Guia do Investidor
Lula
Notícias

Governo Lula quer acabar com saque-aniversário do FGTS

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Ministro anuncia envio de proposta ao Congresso para extinguir saque-aniversário do FGTS, visando economia de R$ 100 bilhões/ano e expansão do crédito consignado.

O Ministro do Trabalho, Luiz Marinho, revelou que o governo enviará ao Congresso uma proposta visando a extinção do saque-aniversário do FGTS, iniciativa que poderia “enxugar” o fundo em aproximadamente R$ 100 bilhões anualmente.

A medida, que pode ser implementada por meio de medida provisória ou projeto de lei, também busca expandir o acesso ao empréstimo consignado para empregados do setor privado através do FGTS Digital. Instituído durante o governo de Jair Bolsonaro, o saque-aniversário permitia retiradas anuais parciais pelos trabalhadores, mas impactava negativamente os fundos disponíveis para investimentos em habitação e infraestrutura.

Proposta busca equilibrar fundos do FGTS e ampliar acesso a crédito consignado para trabalhadores

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, anunciou que o governo planeja enviar ao Congresso Nacional uma proposta crucial que visa extinguir o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), uma medida que, segundo ele, poderá economizar cerca de R$ 100 bilhões por ano. Essa economia seria essencial para fortalecer os recursos disponíveis para investimentos em áreas vitais como habitação e infraestrutura.

A proposta, que pode ser apresentada como medida provisória ou projeto de lei, também tem como objetivo a expansão do empréstimo consignado para trabalhadores de empresas privadas, utilizando como garantia as folhas de pagamento por meio do FGTS Digital. Esta iniciativa pretende democratizar o acesso ao crédito, oferecendo aos trabalhadores do setor privado as mesmas oportunidades que atualmente se limitam a funcionários públicos, aposentados e pensionistas.

Além disso, a medida busca corrigir o desequilíbrio causado pelo saque-aniversário no FGTS, uma modalidade que, embora tenha oferecido aos trabalhadores a opção de acessar seus fundos anualmente, reduziu significativamente a capacidade de financiamento de longo prazo do fundo.

Leia mais  Lula embarca em viagem internacional para retomar relações com países de ditadores

Com a extinção do saque-aniversário, o governo espera não apenas preservar os recursos para habitação e infraestrutura, mas também melhorar a proteção aos trabalhadores em casos de desemprego, mantendo a integridade do FGTS como um fundo de segurança.

Novo sistema FGTS Digital entra em vigor na sexta-feira

Após seis meses de testes, a versão digital do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS Digital) entrará em vigor na sexta-feira (1º). Totalmente eletrônica, a ferramenta substituirá o sistema Conectividade Social/Caixa, usado até agora pelas empresas para enviar informações do FGTS dos empregados.

O FGTS Digital usará o e-Social (banco eletrônico de dados dos empregados) como base de dados. Totalmente operado pela internet, o sistema terá várias opções para gerar guias e será responsável por todo o recolhimento mensal do FGTS e pelo pagamento de rescisões e multas rescisórias.

A nova plataforma permite que o empregador utilize o Pix (sistema de transferências instantâneas) para recolher o FGTS. Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, o FGTS Digital reduzirá a burocracia para os empregadores e melhorará a confiabilidade no sistema, ao agilizar a conversão dos depósitos no saldo individual da conta do trabalhador.

Leia mais  Fitch faz alerta sobre o Brasil: "dívida está crescendo"

Segundo o Serpro, o novo sistema integrará os dados do e-Social, do Pix Caixa, do Portal Gov.br e outros sistemas. Ao todo, 4,5 milhões de empregadores vão usar a plataforma para gerir os dados de mais de 50 milhões de trabalhadores. Todos os meses, serão emitidas 7 milhões de guias para recolhimento do fundo.

A elaboração do FGTS Digital teve a participação dos seguintes órgãos: Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Caixa Econômica Federal, Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Congresso e Governo avaliam taxar importações até US$ 50

Rodrigo Mahbub Santana

Como declarar saques do FGTS no Imposto de Renda?

Fernando Américo

Milei quer se reunir com Lula

Rodrigo Mahbub Santana

Popularidade de Lula apresenta queda em quatro estados

Paola Rocha Schwartz

Lula cortou R$ 18 milhões do combate a dengue

Rodrigo Mahbub Santana

CGU identifica fraude em nomeação realizada por Ministro de Lula

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário