Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Grana preta: Hapvida (HAPV3) levanta R$ 1 bilhão em follow-on

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Hapvida (HAPV3) acaba de levantar R$ 1,060 bilhão em um follow-on que promete fechar um capítulo turbulento na história da companhia desde seu IPO há cinco anos. A oferta saiu a R$ 2,68/ação, um prêmio de 1,15% em relação ao fechamento de ontem e de 22% em relação ao valor do lançamento da oferta.

A família Pinheiro, que detém 36% do capital, liderou os atuais acionistas que aderiram em massa à oferta prioritária, que lhes deu o direito de acompanhar a oferta na proporção de sua participação. Os atuais acionistas exerceram 76% de seus direitos de subscrição, deixando apenas 24% das 396 milhões de ações disponíveis para o mercado. A demanda por essa tranche não-prioritária foi de mais de 10x a quantidade de papel ofertada. Cerca de metade dos papéis foram adquiridos por investidores estrangeiros e a outra metade por gestoras locais. A demanda veio 45% de fundos long-only e 55% de hedge funds.

Leia mais  Ibovespa abre com queda novamente e Eletrobras inicia em alta

A implosão da ação da Hapvida ao longo do último ano destruiu a performance de amplos setores do buyside, que tinham a ação da companhia como uma de suas principais posições. A oferta de hoje remove as dúvidas sobre a estrutura de capital da empresa e vem depois da família Pinheiro injetar R$ 1,25 bilhão na companhia com uma operação de sale leaseback envolvendo 10 hospitais.

A falha na comunicação por parte da empresa tem sido uma das principais críticas dos investidores, com o management prometendo uma coisa e entregando outra.

Assumindo uma estimativa conservadora de R$ 2,5 bilhões de EBITDA para este ano, comparado aos R$ 3 bilhões do consenso Bloomberg, o papel da Hapvida já está negociando a cerca de 10x EV/EBITDA, em comparação às 9x da Rede D’Or. Os coordenadores da oferta foram Bank of America, UBS BB, BTG Pactual e Itaú BBA. De acordo com uma fonte que participou do roadshow da oferta, o processo ajudou a “passar a régua do que vai ser essa nova empresa. O Jorge [Pinheiro] conseguiu se articular bem e se comprometer só com o que pode entregar”. O follow-on da Hapvida pode ser um sinal positivo para o mercado, indicando uma possível melhora na comunicação da empresa e um futuro mais estável para a companhia.

Leia mais  Vale a pena comprar ações da Hapvida e Intermédica? Confira o que dizem os analistas
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre com queda novamente e Eletrobras inicia em alta

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa cai pelo sexto dia consecutivo

Rodrigo Mahbub Santana

Santander reduz preço-alvo da Hapvida

Rodrigo Mahbub Santana

Ação da Magalu (MGLU3) fecha em alta de 4,73%

Rodrigo Mahbub Santana

Hapvida registra prejuízo líquido de R$ 29,9 milões no 4T23

Márcia Alves

Hapvida volta a se destacar entre as maiores altas do Ibovespa: o que aconteceu?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário