Guia do Investidor
criptomoedas
Criptomoedas Notícias

4 mitos sobre as Criptomoedas para “cair por terra”

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Os ativos digitais estão conquistando cada vez mais espaço na carteira dos investidores. Estudo encomendado pela Sherlock Communications, intitulado “Relatório Blockchain — Latam 2022”, revela que somente no Brasil mais de 25% das pessoas entrevistadas afirmaram que esperam adquirir criptomoedas nos próximos 12 meses.

No entanto, apesar de muito acessível e presente no dia a dia, alguns mitos ainda confundem eventuais investidores.

Para Gustavo Frachia, sócio da Fidelis Fintech, plataforma que reúne soluções financeiras em Banco Digital e Crypto Exchange com Programa de Recompensas, os ativos digitais já estão presentes no dia a dia dos brasileiros há muito tempo.

No entanto, soluções integradas oferecidas pelo varejo, por exemplo, estão tornando esse universo ainda mais acessível.

O especialista elenca quatro mitos ainda difundidos que rondam o setor:

Só consigo comprar criptomoedas em dinheiro?

Mito. Apesar de muito comum, há no mercado criptomoedas que são integradas a diferentes sistemas. Por vezes, ao adquirir produtos ou serviços em algumas redes, o consumidor consegue acumular pontos de fidelidade e adquirir ativos digitais por meio das suas recompensas nesses sistemas.

Leia mais  Participação de criptoativos nas Bolsas serão realidade, mas ainda dependem de regulamentação, alerta Ibracon

Todos os players que trabalham neste setor são anônimos e isso traz insegurança?

Mito. Há muito tempo há opções no mercado que não são anônimas e, inclusive, são renomadas. Grandes marcas financeiras já operam nessa área, mas sempre é vital realizar uma ampla pesquisa antes de qualquer investimento.

Os ativos digitais sempre se valorizam?

Mito. Cada ativo possui suas particularidades. É preciso avaliar caso a caso, assim como no mercado de ações. É vital escolher ativos de confiança, que não se escondam atrás do anonimato, e que contemplem diferentes benefícios, interligados com programas de fidelidade, banco digital e Exchange. Ter a real dimensão de como aquele ativo pode navegar no longo prazo é fundamental.

Só consigo gastar as criptomoedas adquirindo outras criptomoedas?

Mito. Embora amplamente difundido, ainda é importante ressaltar que muitos estabelecimentos já aceitam as criptomoedas. O universo dos varejistas e comerciantes está cada vez mais se integrando a esses sistemas a fim de atrair e reter clientes.

Leia mais  IGP-10 tem queda de preços de 0,59% em novembro

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Cartão Porto Bank Visa Infinite: é bom? Vale a pena?

Lara Donnola

Contas externas têm saldo negativo de US$ 2,52 bilhões em abril

Agência Brasil

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do RS

Agência Brasil

Deterioração da economia deve parar queda da Selic

Márcia Alves

Brasil registra mais um déficit em conta corrente

Márcia Alves

Governo sobretaxa misturas no aço usadas para burlar punições

Agência Brasil

Deixe seu comentário