Guia do Investidor
Fonte/Reprodução
Notícias Recomendações

As ações mais recomendadas para comprar em Abril

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O índice Ibovespa, principal referência do mercado acionário brasileiro, apresenta uma leve queda de 0,7% em março, encerrando o primeiro trimestre de 2024 com uma desvalorização acumulada de 4,5%. Segundo análise da Genial Investimentos, esse desempenho coloca o Ibovespa como o pior entre as Bolsas globais no período em questão.

Diante desse cenário, os analistas têm promovido várias mudanças nas carteiras recomendadas de ações para o mês de abril. Observa-se um aumento significativo, cerca de 28%, nas trocas de papéis em comparação com março. Entre as inclusões mais destacadas para este mês, estão as Lojas Renner (LREN3) e Weg (WEGE3), ambas com quatro apontamentos.

Na liderança das recomendações, encontra-se a Vale (VALE3), que mantém sua posição com oito indicações, seguida pelo Itaú Unibanco (ITUB4) com seis. Em terceiro lugar, destaca-se a Localiza (RENT3) com cinco escolhas. Cyrela (CYRE3), Petrobras (PETR4) e Sabesp (SBSP3) fecham a lista de destaques, todas com quatro citações. A Vivara (VIVA3), por sua vez, perdeu três recomendações e não figura na relação deste mês.

As cinco companhias mais indicadas são elencadas a partir da visão de analistas do mercado. Em situações de empate, o número de empresas pode ser maior. A análise inclui os desempenhos de cada papel não apenas em março, mas também em 2024 e nos últimos 12 meses, oferecendo uma visão completa do mercado de ações e das perspectivas dos analistas para o período em questão.

No que diz respeito às análises específicas das empresas, o BTG Pactual destaca a Lojas Renner (LREN3) como sua escolha preferida no segmento de varejo de vestuário, ressaltando sua posição bem consolidada no mercado brasileiro e seu potencial para ganhar participação de mercado. A corretora destaca também uma melhoria gradual na rentabilidade e na posição de caixa líquido da empresa, além de beneficiar-se de possíveis cortes nas taxas de juros.

Já a BB Investimentos analisa a Weg (WEGE3) e pondera que, embora o consenso de mercado projete uma desaceleração nas tendências de crescimento a curto prazo, a tese de investimento no papel permanece sólida para o longo prazo, dada as vantagens competitivas da empresa e seu posicionamento em temas globais de eficiência e sustentabilidade.

Leia mais  Localiza (RENT3) tem alta de 108,9% no lucro do 1T21

No caso da Vale (VALE3), a Ágora Investimentos destaca os resultados fortes apresentados no quarto trimestre de 2023, impulsionados pelo desempenho operacional e pela sólida geração de caixa.

Essas análises demonstram a complexidade e a profundidade das recomendações feitas pelos analistas do mercado financeiro, levando em consideração tanto os aspectos específicos de cada empresa quanto o contexto macroeconômico e as tendências do mercado. A diversidade de opiniões e abordagens reflete a dinâmica do mercado de ações e as diferentes estratégias adotadas pelos investidores em busca de retornos satisfatórios.

Lojas Renner (LREN3)
O BTG Pactual reitera sua preferência pela Renner no segmento de varejo, destacando sua posição bem consolidada no mercado brasileiro de vestuário. Apesar da desaceleração nas vendas nos últimos trimestres, a instituição acredita que a empresa está bem posicionada para ganhar participação de mercado. Além disso, o BTG Pactual vê o negócio de financiamento ao consumidor da LREN como um potencial beneficiário de cortes nas taxas de juros, justificando sua classificação de compra.

Weg (WEGE3)
A BB Investimentos projeta um cenário de acomodação nas tendências de crescimento da Weg no curto prazo, mas mantém uma visão positiva para o longo prazo. A corretora destaca as vantagens competitivas da empresa, sua capacidade operacional e seu bom posicionamento para capturar oportunidades no ambiente global de eficiência e sustentabilidade. Os analistas acreditam que esses temas devem permear progressivamente o setor de bens de capital nos próximos anos.

Leia mais  Petrobras: Desembargador reverte decisão de afastamento de conselheiro

Vale (VALE3)
Apesar de perder uma recomendação em relação ao mês anterior, a Vale continua liderando as recomendações com oito escolhas. A Ágora Investimentos destaca os resultados fortes da mineradora no quarto trimestre de 2023, impulsionados pelo desempenho operacional e pela sólida geração de caixa.

Itaú Unibanco (ITUB4)
A Ágora Investimentos expressa confiança na capacidade do Itaú Unibanco de manter seu retorno sobre o patrimônio líquido acima de 20%, apesar da recente volatilidade nos números, em todos os segmentos de negócios.

Localiza (RENT3)
A Ativa Investimentos aumentou o peso relativo da Localiza em sua carteira recomendada para abril, devido à queda das ações nas últimas semanas. A corretora está confiante de que a empresa conseguirá compensar a alta depreciação com ajustes nas diárias e ganhos de eficiência nos segmentos de locação.

Petrobras (PETR4)
A Ágora lembra que os papéis da Petrobras apresentaram forte volatilidade em março, em meio aos ruídos e frustração causados pelo não pagamento dos proventos extraordinários relativos a 2023. No entanto, a corretora optou pela manutenção das ações em sua carteira, considerando seu peso relativo similar ao do Ibovespa e o nível de dividendo corrente próximo dos 10%.

Leia mais  Fechamento Mercado: Nova York sobe, São Paulo caí

Cyrela (CYRE3)
A Santander Corretora elevou recentemente o preço-alvo das ações da Cyrela, destacando seu potencial de crescimento do retorno sobre o patrimônio líquido nos próximos anos. O papel permanece como preferido entre as construtoras de média/alta renda do universo de cobertura da instituição.

Sabesp (SBSP3)
O Santander acredita que a potencial privatização em curso transformará a Sabesp em uma história de investimento ainda mais atraente, colocando-a entre as poucas ações com forte potencial de valorização nos próximos anos. A corretora destaca que, no estágio atual, a companhia ainda é considerada “ineficiente”, mas esse cenário pode mudar com a venda do controle, tornando-a uma das melhores assimetrias entre as empresas analisadas no setor de saneamento.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Petrobras: Desembargador reverte decisão de afastamento de conselheiro

Rodrigo Mahbub Santana

Conselho Petrobras: confira quem são os 9 membros ativos

Rodrigo Mahbub Santana

Petrobras inova: robôs substituem mergulhadores em operações submarinas

Rodrigo Mahbub Santana

“É hora de vender ações da Santos Brasil”, diz Bradesco

Rodrigo Mahbub Santana

Fechamento Mercado: Nova York sobe, São Paulo caí

Rodrigo Mahbub Santana

Prates permanece na presidência da Petrobras

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário