Guia do Investidor
Metalurgica Gerdau GOAU4 1024x576 1
Resultados

Gerdau (GGBR4) lucra R$ 732 milhões no 4T de 2024

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A principal produtora de aço no Brasil registrou lucro líquido de R$ 732 milhões no 4° trimestre de 2024. Em relação ao mesmo período do ano de 2022, o resultado da empresa sofreu queda de 45,1%. Já em comparação ao 3° trimestre de 2023, o resultado foi 54% inferior ao recorte, conforme o comunicado divulgado ontem, terça-feira (20).

Conforme indicado no relatório de desempenho da empresa, a redução nos resultados pode ser atribuída principalmente à diminuição nos volumes de entregas nas operações, bem como às questões econômicas na Argentina, que afetaram as operações na América do Sul.

A empresa enfatizou que manteve níveis saudáveis de rentabilidade, resultado de sua transformação ao longo dos anos para se tornar mais resiliente e adaptada ao cenário externo. Esse processo incluiu o desenvolvimento de um portfólio de produtos mais equilibrado, permitindo à Gerdau enfrentar desafios e manter sua robustez no mercado.

Performance em 2022

No ano de 2023, a Gerdau (GGBR4) registrou um lucro líquido de R$ 6,9 bilhões, representando uma queda significativa de 40,9% em comparação com 2022. A empresa atribui essa diminuição principalmente à redução nos volumes de vendas nas operações comerciais e, sobretudo, à base de comparação robusta estabelecida em 2022, quando a siderúrgica alcançou o segundo maior lucro líquido ajustado em sua história.

Causas do resultado inferior

Conforme indicado no relatório de desempenho da empresa, a redução nos resultados é atribuída principalmente à diminuição nos volumes de entregas nas operações, juntamente com as questões econômicas na Argentina, que afetaram as operações na América do Sul.

Leia mais  INPC desacelera em março, mas sobe 0,64%, revela pesquisa

A empresa destacou que conseguiu manter níveis saudáveis de rentabilidade, resultado de uma transformação contínua ao longo dos anos. Essa evolução permitiu que a companhia se tornasse cada vez mais resiliente e adaptada ao cenário externo, alcançando um equilíbrio por meio de um portfólio de produtos mais diversificado e robusto.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Vai perder o folêgo? Itaú BBA rebaixa Gerdau para 2024

por Leonardo Bruno 19/12/2023

A Gerdau (GGBR4), uma das maiores produtoras de aço do Brasil, enfrentou uma revisão crítica por parte do Itaú BBA, que rebaixou a recomendação de suas ações de ‘outperform’ para ‘market perform’. Além disso, o banco ajustou o preço-alvo para o final de 2024, de R$ 30 para R$ 26, o que representa um potencial de alta de 10,5%. Essa alteração levou a uma queda de 2,46% no valor das ações, fechando a R$ 22,96.

Leia mais  Bancos lançam programa de prevenção à violência contra mulher

A revisão do Itaú BBA baseia-se em vários fatores. Primeiramente, os fundamentos fracos para a dinâmica do aço no Brasil a curto prazo levantam preocupações. Adicionalmente, o enfraquecimento dos resultados nos Estados Unidos deve impactar negativamente as margens futuras da empresa.

A valorização limitada do fluxo de caixa descontado (DCF) em 10%, a projeção de um fluxo de caixa livre apenas razoável em 2024 (7% de rendimento de FCF), prejudicado por cerca de R$ 6,0 bilhões em despesas de capital, e um valuation justo, com um EV/Ebitda estimado para 2024 de 4,3 vezes, também contribuem para uma visão mais cautelosa.

Até agora em 2023, as ações da Gerdau apresentaram uma queda de 16%, com desempenho inferior ao Ibovespa em 39%. No Brasil, houve uma diminuição de 9% nos volumes de aço nos primeiros nove meses de 2023 em relação ao ano anterior, e as margens Ebitda caíram de 22% para 14%. Na América do Norte, os volumes diminuíram 6%, e as margens de Ebitda caíram de 33% para 27%.

O Itaú BBA prevê que o desempenho fraco continue em ambas as regiões, com mais deterioração nos volumes e margens no 4º trimestre de 2023. Consequentemente, o banco reduziu as estimativas de Ebitda para 2024 para R$ 10,9 bilhões, ante R$ 12,7 bilhões.

Leia mais  Ata do Copom veio com “termos mais condizentes”, afirma Haddad

No Brasil, espera-se que os resultados da Gerdau continuem sob pressão no próximo ano, prevendo-se um modesto aumento de 2% na base anual nos volumes domésticos de aço e um ambiente competitivo acirrado, limitando o espaço para aumentos de preços. A margem Ebitda no Brasil deve diminuir para 11,8% em 2024.

Na América do Norte, apesar do potencial impulso de iniciativas governamentais, o Itaú BBA espera mais deterioração nos resultados devido a preços mais baixos do aço. Como resultado, prevê que as margens nos EUA caiam para 17,4% em 2024.

A análise do Itaú BBA aponta para um cenário desafiador para a Gerdau em 2024. As projeções indicam um ambiente de negócios mais difícil tanto no Brasil quanto na América do Norte, com impactos significativos nas margens e volumes de vendas. Além disso, a expectativa de um fluxo de caixa livre mais fraco sugere uma potencial redução nos retornos aos acionistas.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Arroz importado chegará em até 40 dias, estima ministro

Agência Brasil

IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio

Agência Brasil

Brasil fecha abril com 240 mil empregos criados, aponta Caged

Agência Brasil

Vendas do Tesouro Direto somaram R$ 5,72 bilhões em abril

Agência Brasil

Mesmo na pandemia, emprego na construção cresceu 21,6%

Agência Brasil

Aliexpress se preocupa sobre novo imposto de importação de 20%

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário