Guia do Investidor
salao de beleza 1
Agência Brasil Notícias

Volume de serviços cresce 0,2% de março para abril, diz IBGE

O volume de serviços no apresentou um crescimento de 0,2% de março para abril deste ano. Esta é a segunda alta consecutiva do indicador, medido pela Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o resultado, os serviços estão 7,2% acima do nível de fevereiro de 2020, ou seja, do patamar pré-pandemia, mas ainda se encontram 4,2% abaixo de novembro de 2014, o ponto mais alto da série histórica.

Os serviços também apresentaram altas de 9,4% em relação a abril de 2021, de 9,5% no acumulado do ano e de 12,8% no acumulado de 12 meses.

A alta de 0,2% na passagem de março para abril foi puxada por duas das cinco atividades pesquisadas: informação e comunicação (0,7%) e serviços prestados às famílias (1,9%).

Por outro lado, três atividades tiveram queda no período: transportes (-1,7%), profissionais, administrativos e complementares (-0,6%) e outros serviços (-1,6%).

O índice de atividades turísticas cresceu 2,5% em abril ante março. Com isso, o segmento de turismo se encontra 3,4% abaixo do patamar pré-pandemia.

Leia mais  Estimativa para expansão do crédito em 2022 cresce novamente, chega a 8,3%

A receita nominal dos serviços cresceu 0,9% de março para abril, 16,5% na comparação com abril de 2021, 15,7% no acumulado do ano e 17,8% no acumulado de 12 meses.

Fonte: Agência Brasil

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Confiança Empresarial sobe 1,4 ponto em junho e registra sua quarta alta consecutiva

Guia do Investidor

Receita alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

Agência Brasil

Citado em denúncias de assédio, vice-presidente da Caixa renuncia

Agência Brasil

Nova presidente da Caixa assume cargo na terça-feira

Agência Brasil

Festas juninas devem movimentar este ano R$ 641 milhões em São Paulo

Agência Brasil

Dólar chega a R$ 5,32 e atinge maior valor em cinco meses

Agência Brasil

Deixe seu comentário