Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Cade rejeita compra da Smiles Saúde pela Hapvida

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) reprovou nesta quarta-feira (10) a compra de ativos do Grupo Smiles pela Hapvida. A decisão foi tomada devido à falta de acordo entre as partes para solucionar as preocupações da autarquia de defesa da concorrência. A Hapvida, que tem sede em Fortaleza (CE), buscava adquirir todos os contratos ativos da Smiles Saúde e seus serviços hospitalares para expandir sua atuação no Nordeste, especialmente nos estados da Paraíba e Alagoas. No entanto, o Cade entendeu que, se a operação fosse concluída, haveria um monopólio dos operadores de planos de saúde na região, uma vez que Hapvida, Smiles e Unimed já detêm cerca de 90% do mercado.

Leia mais  Hapvida volta a se destacar entre as maiores altas do Ibovespa: o que aconteceu?

Seis dos sete conselheiros do Cade votaram pela reprovação da operação, acompanhando o voto do relator Luis Henrique Braido. A decisão representa uma derrota para a Hapvida, que havia anunciado em outubro do ano passado um acordo de R$ 4,75 bilhões para a aquisição da Smiles Saúde. O objetivo da empresa era aumentar sua participação no mercado de planos de saúde na região Nordeste e ampliar a rede de hospitais próprios.

No entanto, o Cade entendeu que a operação poderia gerar efeitos anticompetitivos, uma vez que a Hapvida teria grande poder de mercado na região, prejudicando a livre concorrência e aumentando os preços dos serviços de saúde para os consumidores. Com a reprovação, a Hapvida terá que buscar outras alternativas para expandir seus negócios na região Nordeste.

A decisão do Cade demonstra a importância da análise criteriosa das operações de fusões e aquisições no setor de saúde, que podem gerar impactos significativos no mercado e na concorrência. A decisão também sinaliza para uma maior atenção das empresas em relação aos impactos concorrenciais de suas operações, buscando soluções para mitigar os riscos de concentração de mercado.

Leia mais  EDP e Hapvida formalizam acordo para geração de energia solar
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre com queda novamente e Eletrobras inicia em alta

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa cai pelo sexto dia consecutivo

Rodrigo Mahbub Santana

Ação da Magalu (MGLU3) fecha em alta de 4,73%

Rodrigo Mahbub Santana

Hapvida registra prejuízo líquido de R$ 29,9 milões no 4T23

Márcia Alves

Hapvida volta a se destacar entre as maiores altas do Ibovespa: o que aconteceu?

Leonardo Bruno

Hapvida (HAPV3) aprova acordo de transferência de ações com grupo Promed

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário