Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

DREX: Descubra como os “bancões” estão se preparando para a chegada do Real Digital

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Os maiores bancos do Brasil, incluindo o Itaú Unibanco, BTG Pactual e Santander Brasil, estão se preparando para o lançamento do Drex, a versão digital do real, a moeda oficial do país. Essa iniciativa do Banco Central do Brasil visa criar uma moeda digital oficial baseada na tecnologia blockchain e permite a tokenização de ativos financeiros, abrindo caminho para uma série de oportunidades no mercado de ativos digitais.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, tem sido um defensor fervoroso da tecnologia blockchain desde que assumiu o cargo em 2019. Ele argumenta que essa tecnologia é benéfica para o sistema financeiro e que veio para ficar. Agora, os maiores bancos do país estão alinhando suas estratégias para se adaptar a essa nova era digital.

O Drex, a moeda digital oficial do Brasil, será executado em uma plataforma de blockchain regulamentada pelo Banco Central. Essa plataforma permitirá que diversos instrumentos financeiros, desde ações até títulos, sejam “tokenizados”, ou seja, representados digitalmente. A transferência de ativos será realizada por meio de transações digitais, com liquidação na plataforma Drex por bancos e outros agentes autorizados pelo Banco Central.

É importante ressaltar que a plataforma Drex em si não fornecerá produtos financeiros, mas criará um ambiente onde esses produtos podem ser desenvolvidos e negociados. Os bancos veem essa movimentação como uma oportunidade de se adaptar às mudanças no mercado e buscar novas fontes de receita.

O Itaú Unibanco, por exemplo, expandiu sua equipe de ativos digitais de 10 para 66 pessoas nos últimos dois anos. A instituição lançou um produto de custódia para ativos digitais e planeja oferecer esse serviço aos correntistas. José Augusto Antunes Filho, chefe de ativos digitais do banco, enfatiza que o Banco Central reconhece a existência de um novo tipo de investidor, nativo do mercado digital, e os bancos precisam se preparar para atender a essa demanda.

Leia mais  MediBloc Coin | MediBloc O que É? Tudo sobre a criptomoeda

O BTG Pactual, por sua vez, lançou sua própria plataforma de negociação de criptomoedas chamada Mynt no ano passado, com planos de expansão. André Portilho, chefe de ativos digitais do BTG, destaca a importância de todas as áreas do banco estarem prontas para implementar essa nova estrutura nas operações.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

O Santander Brasil montou uma equipe dedicada a ativos digitais e tecnologia blockchain este ano. Jayme Chataque, chefe sênior da divisão, afirma que o Banco Central está reunindo todos os participantes para discutir e se envolver na integração dos ativos digitais ao setor financeiro existente, o que acrescenta clareza e segurança.

Leia mais  A Queda do Bitcoin

O lançamento do Drex está programado para 2024, com um programa-piloto previsto para terminar em maio. O Banco Central pretende testar a moeda digital com a população até o final de 2024. O Brasil, que já registrou um aumento significativo no número de pessoas negociando criptomoedas nos últimos anos, está se preparando para uma nova era de digitalização financeira.

Enquanto alguns países, como Singapura, Estados Unidos e União Europeia, buscam regulamentações mais rigorosas para ativos tokenizados, o Brasil está adotando uma abordagem mais flexível. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil permitiu que fundos multimercado invistam até 10% dos recursos sob gestão em moedas digitais, refletindo uma mudança na percepção das criptomoedas como ativos financeiros.

No cenário em constante evolução das finanças digitais, os bancos brasileiros estão otimistas em relação ao futuro. A chegada do Drex e a adoção da tecnologia blockchain abrirão novas oportunidades de negócios e serviços financeiros, ao mesmo tempo em que fortalecerão a posição do Brasil como um líder na digitalização do setor financeiro.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Leia mais  Pax Dollar Criptomoeda: vale a pena? Tudo sobre

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

DREX: a promessa e os perigos da moeda digital brasileira

Autor Convidado

Ethereum apresenta queda um dia após aprovação de ETF

Paola Rocha Schwartz

IRPF 2024 tem novas regras para criptoativos

Guia do Investidor

Governo Lula quer taxar as criptomoedas: entenda

Márcia Alves

Posição dos investidores em Algotech (ALGT) em meio à tendência lenta de THORChain (RUNE) e Polkadot (DOT)

Comunicados de Imprensa

Drex: o que dá pra fazer com o “real digital”?

Guia do Investidor

Deixe seu comentário