Guia do Investidor
FIAgro o que é
Guias

FIAgro O que é? Guia Completo de como investir em Fundos de Agronegócios

é uma nova maneira de investir no , que vem crescendo, exponencialmente, desde sua implantação no ano passado. Tendo em vista ser a agricultura o setor mais importante da brasileira, o Fiagro veio trazer formas de se investir por meio do mercado financeiro. Ou seja, investir sem precisar atuar, de fato, no setor agrícola.

Basicamente, é um fundo de investimento que objetiva a capitação de recursos, através de seus investidores, para negociação de ativos do agronegócio.

Esta categoria de fundo teve implantação há pouco mais de um ano, através da publicação da Lei n° 14.130, em março de 2021. Logo após, regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CMV), com a Resolução n° 39, publicada em julho deste mesmo ano. Em resultado, o FIAgro tem se mostrado um investimento sólido e rentável.

Fiagro é uma inovação no mundo dos do agronegócio. Diante de sua acessibilidade ao investidor pessoa física, é uma ótima oportunidade de aplicação. Sobremaneira, para diversificação de carteira de investimentos do investidor do varejo.

O que é FIAgro?

Fiagros, sigla para Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais, são os ativos do mercado financeiro que, com o capital de seus investidores, movimenta o setor do agronegócio na economia brasileira.

Neste ínterim, os investimentos podem ser voltados para o investidor pessoa física, de pequeno capital, ou também àquele que deseja injetar capital superior a R$ 1 milhão.

Assim como todo fundo de investimentos, o Fiagro é um veículo de aplicação coletiva, onde há um conjunto de recursos para uma destinação em determinado setor, por meio de um gestor qualificado. Sobremaneira para os Fiagros, os recursos são destinados para o desenvolvimento de toda cadeia produtiva agroindustrial.

Ou seja, as estratégias dos administradores do fundo podem ser desde aquisição de terras agrícolas, como para maquinários, matéria-prima, produto final e ativos financeiros. Afinal, a cadeia produtiva no setor agro é imensa.

FIAgro o que é
FIAgro o que é

Qual importância do Agronegócio no Brasil?

O Agronegócio, sem dúvidas, é o grande impulsor da economia brasileira, inclusive superior ao mercado imobiliário. Conforme último levantamento, o setor do Agronegócio representa 27,4% do PIB Nacional. Em contrapartida, o mercado imobiliário apresenta cerca de 13%.

Além disso, o Brasil é considerado o maior produtor agrícola do mundo, ao que se refere relação de produtividade com área utilizada. Inclusive, nosso país possui a maior área de floresta nativa preservada ou de reflorestamento. Sobremaneira diferente do que muitos pensam a respeito da questão do desmatamento no país.

De onde surgiram os FIAgros?

A criação dos FIAgros houve inspiração através dos Fundos Imobiliários, os tão conhecidos FIIs. Ou seja, os FIIS foram um modelo a se seguir, diante da sua comprovada solidez no mercado financeiro. Porém, diferente dos Fundos Imobiliários, os FIAgros tem o foco em ativos que envolvam o setor agroindustrial, como, por exemplo, compra de fazendas e participação em sociedades agrícolas.

À princípio, a atividade agroindustrial no Brasil era financiada, em sua maioria, pelo governo. Assim, através do Sistema Nacional de Crédito Rural, o governo federal utiliza-se dos investimentos do Tesouro Direto. Logo após, por intermédio de instituições financeiras, disponibiliza créditos para financiamento do setor agro.

Entretanto, no decorrer dos anos, estes créditos passaram a não suficientes para suprir as demandas do setor. Desse modo, passaram-se a se tornar principais os créditos advindos de financiamentos privados, via cédulas de produto rural. Em resultado, os créditos privados tornara-se o principal capital no fomento do agronegócio.

Como funciona a cadeia da agroindústria?

Simplificadamente, devemos ter em mente que a produção do setor agrícola não se exaure na lavoura. Ou seja, a cadeia de produção e consumo vai muito mais além da “porteira”. Assim, até se chegar ao consumidor final, há um longo caminho a se percorrer, que envolvem diversas atividades econômicas.

Leia mais  Bookbuilding: O que é? Aprenda tudo sobre e como funciona

Como, por exemplo, condições para plantio, criação de animal, aquicultura, agropecuária, extração vegetal e muitos outros. Neste ínterim, falamos de insumos, sementes, máquinas agrícolas.

Pensemos em um exemplo do nosso cotidiano: como o Etanol chega aos tanques de nossos veículos? Basicamente, para a matéria-prima cana-de-açúcar, deve haver o produtor, aquisição de terras férteis, plantio, maquinário, trabalhadores, colheita.

Além disso, também se gera valor econômico com os subprodutos da cana, ou seja, seus resíduos também possuem valor econômico. Como, por exemplo, o bagaço da cana processada, serve para queima e produção de bioenergia.

Desta maneira, podemos enxergar a amplitude de negócios a que um FIAgro pode destinar os recursos advindos dos investidores. Aos olhos do investidor, que está fora da atividade econômica, o alcance pode ser até mesmo imensurável. Pois, o mercado agroindustrial tem uma vasta extensão na cadeia produtiva.

FIAgro o que é
FIAgro o que é

Como funcionam os FIAgro?

Em geral, em FIAgros, o capital dos investidores são utilizados em aplicações em imóveis rurais e para investimentos em atividades relacionadas a cadeia de produção do setor agroindustrial.

Ainda mais, os fundos agro também podem investir em títulos de créditos ou valores mobiliários. Pelos quais podem ser emitidos tanto por pessoas físicas quanto jurídicas integrantes da cadeia produtiva do agronegócio.

Existem também FIAgros que investem na compra de títulos do setor privado, por meio de debêntures, direitos creditórios e títulos de securitização, como os CDAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio).

Além disso, a depender da categoria do FIAgro, também podem fazer investimentos em imóveis rurais e comprar participações em sociedades de capital fechado.

Portanto, os FIAgros são similares aos fundos de investimentos negociados no mercado financeiro. No entanto, com características um pouco diferentes, para poderem se adequar ao setor do agronegócios. Características estas que o tornam mais atrativos, sobremaneira aos investidores pessoa física.

Quais são as principais características deste fundo?

Como falamos anteriormente, a agricultura é um dos maiores segmentos da economia brasileira. Então, os FIAgros foram criados para impulsionar o setor e possibilitar que investidores em geral possam também ter acesso.

Para se fazer entender melhor as características dos FIAgros, podemos fazer um comparativo com os Fundos Imobiliários tradicionais.

FIAgrosFII Tradicionais
Recursos para investir emImóveis Rurais;
CRA, LCA (ou CRI lastrado em imóveis rurais;
Cotas de FII com políticas em imóveis
Bens imóveis;
CRI, LCI
Cotas de FII
Outros (regulados pela CVM)
RendimentosDistribuição semestral não é obrigatória. Depende da política de distribuição da gestão do FIAgroObrigação de distribuição de rendimentos semestralmente

Antes da criação do FIAgro, para se investir no setor agro no mercado financeiro, somente era possível através de ações. Agora, com os FIAgros, as oportunidades de ativos cresce exponencialmente, principalmente para o pequeno investidor.

Pois, por cotas acessíveis, ele poderá escolher um fundo de investimento focado unicamente no setor agro. Assim, este pode atuar nas mais diversas áreas do mundo agro, como citamos anteriormente.

FIAgro o que é

O que se deve analisar antes de comprar um FIagro?

Embora seja um nicho de mercado atrativo, não podemos esquecer que se trata de um investimento em renda de renda variável. Ou seja, não traz a segurança de títulos de renda fixa, como ativos do Tesouro Nacional ou de ativos privados, como os CDBs (Certificados de Depósito Bancário).

Desta maneira, toda estrutura do FIAgro deve ser analisada, como:

  • ativos de produção ou indústria. Como, por exemplo, investimentos em imóveis rurais, cotas em sociedades, direitos creditórios, valores mobiliários, açõe, desde que no contexto de atividades relacionadas a cadeia produtiva agroindustrial;
  • se o segmento do fundo está ou não em alta;
  • quem é o gestor do fundo e qual sua reputação no mercado;
  • como serão distribuídos os rendimentos aos investidores;
  • proposta estratégica do fundo para sua lucratividade;
  • capacidade de gerir a carteira em caso de prejuízo e quais são as garantias;
  • do papel do FIAgro (D+2, a partir da negociação).

Quais são as categorias de FIAgros?

Conforme os termos da resolução da CVM, número 39, o FIAgro precisa ser listado na bolsa entre as seguintes categorias:

FIAgro Imobiliário (FIAgro-FII)

Referente a investimentos em ativos imobiliários voltados para o agronegócio, nos termos da Instrução CVM 472.

Em síntese, são fundos imobiliários voltados unicamente para terras agrícolas. Neste sentido, a rentabilização ocorrerá conforme os imóveis se valorizarem.

Para aquisição de terras agrícolas, como, por exemplo, fazendas, exige-se muito dinheiro, além da complexidade da negociação propriamente dita. Fato este que possivelmente inviabilizaria o investidor, em geral, de ingressar neste mercado.

Leia mais  Como Comprar Ações da Petrobras (PETR4); Confira

Assim, o FIAgro-FII trouxe a oportunidade para o pequeno investidor, ainda que com pouco dinheiro, tenha acesso a aplicações no setor imobiliário do agronegócio.

Dessa maneira, é uma forma de democratizar o acesso a aplicações no setor do agrícola, com oportunidades também aos pequenos investidores.

FIAgro o que é

FIAgro de Direitos Creditórios (FIAgro-FIDC)

Basicamente, são fundos de investimentos em Direitos Creditórios do setor do agronegócio, conforme a Instrução da CVM 356.

Em outras palavras, FIAgro-FIDC significa que o fundo planeja investimentos focados em direitos creditórios agrícolas. Nesse sentido, os direitos creditórios que movimentarão o fluxo de caixa das empresas.

Ou seja, como a receita das empresas pode ser ocasionalmente, os FIDC trará recursos para que as empresas não parem suas operações. Assim, levantarão recursos financeiros para todos os custos, com créditos com juros mais atrativos.

Em contrapartida, os investidores têm a possibilidade de investimentos com e liquidez previamente estabelecidos.

FIAgro Participações (FIAgro-FIP)

Neste sentido, são os fundos que investem em sociedades agroindustriais, conforme a Instrução da CVM 578. Este FIAgro é mais complexo que os demais, além de ser restrito para investidores qualificados (Instrução CVM nº 539). Ou seja, aqueles que têm, como principal requisito, mais de R$ 1 milhão em investimentos financeiros.

Além disso, também outros investidores que não utilizam recursos de investidores, como corretoras, instituições financeiras e gestores de recursos.

Nesse sentido, os FIAgros Participações são voltados, em geral, para a aquisição de ações de sociedades anônimas, não listadas na bolsa, ou sociedades limitadas. Em resultado, não possuo os dados públicos das empresas para fácil consulta.

Basicamente, estes fundos são aqueles que chamamos de Private Equility (capital privado), que, em suma, são aplicações do capital em companhias ou empresas fechadas.

image 131
Fonte: XP Investimentos

Como são os rendimentos em FIAgros?

Sobretudo, os rendimentos em FIAgro são realizados de acordo com sua categoria. Além disso, a categoria também tem influência na liquidez do fundo:

  • FIAgro-FII: rendimentos alcançados com a venda ou locação de imóveis rurais, com distribuição periódica aos acionistas, a depender da gestão do fundo.
  • FIAgro-FIDC: o lucro do investimento advém dos rendimentos distribuídos em razão da compra dos direitos creditórios. Além disso, a rentabilidade também pode ser pela diferença entre o preço de compra e de venda (ganho de capital).
  • FIAgro-FIP: nesta categoria de condomínio fechado, emitidos com registro no balcão, tem como característica importante que, em geral, possuem prazo de duração indeterminado. Dessa maneira, aumenta sua liquidez, o que quer dizer que o investidor pode negociar os títulos livremente no mercado secundário.

Vantagens e desvantagens dos FIAgros

Os FIAgros são mais uma opção de investimentos no agronegócio brasileiro, agora acessível a todos os investidores. Em contrapartida, potencializada o desenvolvimento do maior setor do país. Porém, como todo investimento, possui vantagens e desvantagens:

Vantagens

Diversificação

Investir no agronegócio traz uma diversificação de ativos, que variam, entre imóveis rurais, ativos financeiros e participação em sociedades, desde que integrantes de atividades agrícolas.

Somente na bolsa de valores, temos diversos exemplos de ativos financeiros negociados, como soja, milho, e boi gordo. Vale destacar que muitos destes ativos possuem seus preços atrelados ao e, assim, a diversificação dos investimentos torna-se ainda maior.

Facilidade de investir e isenção de

Agora é possível investir no setor agroindustrial sem precisar gastar valores exorbitantes como, por exemplo, para comprar um imóvel rural. Nesse sentido, com os FIAgros é possível investir no setor com pouco capital.

Além disso, não precisará se preocupar com a estratégia de negócios específica do setor. Ou seja, haverá um gestor especializado no segmento, que fará todo estudo para busca de operações lucrativas. Como, por exemplo, compra e venda de imóveis, manutenção, locação, compra e venda de ativos imobiliários, impostos, etc.

Portanto, com os FIAgros se tornou simples e prático investir no mercado do agronegócio, sem a necessidade de participação em empresas ou até mesmo compra de terras.

Ainda mais, um dos fatores mais atrativos é a isenção de imposto de renda. Então, sobre os rendimentos distribuídos para pessoas físicas, há o benefício fiscal de isenção de IR.

Desvantagens

Como qualquer outro investimento, ainda que pequeno, sempre há um risco, e com os FIAgros não diferiria.

  • taxa de administração do fundo;
  • sem garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito);
  • Risco de crédito, em caso de devedores dos fundos não cumprirem com suas obrigações de pagamentos;
  • baixa liquidez, em geral;
  • fundo ficar sem diversificação em seus ativos;
  • risco de eventos climáticos inesperados influenciarem na safra e, em consequência, na lucratividade.
Leia mais  Consórcio Imobiliário como funciona? Vale a pena? Entenda sobre

Vale a pena incluir FIAgros na carteira?

Antes de tudo, vale destacar que o crescimento do setor do agronegócio cresceu exponencialmente nos últimos dez anos.

Neste sentido, no ano de 2012 o Patrimônio Líquido (PL) da agroindústria era de cerca de R$ 26 bilhões. Ao passo que atualmente, o PL do setor gira em torno de R$ 226 bilhões. Isso mesmo, o PL multiplicou-se em 10.

Desse modo, considerando o potencial de expansão e a diversificação do negócio, a expectativa é que esta alta continue. Ainda mais agora com os FIAgro, onde será injetado cada vez mais capital para o desenvolvimento do mundo agro.

Portanto, investir em FIAgros é uma das melhores opções para diversificação de carteira de investimentos, com menores riscos e maiores rentabilidades.

Como investir em FIAgros?

Agora que você conhece os FIAgros, suas categorias e vantagens e desvantagens, poderá investir diretamente em sua corretora de valores.

No entanto, somente após saber o seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado), poderá adquirir seus ativos. Mas isso é simples, diretamente em sua corretora, deverá preencher um breve questionário, que trará o resultado rapidamente.

Sobretudo, a maioria dos FIAgros são destinados aos investidores com perfis moderados e arrojados, tendo em vista tratar-se de investimento de renda variável. Ou seja, estes investidores têm tolerância maior ao risco de investimentos em bolsa de valores.

Os investidores em FIAgros tendem a estabelecer objetivos para o longo prazo, para que, assim, podem diminuir os seus riscos,

Então, basta fazer o seu aporte e comprar o FIAgro escolhido, semelhantemente a compra de ações. Nesse sentido, deverá entrar em seu , por intermédio da sua corretora de valores. Então, basta localizar o FIAgro através de seu código (“ticker”) de identificação.

Logo após, basta emitir sua ordem de compra e esperar a liquidação ser efetivada. Assim, suas cotas passarão a fazer parte da sua carteira.

Todavia, não devemos esquecer da importância da diversificação da carteira de investimentos. Sendo assim, estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazos aos seus investimentos. Ainda, tenha suas aplicações em diversos segmentos do mercado financeiro, entre renda fixa, variável e, até mesmo, investimentos internacionais.

FIAgro o que é

FIAgros listados na bolsa brasileira

Conforme planilha abaixo, atualmente existem 22 FIAgros listados na bolsa, dentre eles, os que estão em destaque já foram negociados.

Razão SocialFundoTicker
051 AGRO FDO INV NAS CAD PROD AGRO – FIAGRO – IMOBFIAGRO 051FZDA11
BB FDO DE INV DE CRÉDITO FIAGRO – IMOBILIÁRIOFIAGRO BBGOBBGO11
CANVAS FDO DE INV NAS CAD PROD AGRO – FIAGRO IMOBFIAGRO CCFACCFA11
CAPITANIA AGRO STRATEGIES – FIAGRO – IMOBILIÁRIOFIAGRO CPTRCPTR11
DEVANT FDO INV NAS CAD PROD  AGROIND – FIAGRO IMOBFIAGRO DEVANDCRA11
ECOAGRO I FDO INV CADEIAS PROD AGROIND FIAGRO IMOBFIAGRO ECOEGAF11
FDO INV CAD PRO AGRO EXES ARAGUAIA – FIAGRO IMOBFIAGRO AGRXAGRX11
FDO INV CADEIAS PROD AGRO RIZA AGRO FIAGRO IMOBFIAGRO RIZARZAG11
FDO INV CADEIAS PROD AGROIND JGP CRED FIAGRO IMOBFIAGRO JGPJGPX11
FG/AGRO FDO DE INVEST – FIAGRO – IMOBILIÁRIOFIAGRO FGAFGAA11
GALÁPAGOS RECEBÍVEIS DO AGRONEGÓCIO – FIAGRO-IMOBFIAGRO GLPGGCRA11
HIGH FUNDO DE INVESTIMENTO AGRO FIAGRO IMOBFIAGRO HIGHHGAG11
ITAU ASSET RURAL FIAGRO – IMOBILIÁRIOFIAGRO RURARURA11
KINEA CRÉDITO AGRO FIAGRO-IMOBILIÁRIOFIAGRO KINEAKNCA11
LESTE FDO INV CAD PROD AGROIND FIAGRO IMOBFIAGRO LESTELSAG11
NCH EQI RECEBÍVEIS DO AGRONEGÓCIO FIAGRO IMOBFIAGRO EQIANCRA11
OURINVEST INNOVATION – FIAGRO IMOBILIÁRIOFIAGRO INNOVOIAG11
PLURAL CRÉDITO AGRO – FIAGRO – IMOBILIÁRIOFIAGRO PLURPLCA11
SFI INVESTIMENTOS DO AGRONEGÓCIO – FIAGRO -IMOBFIAGRO SFIIAGR11
VALORA CRA FDO INV NAS CAD PROD AGRO FIAGRO – IMOBFIAGRO VGIAVGIA11
VECTIS DATAGRO CR AGR – FDO INV CAD PROD AG – IMOBFIAGRO VCRAVCRA11
XP CRÉDITO AGRÍCOLA FDO INV FIAGRO IMOBILIÁRIOFIAGRO XP CAXPCA11

Quais são as outras opções para investir no mundo agro?

Porém, se o seu apetite a risco for menor, sobretudo se o seu perfil for conservador, investir em títulos de renda fixa é a melhor opção.

Desse modo, poderá investir em Certificados de Recebíveis Agrícolas (CRAs), títulos emitidos por securitizadoras. Assim, terá a segurança de um título de renda fixa lastreado em recebíveis.

Os CRAs são originados do setor agrícola, diante das transações realizados por seus produtores rurais, como, por exemplo, financiamentos para angariar recursos para produção. Em outras palavras, os CRAs emitidos são transformados em dívidas, como empréstimos e financiamentos, para o setor do agronegócio.

Ainda mais, os CRAS podem ser tanto prefixados como pós-fixados, além de ter o benefício fiscal de isenção de imposto de renda para pessoa física.

Nesse ínterim, existem também os LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio). Ao passo que, semelhante ao CRA, também é um título de renda fixa. Porém, neste caso a emissão é realizada por instituições financeiras, assim, possuem garantia do FGC, diferente do CRA.

Contudo, importante ressaltar a importância do agronegócio do Brasil, que, atualmente, representa 27,4% do PIB Nacional. Sendo este o maior percentual desde 2004, que foi 27,5%.

Portanto, desde a criação dos FIAgros, que começaram a ser negociados na B3 em agosto de 2021, já foram negociados pelos investidores, um total de volume de captação de R$ 3,77 bilhões. Ainda mais, considerando as recentes ofertas públicas, a expectativa é alcançar R$ 5,57 bilhões.

Logo após os FIAgros entrarem no mercado, com primeira emissão em outubro, mais outros 10 foram emitidos no mesmo ano, no montante total de R$ 1,23 bilhão. Em seguida, no primeiro trimestre deste ano, ocorreram mais sete emissões, com volume de R$ 1,88 bilhão.

Por fim, diante desta inovação trazida pelos FIAgros, potencialmente veremos um crescimento exponencial, que refletirá positivamente no bolso dos seus investidores.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

SNAG11: Suno Asset e Boa Safra Sementes (BOAS3) se unem e lançam Fiagro

Guia do Investidor

CRA O que é? Saiba tudo sobre o Certificado de Recebíveis do Agronegócio

Cristiane Luzio Rodrigues

🎧 “A Faria Lima está conhecendo o Agro agora”: esqueça os FIIs e conheça os FIAgros

Guia do Investidor

Ciclo do agronegócio dá sinais de arrefecimento

Guia do Investidor

Empresas Agro Bolsa | Empresas Agro B3: Como investir no agronegócio

Guia do Investidor

Banrisul (BRSR6) anuncia maior Plano Safra de sua história com R$ 7 bilhões em crédito

Guia do Investidor

Deixe seu comentário