Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Associação afirma que maior CSLL para os bancos é ruim para o consumidor

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A ABBC – Associação Brasileira de Bancos vê com preocupação os reflexos no mercado de crédito da Medida Provisória que elevou em um ponto percentual a alíquota da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) para os bancos e demais instituições financeiras. Com o reajuste, a alíquota passa de 20% para 21%, e das instituições financeiras não bancárias, de 15% para 16%.

Para a presidente da ABBC, Sílvia Scorsato, a medida não contribui para a oferta de crédito, encarecendo o custo dos empréstimos e, consequentemente, impactando negativamente a atividade econômica. “O aumento da tributação dos bancos e instituições financeiras acabará sendo repassado para toda a sociedade, agravando os efeitos do aperto da política monetária na atividade.

A percepção de que o segmento bancário pode arcar com os custos das dificuldades fiscais, sem consequências para a sociedade, é equivocada. A ABBC entende que esses problemas devem ser tratados por uma agenda de reformas estruturais, inclusive na redução das assimetrias tributárias entre os diversos setores da economia”.

Leia mais  Influenciadores de investimentos superam a marca de 176 milhões de seguidores

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio

Agência Brasil

Brasil fecha abril com 240 mil empregos criados, aponta Caged

Agência Brasil

Vendas do Tesouro Direto somaram R$ 5,72 bilhões em abril

Agência Brasil

Mesmo na pandemia, emprego na construção cresceu 21,6%

Agência Brasil

1T24: Brasil registra maior alta de desemprego em 10 anos

Márcia Alves

Aliexpress se preocupa sobre novo imposto de importação de 20%

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário