Guia do Investidor
Notícias

Vale (VALE3) anuncia acordo com Tesla (TSLA34) para fornecimento de níquel a partir do Canadá

A (VALE3) disse nesta sexta-feira que assinou com a (TSLA34) um acordo de longo prazo para fornecimento de níquel de baixo carbono. Isto é, a partir de suas operações no Canadá.

Segundo comunicado, o negócio está alinhado à estratégia da mineradora de aumentar sua exposição à indústria de veículos elétricos.

Assim sendo, a Vale reiterou seu objetivo de direcionar 30% a 40% de suas de níquel Classe 1 para o de veículos elétricos, “em rápido crescimento”.

De acordo com a Vale, suas unidades no Canadá produzem alguns dos produtos de níquel de menor emissão de carbono do mundo.

“Esse acordo reflete um compromisso compartilhado com sustentabilidade e mostra muito claramente que somos o fornecedor preferencial para produtos de níquel de baixa emissão de carbono e alta pureza, essenciais para baterias de longo alcance”

disse em nota Deshnee Naidoo, vice-presidente executiva de Metais Básicos da Vale

Vale () aprova programa de recompra de estimado em R$ 41 bilhões

A mineradora Vale (VALE3) realizou importante comunicado junto ao mercado e aos seus acionistas. Isto é, a empresa informou há pouco que aprovou um novo programa de recompra de ações estimado em um montante de R$ 41 bilhões. Desse modo, ao todo, a companhia poderá adquirir na 500 milhões de papéis de sua emissão. Isto é, o equivalente a 10% do total em circulação, ao longo dos próximos 18 meses.

Segundo a companhia, no programa de recompra vigente, que permitira a aquisição de 200 milhões de papéis, 168 milhões foram adquiridos.

Leia mais  Hidrovias do Brasil (HBSA3) diz que contrato para transporte de minério da Vale (VALE3) continua em vigor

Desse modo, quando fazem recompra de ações, as empresas dão uma sinalização ao mercado de que suas ações estão “baratas”, e que esse é um bom uso do caixa disponível.

Além disso, com menos papéis em circulação, medidas como lucro por ação ou dividendo por ação costumam aumentar.

Dessa forma, a recompra serve como uma maneira complementar de distribuir dinheiro aos acionistas.

Assim sendo, em 2021, a Vale destinou R$ 66 bilhões do seu lucro para dividendos e juros sobre capital e outros R$ 29 bilhões para recompra de ações.

“Guiados pela nossa disciplina na alocação de capital, consideramos que a recompra de nossas ações seja um dos melhores disponíveis para a companhia”,

disse a empresa, em comunicado em que tratou da aprovação da recompra pelo conselho de administração
Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais  Elon Musk vai transformar o Twitter na "Tesla das redes sociais"?

Leia mais

Inflação e juros altos: a receita por trás das movimentações da bolsa hoje

Leonardo Bruno

Para resolver o problema: Vale vai vender níquel para a Tesla produzir baterias

Leonardo Bruno

Perdido no mercado? Confira as melhores opções de ações para comprar na semana

Leonardo Bruno

Quer encher o bolso em maio? Confira a carteira de dividendos recomendada pelo Santander

Leonardo Bruno

Aproveite a queda da bolsa e a alta dos juros para comprar estas ações

Leonardo Bruno

Hora de fugir do setor bancário? Confira as opções favoritas da corretora Warren para Maio

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário