Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Musk confirma demissão de 10% dos funcionários assalariados da Tesla (TSLA34)

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Elon Musk, CEO da Tesla (TSLA34), confirmou que a companhia vai reduzir sua força de trabalho assalariada em 10% nos próximos três meses.

Segundo cálculo do executivo, as demissões prometidas representam enxugamento de 3,5% no quadro total de funcionários.

Em entrevista, o executivo explicou que os cortes acontecerão porque o crescimento dessa categoria de profissionais foi mais acelerado do que o planejado.

Assim, a ideia, agora, é aumentar o número de profissionais que recebe por hora, disse o bilionário.

Desse modo, Musk afirmou que, em até um ano, a expectativa é que o quadro total de funcionários cresça e que a redução de agora não será “significativa”.

Diante disso, recentemente, o executivo se envolveu em polêmicas relacionadas à gestão de seus funcionários ao enviar um e-mail impondo trabalho presencial ou demissão. Dias depois, o próprio recuou.

Leia mais  Deu a louca no Elon Musk? Nos EUA, carros elétricos da Tesla já estão a preços populares

Ademais, a Tesla vem passando por um processo de expansão, com sede indo para Austin, no Texas. Assim, em todo o mundo, a companhia possui cerca de 100 mil funcionários.

Diante disso, em meio às polêmicas, algumas demissões já vêm acontecendo, e a empresa vem enfrentando alguns processos na Justiça.

Como é o caso de dois trabalhadores da fábrica de baterias em Nevada, que afirmam que a Tesla não cumpriu o requisito de notificação de 60 dias para avisar sobre a demissão.

Dessa forma, o que determina o período é a Lei de Notificação de Ajuste e Reciclagem do Trabalhador. Assim, um processo aberto no Tribunal Federal em Austin analisa o caso.

Sobre o assunto, Musk afirmou que não vai perder muito tempo em processos que, segundo ele, não têm legitimidade.

Apesar de controverso, especialistas afirmam que as decisões de Musk influenciam o mundo corporativo.

Nos siga no Google News
Leia mais  Fábrica da Tesla no Brasil? Boatos circulam nas redes

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Elon Musk anuncia corte de 10% dos funcionários da Tesla

Paola Rocha Schwartz

Tesla (TSLA34) registra primeira queda em vendas desde 2020

Paola Rocha Schwartz

Apple desiste da produção de carros elétricos

Mateus Sousa

Nvidia supera Tesla como ação mais negociada com avanço na IA

Guia do Investidor

Em guerra com BYD, Tesla anuncia carro elétrico “barato”

Lara Donnola

Prova de fogo: Tesla e Apple procuram “rendenção” na China

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário