Guia do Investidor
B3 GDI 1
Notícias

B3 altera tarifas para negociação de renda variável

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A B3 anunciou novas políticas de tarifação para serviços no mercado à vista de renda variável, incluindo negociação, pós-negociação e central depositária. Além disso, certificação das mudanças no quarto trimestre, produção prevista para o segundo trimestre de 2025. No entanto, não há data definida para a vigência das novas tarifas.

As alterações na tabela de tarifas visam simplificar e melhorar o serviço para diferentes perfis de clientes, aumentando a eficiência dos mercados. Resultado de estudos iniciados em 2019, exigiam prontidão e adaptações. A B3 também informou sobre backtests com dados de 2023 para estimar, contudo, o impacto financeiro das mudanças, considerado não material para a companhia.

As tarifas de negociação e pós-negociação serão determinadas com base no volume médio diário negociado (ADTV) do mês anterior por cada investidor, sendo válidas durante todo o mês seguinte, independentemente do tipo de investidor. Na nova tabela, portanto, para volumes até R$ 3 milhões, a tarifa será de 2,30 pontos-base (pbs), e acima disso, 2,25 pbs.

Para operações de day trade, a cobrança permanece dividida em 12 faixas de valores, com a maior tarifa de 2,30 pbs para os menores volumes (até R$ 200 mil) e a menor de 0,95 pbs para os maiores (acima de R$ 2 bilhões). Na tabela atual, baseada no ADTV diário, a tarifação é regressiva. Já na nova tabela, baseada no ADTV mensal, é progressiva, calculada ponderando os valores negociados por volume em cada faixa.

Na central depositária, implementaram-se várias mudanças. Investidores não residentes serão isentados da tarifa de manutenção de conta de custódia, mas será implementada uma tarifa sobre saldo em custódia para esse grupo. A B3 ajustará as tarifas sobre saldo em custódia para todos os investidores e encerrará a cobrança da tarifa de manutenção de programas de Depositary Receipts (DR).

Leia mais  Ibovespa abre em queda e grandes indicadores estão com baixas

O que é a B3?

A B3 é a principal bolsa de valores do mercado de capitais brasileiro e a maior da América Latina. Nos últimos anos, houve um aumento significativo no número de investidores, com um crescimento de 40% entre julho de 2021 e junho de 2022, totalizando 4,40 milhões de CPFs cadastrados.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

A história da bolsa de valores brasileira remonta ao final do período colonial. Em 1843, Alves Branco, Ministro da Fazenda à época, fundou a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, inicialmente destinada à negociação de títulos públicos. Posteriormente, em 1890, o empresário Emílio Rangel Pestana estabeleceu a Bolsa Livre, que expandiu suas operações para além da compra e venda de títulos, incluindo outros serviços de intermediação bancária.

Leia mais  Ibovespa abre em queda seguindo recuo de Vale e Petrobras

As bolsas de valores, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, desempenham um papel crucial como mercados organizados para a negociação de ativos financeiros. Embora associemos as bolsas principalmente à negociação de ações, estas não são as únicas opções disponíveis nesse ambiente. A bolsa de valores não apenas reúne investidores interessados em comprar e vender ativos financeiros, mas também estabelece as regras e condições para essas negociações. Assim, ela proporciona transparência e segurança ao mercado e aos participantes envolvidos.

Renda variável: O que é?

Investimentos de renda variável têm retornos imprevisíveis devido às condições do mercado, o que afeta a remuneração das aplicações. Por outro lado, investimentos de renda fixa oferecem remuneração definida desde o início, como os títulos públicos do Tesouro Direto, onde a taxa de juros anual e a variação do IPCA são conhecidas antecipadamente.

Na renda variável, não há garantia de retorno definido. Os investidores que compram ações estão sujeitos à valorização ou desvalorização dos papéis ao longo do tempo, sem certeza sobre os ganhos ou perdas que podem ocorrer. Ao comprar um título de renda fixa, “o investidor empresta dinheiro a empresas ou governos em troca de juros”. Por outro lado, investir em renda variável implica, de certa forma, participar do capital do emissor, como ao adquirir ações de uma empresa. A expectativa é de crescimento da empresa,

Leia mais  Ibovespa inicia em alta impulsionado por Eletrobras e Vale

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre em queda e grandes indicadores estão com baixas

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa recua e Desaprovação de Lula aumenta: Confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa inicia em queda impulsionado por Vale e Petrobras

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa fecha em leve alta e BR fora do radar de investimentos: confira o resumo dia

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa inicia em queda impulsionado por Vale e Petrobras

Paola Rocha Schwartz

B3 fará pagamento de dividendos

Márcia Alves

Deixe seu comentário