Guia do Investidor
vibra ezvolt
Notícias

Vibra (VBBR3) ingressa em eletromobilidade, aportando na startup EZVolt

A (VBBR3) anunciou, nesta quinta-feira (03/02), seu ingresso na eletromobilidade, através de aporte inicial de R$ 5 milhões na startup Easy Volt (“EZVolt”), empresa que possui uma das maiores redes de recarga elétrica no e a primeira a atuar no conceito de “charge as a service” no país. Os recursos disponibilizados para a EZVolt podem ser convertidos pela Vibra, no futuro, em participação na sociedade. A transação conta ainda com mecanismos de opção de compra, caso opte pela conversão das .

A EZVolt é líder no mercado de recarga de veículos elétricos (“EVs”) em âmbito nacional, sendo a primeira empresa brasileira a operar em um modelo de negócio conhecido como “charge as a service”. Além destes diferenciais, a startup possuí um centro de operações proprietário desenvolvido com tecnologia de ponta operando em regime 24×7 e modelo de negócio flexível para os mercados B2B e B2C.

eletroposto ezvolt
Imagem: Reprodução EZVolt

A startup já opera em 9 estados do Brasil (Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco e Distrito Federal), atendendo frotas corporativas e veículos de passeio. Em sua rede própria de eletropostos, os clientes podem fazer a recarga com experiência integrada, efetuando o pagamento pelo serviço diretamente via aplicativo móvel, um diferencial até então no mercado Brasileiro.

Leia mais  Ações de Petróleo disparam nesta segunda; o que aconteceu?

Essa iniciativa marca a entrada da Vibra no ecossistema de eletromobilidade, na direção estratégica de desenvolver a principal rede de recarga de veículos elétricos no Brasil em sua rede de postos urbanos e rodoviários, bem como oferecer soluções dedicadas a frotas, estações públicas, estabelecimentos comerciais e estacionamentos

A Vibra pretende atuar na oferta de soluções de recarga de EVs aos seus clientes e parceiros, integrando a operação de recarga, soluções digitais e fornecimento de energia elétrica a partir de fontes renováveis tais como eólica e solar, reforçando seu posicionamento de se tornar uma empresa completa de energia.

Recentemente a Vibra lançou seu hub de inovação, o Vibra co.lab, que tem como missão intensificar conexões com startups para gerar resultados tanto no core como em novos negócios para a Vibra, e o investimento na EZVolt, primeiro da Vibra em uma Startup, reforça esse posicionamento.

Segundo Bernardo Winik, Diretor Executivo de Comercial B2B, “o mercado de recarga de veículos elétricos possui grande potencial de crescimento para os próximos anos e através dessa parceria a Vibra demonstra estar atenta às tendências e movimentos do mercado, conectada com o ambiente de inovação, visando agregar mais este serviço para seus consumidores”.

Leia mais  Ações da BR Distribuidora disparam com privatização

O e fundador da EZVolt, Gustavo Tannure, vê essa parceria como uma maneira de escalar ainda mais as operações da empresa, aproveitando a capilaridade comercial da VIBRA:

“O dia de hoje marca o início de uma nova era na existência da EZVolt. Com o apoio da Vibra teremos condições de escalar nossa operação, ampliando nossa infraestrutura para recarga de veículos elétricos e nos preparando para atender a demanda deste mercado, que apresenta um crescimento exponencial ao redor do mundo”.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Vibra (VBBR3) disponibiliza Diesel Inverno na região Sul

Guia do Investidor

Vibra investe R$ 70 milhões em obras de ampliação no Porto de Miramar, em Belém (PA)

Guia do Investidor

Vibra (VBBR3) quer se tornar referência em gás natural

Leonardo Bruno

Vibra (VBBR3): Em operação de R$ 1,22 bilhão, Vibra passa a deter 50% da Comerc

Ruan Sousa

As melhores ações ESG para comprar em Maio

Leonardo Bruno

Com queda de 34% Vibra lucra R$ 325 milhões no 1T22

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário