Guia do Investidor
978490 comperj 1241
Agência Brasil Notícias

Valores de aluguéis residenciais sobem 0,82% em abril, diz FGV

O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (Ivar), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 0,82% em abril deste ano. Em março, o indicador havia subido 0,81%.

Com o resultado, o , que mede a variação dos aluguéis nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, acumula alta de 8,24% em 12 meses, a maior taxa desde o início da série histórica da pesquisa, iniciada em janeiro de 2019.

Entre as quatro cidades, a maior variação foi observada em São Paulo (1,27%), que em março havia registrado de 1,30%. Já Porto Alegre foi a única capital com alta da taxa de março para abril, ao passar de uma deflação (queda de preços) de 1,25% para uma inflação de 0,82% no período.

O Rio de Janeiro teve uma queda na taxa, ao passar de 1,44% em março para 0,31% em abril. Já Belo Horizonte passou de uma alta de preços de 2,32% em março para uma deflação de 0,07% no período.

Leia mais  BNDES vai investir em projetos de saneamento e cisternas em escolas

A taxa acumulada em 12 meses subiu nas quatro cidades: São Paulo (de 4,09% no acumulado de março para 6,54% no acumulado de abril), Rio de Janeiro (de 7,27% para 8,7%), Belo Horizonte (de 14,11% para 14,87%) e Porto Alegre (de 4,98% para 7,17%).

Fonte: Agência Brasil

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Previdência privada responde pelo sustento de 3% dos aposentados

Agência Brasil

Trabalhadores nascidos em maio podem sacar até R$ 1 mil no FGTS

Agência Brasil

Dólar fecha em R$ 5,0578, registrando forte queda nesta sexta-feira

Agência Brasil

Crime de guerra: Ucrânia inicia primeiro julgamento de soldado russo

Agência Brasil

Smartphones sem carregadores pode abrir processo em todos em Procons do Brasil contra Apple e Samsung

Agência Brasil

Taxa de desemprego fica estável no primeiro trimestre, aponta IBGE

Agência Brasil

Deixe seu comentário