Guia do Investidor
Fonte/Reprodução
Notícias

Vale é Removida da “Lista Suja” por Decisão Judicial

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Em decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), a Vale S.A. foi temporariamente removida do Cadastro de Empregadores do Ministério do Trabalho e Emprego, conhecido como “lista suja”. A exclusão permanecerá em vigor até que uma decisão judicial definitiva seja proferida.

A inclusão na “lista suja” ocorre quando empresas são acusadas de práticas trabalhistas irregulares, especialmente relacionadas a trabalho análogo à escravidão. A Vale, no entanto, enfatiza seu compromisso com o cumprimento rigoroso das leis trabalhistas e a proteção dos direitos humanos em todas as suas operações e na sua cadeia produtiva.

Gustavo Duarte Pimenta, Vice-Presidente Executivo de Finanças e Relações com Investidores da Vale, reforçou a posição da empresa: “Adotamos medidas rigorosas para garantir que nossas práticas estejam em total conformidade com a legislação trabalhista e com os mais elevados padrões de respeito aos direitos humanos.”

Leia mais  Jalles Machado anuncia emissão de Debêntures no Valor de R$ 300 Milhões

Essa decisão liminar oferece à Vale um alívio temporário, mas a companhia ainda aguarda o julgamento definitivo do caso.

Contexto

A inclusão da Vale na “lista suja” foi resultado de uma operação em fevereiro de 2015, na Mina do Pico, em Itabirito (MG), que encontrou 309 pessoas em condições análogas à escravidão. Os trabalhadores, motoristas que transportavam minério de ferro em uma estrada particular da Vale, eram empregados de uma empresa subcontratada, a Ouro Verde. Apesar disso, auditores da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Minas Gerais responsabilizaram a Vale pelas condições degradantes, jornadas exaustivas, promessas enganosas e ameaças que os motoristas enfrentavam.

Desde então, a Vale contestou a inclusão, recorrendo na Justiça do Trabalho contra os autos de infração. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, a mineradora perdeu a parte da ação relativa à responsabilização por escravidão, resultando na sua inserção no cadastro.

Em nota recente, a Vale reafirmou seu compromisso com o cumprimento das leis trabalhistas e os direitos humanos: “Foi proferida decisão judicial em maio de 2024 que reconhece indevida a lavratura do auto de infração em razão da fiscalização ocorrida em 2015, o que torna indevida sua inscrição no cadastro”. A empresa se comprometeu a continuar tomando medidas para garantir condições dignas em toda a sua cadeia produtiva.

Leia mais  Sanepar fortalece sua presença no setor de energia com aquisição da CS Bioenergia

Reportagem de Ana Aranha, da Repórter Brasil, descreveu condições precárias enfrentadas pelos trabalhadores, como jornadas de até 23 horas com apenas 40 minutos de intervalo e longos períodos sem folgas. Os motoristas relatavam banheiros impraticáveis e o uso da estrada para necessidades fisiológicas, além de promessas de benefícios não cumpridas e ameaças quando reclamavam.

A Ouro Verde, por sua vez, justificou as irregularidades como problemas sistêmicos no relógio de ponto, negando promessas enganosas e ameaças.

Criada em novembro de 2003, a “lista suja” é uma ferramenta do Ministério do Trabalho e Emprego para combater o trabalho escravo. Atualizada semestralmente, inclui empregadores após esgotarem o direito de defesa em duas instâncias na esfera administrativa e permanece por dois anos. Apesar de não implicar bloqueios comerciais ou financeiros automáticos, a lista é utilizada por empresas e bancos para gestão de risco, sendo um exemplo global reconhecido pelas Nações Unidas. Em 2010, o Conselho Monetário Nacional proibiu a concessão de crédito rural a listados, e o BNDES também a usa antes de fechar negócios. Em 2020, o STF reafirmou a constitucionalidade da “lista suja”.

Leia mais  Ibovespa abre em alta impulsionado por Vale, aéreas e bancos

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Incorporação de ações Dexxos é concluída com sucesso

Fernando Américo

Ibovespa abre em alta com principais ativos em ganhos curtos

Paola Rocha Schwartz

Vale e BHP firmam acordo sobre reclamações no Reino Unido e Holanda

Márcia Alves

Ibovespa inicia com alta com maioria dos ativos em ganhos

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa abre em alta significativa, registrando amplos ganhos

Paola Rocha Schwartz

Governo Lula propõe aumento dos tributos empresariais

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário