Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Mais uma “enganação”? “Nova Oi” divulga nova estratégia de reestrutaração vendendo sucata

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Oi S.A., em processo de recuperação judicial, anunciou um importante passo em seus esforços para reestruturar suas obrigações futuras. Em um comunicado recente, a empresa revelou a celebração de um acordo com a V.tal – Rede Neutra de Telecomunicações S.A. (“V.tal”) envolvendo a cessão de sucata e outros termos correlatos. Esse acordo faz parte dos esforços contínuos da Oi para superar seus desafios financeiros.

A operação em questão envolve a compra de cabos de rede de cobre desativados e inservíveis da Oi, conhecidos como “sucata”, pela V.tal. Esse acordo, celebrado em conformidade com as leis aplicáveis e regulamentos, tem como objetivo a reestruturação das obrigações futuras da Oi. A V.tal adquire a sucata em regime de exclusividade, e em troca, a Oi pode reduzir até 72% das obrigações de “take-or-pay” estabelecidas em um contrato anterior.

A redução total das obrigações da Oi será alcançada por meio da seguinte estrutura:

  1. Redução das Obrigações: A Oi pode reduzir até 50% das obrigações de “take-or-pay” no âmbito do contrato, proporcionalmente à quantidade de sucata subterrânea que a Oi se comprometeu a alienar e que a V.tal concordou em adquirir.
  2. Compensação de Créditos: A Oi pode compensar até 22% das obrigações de pagamento no contrato, utilizando créditos resultantes da venda da sucata para a V.tal.
  3. Volume Acordado e Excedente: Além disso, a V.tal pode adquirir qualquer volume excedente de sucata subterrânea ou sucata de rede aérea. Os créditos da Oi, provenientes da venda dessa sucata adicional, serão compensados contra o montante remanescente das obrigações no contrato.
Leia mais  Genish recusa convite para comandar a Oi

O contrato também estabelece os termos e condições relacionados à responsabilidade e aos custos associados à extração, transporte e armazenamento dos cabos de rede inservíveis. Além disso, a Oi constituiu alienações fiduciárias em favor da V.tal como garantia para o pagamento das obrigações pecuniárias resultantes dessa operação.

É importante ressaltar que a operação e seus termos foram objeto de mediação entre as partes e homologados pela 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro. No entanto, os efeitos dessa homologação foram suspensos devido a uma decisão cautelar do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Portanto, a eficácia plena do contrato e seus termos dependem da suspensão efetiva dos efeitos da decisão cautelar e da restauração dos efeitos da homologação.

A operação representa um passo importante para a Oi na redução de seus passivos não financeiros futuros e está alinhada com sua estratégia de reestruturação. A empresa continuará mantendo seus acionistas e o mercado informados sobre o desenvolvimento desses assuntos.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Leia mais  Nova Oi reverte prejuízo e lucra R$ 1,1 bilhão no resultado 2T21

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Leia mais  Fim da Recuperação Judicial da Oi é adiado mais uma vez; Até onde vai a "novela"?

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Oi suspende novamente Assembleia de Credores

Márcia Alves

Assembleia Geral de Credores da Oi (OIBR3) é homologada

Mateus Sousa

A vitória das sardinhas: Oi dispara 30% nesta 4ªF

Leonardo Bruno

Novo CEO é esperança da Oi para fugir da falência

Leonardo Bruno

Mais uma “furada”: Oi segue no vermelho com prejuízo de R$ 2,8 bilhões no 3T23

Leonardo Bruno

Nada vai salvar? Mesmo com venda de R$ 1 bilhão no radar, ações da Oi (OIBR3) desabam

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário