Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Bolsa se recupera com Hapvida e MRV apesar da queda da Vale e Petrobras

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Ibovespa sobe impulsionado por bancos, varejo e setor de construção, mesmo com Vale e Petrobras em queda.

Apesar da preocupação com o teto da dívida dos EUA, o Ibovespa recuperou-se, beneficiando-se de várias boas notícias do dia. A Câmara finalizou a discussão sobre nova regra fiscal e o PIB dos EUA mostrou uma economia robusta, mesmo com altas taxas do Federal Reserve.

Além disso, o IPCA-15 de maio trouxe resultados melhores do que o esperado. No entanto, as ações de Petrobras e Vale caíram. O mercado de ações foi impulsionado pelo desempenho positivo dos bancos, varejo, e o setor de construção civil.

Bolsa Reage Positivamente Apesar de Desafios, com Destaque para Bancos, Varejo e Construção Civil

O Ibovespa recuperou-se nesta sessão, ignorando a queda de Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3), e subiu graças ao bom desempenho dos bancos e do setor varejista, bem como da Hapvida (HAPV3), Localiza (RENT3) e MRV (MRVE3).

Isso ocorreu apesar do impasse sobre o teto da dívida dos EUA que continua alimentando preocupações no mercado. Contudo, o índice aproveitou todas as boas notícias do dia: a Câmara rejeitou destaques e encerrou a discussão sobre a nova regra fiscal; o Produto Interno Bruto dos EUA no 1T23 acelerou, mostrando uma economia ainda vibrante apesar das altas taxas do Federal Reserve; e o IPCA-15 de maio veio com resultado melhor do que o esperado.

Os bancos tiveram ganhos expressivos, com Bradesco (BBDC4) ganhando 3,60% e Itaú Unibanco (ITUB4) avançando 3,14%. O varejo também mostrou força, com Lojas Renner (LREN3) ganhando 6,04% e Magazine Luiza (MGLU3) fechando com mais 3,58%.

Leia mais  Bolsas europeias fecham em alta com pausa do Fed e acordo de dívida dos EUA

Hapvida (HAPV3) acelerou 10,99% após a queda de ontem. A inflação desacelerando impulsionou nomes da construção civil, como a MRV (MRVE3), que disparou 10,33%. Localiza (RENT3) também se beneficiou do momento e subiu 2,01%.

As aéreas decolaram com a MP que as isenta de PIS/Cofins até 2026: Azul (AZUL4) fechou com uma alta de 6,19% e Gol (GOLL4), com um ganho de 2,76%.

Apesar da recuperação do dia, os investidores permanecem cautelosos, especialmente com relação ao teto da dívida dos EUA e as oscilações nas blue chips, como a Petrobras (PETR4), que perdeu 0,75%, e a Vale (VALE3), que terminou com uma leve queda de 0,31%.

A operadora de turismo CVC (CVCB3) enfrentou uma queda de 4,63% após o anúncio da renúncia de seu CEO, tornando o cenário ainda mais desafiador para a empresa. No entanto, em meio às oscilações, a expectativa geral é de que as boas notícias continuem a chegar, ajudando a impulsionar o mercado de ações.

Ainda assim, especialistas alertam para a necessidade de um acordo entre os norte-americanos sobre o teto da dívida, para garantir maior estabilidade no mercado global.

Leia mais  Apoiada por commodities, bolsa fecha em alta acima dos 100 mil pontos
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Gringos sacam R$ 4,63 bi na bolsa de valores brasileira

Márcia Alves

Segunda prévia da carteira do Ibovespa B3 tem 87 ativos

Fernando Américo

Ibovespa abre com queda novamente e Eletrobras inicia em alta

Paola Rocha Schwartz

Dólar atinge R$ 5,26 o maior valor desde março de 2023

Rodrigo Mahbub Santana

 MRV atinge R$ 2,13 bilhões em vendas líquidas no 1T24

Márcia Alves

Santander reduz preço-alvo da Hapvida

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário