Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Com possível queda da Selic, CDB prefixado e pós-fixado são boas opções de investimentos, indica Paraná Banco Investimentos

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Com a taxa Selic prevista, de acordo com o Paraná Banco Investimentos, para fechar o ano em 12,50%, a volatilidade da Bolsa e o rendimento da poupança de 0,5% ao mês, a renda fixa é a grande aposta de investimento.

Para o diretor de Investimentos do Paraná Banco, André Malucelli, a renda fixa continuará propiciando maior rentabilidade ao investidor em 2023. “Com o alto índice de inflação no país, a volatilidade da B3, é um cenário desafiador para quem investir em ações na bolsa. Por isso, recomendo a renda fixa. Nossa taxa para renda fixa é bastante atrativa, lembrando que temos um dos melhores “ratings” quando comparado com os demais médios.

Entre os títulos, Malucelli recomenda que os investidores pessoas físicas apliquem em CDBs prefixados e pós-fixados. “Diante do cenário de queda da Selic a partir de agosto, o recomendável é investir em CDB. No Paraná Banco Investimentos, neste momento, esta no ar uma campanha visando ampliar a nossa base de clientes, assim estamos oferecendo CDB prefixado remunerando 15% ao ano, que equivale a 1,17% ao mês, e CDB pós-fixado 120% do CDI, com o prazo de um ano e com aporte máximo de R$ 150 mil, isto valerá até o final de julho.

Leia mais  Planner corretora é boa? Confira avaliação

Esses tipos de investimentos contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), por isso, são uma ótima oportunidade para quem pode investir nesse momento no país.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Inflação acelera em maio por custos de saúde e combustíveis

Rodrigo Mahbub Santana

Deterioração da economia deve parar queda da Selic

Márcia Alves

Economistas estão preocupados com crescente inflação no Brasil

Paola Rocha Schwartz

Polêmica no BC: Interpretação Política e incerteza econômica

Paola Rocha Schwartz

Dólar dispara com aversão ao risco pós decisão dividida do Copom

Paola Rocha Schwartz

Selic cai para 10,5% ao ano, com corte menor

Márcia Alves

Deixe seu comentário