Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Agência Brasil Notícias

Banco Central registra resultado negativo de R$ 298,5 bilhões em 2022

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Nesta quinta-feira, a autoridade monetária, Banco Central (BC), divulgou que o balanço de 2022 foi aprovado sem ressalvas por uma empresa de auditoria independente. No entanto, o BC apresentou um resultado negativo de R$ 298,5 bilhões no ano passado, que será coberto por meio de reversão de reserva de resultado, redução do patrimônio institucional do BC e transferência de recursos pelo Tesouro Nacional, conforme estabelecido pela lei 13.820/2019.

De acordo com Ailton de Aquino Santos, chefe do Departamento de Contabilidade, Orçamento e Execução Financeira do BC, o resultado negativo foi ocasionado pela desvalorização do dólar em 6,5% em 2022 e pela elevação da taxa de juros nos Estados Unidos, que geraram perdas de R$ 326,5 bilhões nas operações com reservas e derivativos cambiais.

Leia mais  FGV IBRE: IGP-10 cai 0,58% em abril

Santos também ressaltou que o resultado negativo fez o patrimônio do BC ficar abaixo de 1,5% do ativo total, o que requer por lei que o Tesouro Nacional transfira recursos para a autoridade monetária. Ele ainda afirmou que o valor a ser coberto é relativamente baixo em comparação com o que foi entregue pelo BC ao Tesouro nos últimos dois anos.

O BC informou que a PwC aprovou o balanço de 2022 sem ressalvas.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  PIS/Pasep 2024 começa a ser pago em 15 de fevereiro

Leia mais

Cartão Porto Bank Visa Infinite: é bom? Vale a pena?

Lara Donnola

Contas externas têm saldo negativo de US$ 2,52 bilhões em abril

Agência Brasil

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do RS

Agência Brasil

Deterioração da economia deve parar queda da Selic

Márcia Alves

Governo sobretaxa misturas no aço usadas para burlar punições

Agência Brasil

ByeBye Privatização: Petrobras cancela privatização 5 refinarias

Agência Brasil

Deixe seu comentário