R$ 62 milhões à vista, R$ 10 milhões ao longo de cinco anos e outros R$ 18 milhões em da Mills com lockup de três anos. O restante do valor é assunção de dívidas.

A Triengel faturou R$ 56 milhões nos últimos doze meses terminados em março com um EBITDA de R$ 28 milhões. Para efeito de comparação, a Mills faturou R$ 738 milhões em 2021, com EBITDA de R$ 289 milhões. A Triengel ainda tem uma operação minúscula: apenas 245 máquinas

Leia mais  Guedes anuncia novo programa para trabalhadores informais,o BIP

Concorrentes como Armac e Vamos (as líderes desse mercado) têm mais de 5.000 máquinas cada. Mas a operação “ é a fundação de uma nova linha de negócios que pode crescer muito e que tem vantagens em relação às plataformas aéreas,” disse Maurício.

“Os contratos são mais longos, o que dá uma estabilidade maior para a receita, e essas máquinas têm uma depreciação acelerada, o que gera um ‘tax shield’ interessante.”

A Mills também se comprometeu a investir mais R$ 225 milhões no segmento até o primeiro trimestre do ano que vem, o que deve permitir comprar mais cerca de 300 máquinas, considerando o preço de um trator em R$ 700 mil. Uma das sinergias mais óbvias da aquisição será o cross selling.

A Mills tem mais de 8.000 clientes e parte relevante deles também faz a locação de máquinas de linha amarela. A ação da Mills sobe 3% com a notícia no final da manhã. A empresa R$ 1,7 bilhão na Bolsa.

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Para entrar em Tratores e Retroescavadeiras, Mills (MILS3) anuncia nova aquisição

Leonardo Bruno

As melhores small caps para junho? Confira 15 indicações da Elite Investimentos

Leonardo Bruno

Itaú, Banco do Brasil e mais 8: Confira as 10 ações favoritas dos analistas para a semana

Leonardo Bruno

Mills (MILS3) confirma a aquisição da Tecpar Equipamentos por um montante de R$ 45,8 milhões

Ruan Sousa

Confira a carteira “repaginada” de Small caps do BB Investimentos para Abril

Leonardo Bruno

Mills (MILS3) vê explosão do lucro com aumento de 470% no 4T21, na base anual

Ruan Sousa

Deixe seu comentário