Guia do Investidor
mei
Empreendedorismo Notícias

Vendas dos microempreendedores e autônomos caem 9,14% em abril

O Índice SumUp do chegou 62,67 pontos no período, atingindo o segundo pior patamar em um ano

Os microempreendedores e autônomos continuam a acumular resultados ruins em 2022. Segundo o Índice SumUp do Microempreendedor (ISM), a atividade econômica do setor caiu 9,14% em abril ante março de 2022, atingindo 62,67 pontos. Em relação a abril de 2022, a queda foi maior: 16,42%.

Ainda de acordo com o estudo exclusivo da SumUp, os dados de abril representam o segundo pior resultado do ISM em um ano, superando apenas o registrado em fevereiro de 2022.

O ISM mostra um retrato fiel da realidade econômica do , pois reflete as relações de consumo das classes mais pobres, que são a maioria no País. Só para se ter uma ideia, o último levantamento do IBGE mostrou que há mais de 24,5 milhões de profissionais no País.

Renan Pieri, professor da Fundação Getúlio Vargas e um dos responsáveis por formular o índice, aponta que o recuo em relação ao ano passado tem a ver com a menor renda das famílias.

“Essa queda na renda é causada por duas razões. A primeira é o desemprego, que, embora tenha caído, está em um patamar elevado. A segunda é a desvalorização do poder de compra dos consumidores, que estão pressionados pela . Tudo isso faz com que as pessoas tenham que ‘apertar’ o orçamento e consumir menos, o que puxa para baixo o ISM.”

“Em relação à queda ante março, há ainda um fator sazonal: tivemos dois feriados prolongados em abril que causaram uma queda expressiva nas vendas”

complementa Pieri.

Carlos Grieco, diretor de Meios de Pagamento da SumUp, aponta que os e autônomos devem continuar em um momento desafiador.

“Enquanto indicadores como a inflação e a taxa Selic, recém aumentada, continuarem elevados, o cenário econômico dos da base da pirâmide deve continuar desfavorável”

diz.

Produzido pela SumUp, fintech de meios de pagamento para micro e pequenos empreendedores, o ISM é construído com base em dados de negócios de profissionais informais, além de MEIs e microempresas de todos os estados brasileiros e de mais de 30 ramos de atividades distintos.

Leia mais  MEIs poderão renegociar dívidas do Simples Nacional em até 180 meses

Como funciona o ISM

A divulgação do Índice SumUp do Microempreendedor (ISM) é uma contribuição da SumUp para o País, com o intuito de ampliar o acesso às informações sobre a brasileira. O ISM é calculado a partir de um método estatístico robusto, mas simples, que permite explicar o desempenho do setor microvarejista.

O ISM considera fatores como sazonalidade, diferenças demográficas do País e participação de cada estado no PIB, assim como o volume de vendas processados pelos produtos da SumUp. O gráfico resultante permite entender o comportamento do para microempreendedores no Brasil.

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

4 motivos para o microempreendedor individual ter uma conta pj

Guia do Investidor

Micro, Pequenas e Médias Empresas: Comemorando o Empreendedorismo no Brasil

Autor Convidado

Será que vale a pena ser PJ?

Guia do Investidor

Empreendedores na América Latina poderão receber financiamento em criptomoedas com a Bitso e Addem Capital

Guia do Investidor

Empreendedorismo: conheça 4 tipos, segundo professor da área

Guia do Investidor

Alfabetização financeira das micro e pequenas empresas brasileiras supera média de integrantes do G20

Guia do Investidor

1 comentário

Eumesmo 08/06/2022 at 04:35

Isso mostra como a economia não tá bombando como diz o governo, principalmente os informais e de baixa renda, e olha que em abril ja estava tudo aberto sem desculpa de lockdown, mas o povo não ta consumindo por nao ter renda mesmo.

Responder

Deixe seu comentário