Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Recomendações

Melhores Ações Que Pagam Dividendos Mensais 2023

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Quais as melhores ações que pagam dividendos mensais em 2023? Nesse post, você vai saber qual está ganhando força e popularidade entre os investidores por conta da manutenção da taxa SELIC no Brasil. Veja, então, essa seleção atualizada feita pelo Guia do Investidor.

Antes de tudo…

Antes de apresentar a lista, é bom informar todos os conceitos para que não exista nenhuma dúvida ao ler o post! Sendo assim, vamos começar explicando sobre o que são e como funcionam os dividendos.

Melhores Ações Dividendos Mensais 2023 – O que são?

Os dividendos são uma parte dos lucros que as empresas compartilham com os acionistas como uma recompensa pelos investimentos feitos. Esses pagamentos podem ser uma fonte de renda extra para os investidores. Então, eles são dados pelas empresas aos acionistas com base na quantidade de ações que possuem.

Quanto mais ações um acionista tiver, maior será sua parte dos lucros. Assim, os pagamentos de dividendos ocorrem com certa frequência, tudo de acordo com um cronograma da empresa em questão, podendo ser mensais, trimestrais ou anuais. Aqui, nosso foco será nos mensais.

Vale lembrar que tem empresas que optam por reinvestir os lucros na expansão dos negócios em vez de dar aos acionistas, ainda mais aquelas em crescimento acelerado. Por outro lado, empresas mais estáveis são as que costumam pagar os maiores dividendos.

Além disso, esse tipo de pagamento é uma forma de atrair investidores e recompensar aqueles que acreditam no potencial da empresa. E, eles incentivam os acionistas a manterem suas ações por um longo prazo, já que recebem uma renda estável.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

E atenção: investir em ações que pagam dividendos não garante lucros futuros. Mas, os pagamentos dependem do desempenho da empresa e podem ser afetados por mudanças no mercado, mudanças na política de dividendos ou dificuldades econômicas.

Melhores Ações Dividendos Mensais 2023 – Por que empresas pagam?

Uma lei aqui do Brasil (Lei das S/As de 1976) torna obrigatória que empresas listadas em Bolsa de Valores distribuam aos seus investidores um percentual de seus lucros. Esse percentual é acertado e registrado no estatuto social da empresa.

Hoje em dia, grande parte das empresas preferem distribuem o valor mínimo de 25% do lucro líquido aos seus acionistas.

Uma vantagem para quem investe em ações de empresas que pagam dividendos, é que o preço das ações da maioria delas são menos voláteis. Dessa maneira, a distribuição dos lucros serve para recompensar os investidores que compram essas ações.

Assim, eles oferecem uma fonte de renda passiva, e os investidores podem usufruir dos lucros da empresa sem precisar vender suas ações. Eles também podem ser reinvestidos, comprando-se mais ações da empresa e aumentando os ganhos futuros.

Como identificar uma boa pagadora de dividendos

Ao procurar por boas pagadoras de dividendos, deve-se considerar o Dividend Yield (DY) como uma métrica importante. Já que o DY se calcula ao dividir o valor dos dividendos pagos por ação pelo preço da ação. No entanto, é importante não interpretar o DY de forma isolada.

Avaliar como os dividendos se sustentam é essencial. Mas também, algumas empresas podem apresentar um dividendo atípico, não recorrente ou não sustentável devido a fatores externos que não estão relacionados à operação da empresa.

Então, além do DY, é bom ver o valuation (avaliação) da empresa. Mas, para obter uma boa relação entre risco e retorno, vale considerar empresas com bons resultados, em um quadro sólido e negociadas a um nível de preço adequado.

Melhores Ações Dividendos 2023
Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

Melhores Ações Dividendos Mensais 2023 – Critérios

Taxa de Pagamento:

Em primeiro lugar, um critério muito importante é a taxa de pagamento de dividendos. Assim, essa taxa mostra a proporção dos lucros da empresa que é distribuída como dividendos. Empresas com uma taxa de pagamento mais alta são vistas como boas pagadoras de dividendos, pois recompensam os acionistas com uma boa parte dos lucros.

Leia mais  IPO da Embasa pode sair em 2020

Estabilidade nos lucros:

A estabilidade dos lucros também é um fator chave. Já que, empresas que mantêm lucros estáveis ao longo do tempo são vistas como confiáveis em relação aos pagamentos de dividendos. Então, a consistência destes indica a como a empresa é capaz de gerar receitas de forma sustentável, o que aumenta a confiança dos investidores nos dividendos.

 Histórico de pagamento:

Outro critério relevante é o histórico de pagamento. Mas, empresas com um histórico consistente de distribuição de dividendos mostram compromisso com os acionistas. Então, isso é um sinal positivo, mostrando que a empresa recompensa mesmo em tempos difíceis.

Saúde Financeira:

A saúde financeira da empresa também é fundamental. Assim, empresas sólidas têm maior capacidade de pagar dividendos consistentes. Mas também, elas têm reservas de capital e fluxo de caixa adequados para sempre cumprir seus compromissos com os acionistas.

Melhores ações que pagam dividendos mensais em 2023

Agora, vamos então ver quais são as melhores ações que pagam dividendos mensais nesse ano de 2023, segundo levantamento feita pela Exame e Estadão. Mas, antes de tudo, cabe informar que é comum que as empresas paguem os dividendos de forma irregular, sem um prazo pré-definido. Então, é difícil listarmos com exatidão as ações que pagam, de fato, mensalmente. Contudo, deixaremos exposto a frequência destes pagamentos para a análise do leitor.

Itaú Unibanco (ITUB3/ITUB4) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

O Itaú Unibanco, ou apenas Itaú, é um banco com uma longa história, que vem desde 1943. Mas o que temos hoje, nasceu em São Paulo em 2008, quando dois bancos, chamados Itaú e Unibanco, juntaram forças. Isso fez dele o maior banco privado do Brasil e o maior grupo de bancos e finanças do sul do mundo.

Ele tem muitas agências, sendo cerca de 5 mil, contando com mais de 54 milhões de clientes. Além disso, em 2012, a revista Forbes colocou o Itaú na lista das 30 maiores empresas do mundo.

Diferença entre ITUB3 e ITUB4

Aqui, ambas as ações do Banco Itaú pagam dividendos mensais. Porém, antes, vamos entender qual a diferença entre ambas.

As ações ITUB3 são chamadas de ações ordinárias. Se você tem dessas, você pode ir nas reuniões dos acionistas e dar sua opinião através do voto em algumas coisas que o banco vai fazer. Mas, quando o banco vai dividir os lucros com os acionistas, que são chamados de dividendos, você não é o primeiro da fila.

Agora, as ITUB4 são as ações preferenciais. Com essas, você não pode votar nas reuniões, mas tem um benefício legal: quando o banco divide os lucros, você está na frente da fila pra receber uma parte maior.

Então, é assim: ITUB3 te deixa votar, mas não tem vantagem nos lucros; e ITUB4 te dá vantagem nos lucros, mas você não pode votar. Ah, e um jeito fácil de lembrar: na bolsa de valores, se o código da ação termina com 3 é ordinária, e se termina com 4 é preferencial.

Pagamento

Em 2022, tanto para quem tinha ações ITUB3 quanto para quem tinha ITUB4, o Itaú pagava R$ 0,015 por cada ação todo mês. Isso quer dizer que se você tivesse 100 ações, por exemplo, receberia R$ 1,50 por mês só de dividendos.

Além disso, duas vezes no ano, tem uma reunião onde decidem pagar um valor extra chamado dividendo complementar. Esse extra é decidido nessas reuniões e também vale tanto para as ações ITUB3 quanto para ITUB4.

Para o segundo semestre de 2023, a previsão é que o pagamento permaneça no valor de R$ 0,015 por ação.

Pela consulta em Julho de 2023, o Dividend Yield da ITUB3 fica em 2,21%. Já a da ITUB4, EM 1,90%, mas ambas pagam o mesmo valor de dividendos.

Veja abaixo a frequência de pagamentos das ações ITUB3 e ITUB4:

Melhores Ações Dividendos 2023
Consulta em 03/07/2023 – Fonte: RI Itaú
Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

Bradesco (BBDC3/BBDC4) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

O Bradesco também é um banco muito popular no Brasil, que surgiu em 1943, em Marília, que fica no estado de São Paulo. Hoje, a sede do Bradesco fica em Osasco, também em São Paulo. O Bradesco é especial porque, em 2010, era o único banco privado que tinha pelo menos uma agência em todas as cidades do Brasil.

Em 2016, a revista IstoÉ Dinheiro até disse que era a marca mais valiosa do Brasil nos últimos dez anos. Além disso, tem mais de 36 milhões de clientes e cuidavam de um total de 1,7 trilhão de reais.

Assim como o Itaú Unibanco, o Bradesco conta com os dois tipos de ações, a BBDC3, que são as ordinárias, e a BBDC4, preferenciais.

Pagamento

A grande diferença entre o pagamento delas é que se você tem ações preferenciais (BBDC4), o Bradesco te dá um pouco mais de dinheiro. Pra ser exato, eles pagam 10% a mais para quem tem ações preferenciais.

Vamos aos números: se você tem ações ordinárias (BBDC3), todo mês você recebe R$ 0,017 por cada ação que você tem. Mas, se você tem ações preferenciais (BBDC4), recebe R$ 0,0189 por ação. Agora, o Dividend Yield da BBDC3 é de 5,69%, já da BBDC4, de 5,06%.

Melhores Ações Dividendos 2023
Consulta em 03/07/2023 – Fonte: RI Bradesco
Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

Taesa (TAEE3/TAEE4/TAEE11) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

A TAESA é uma grande empresa no Brasil que trabalha com energia elétrica. Ela não gera energia, mas constrói e cuida dos fios e equipamentos que levam a energia até as casas e empresas. Ela cuida de mais de 13 mil quilômetros de fios e tem 97 subestações

A TAESA tem essas “estradas de energia” em várias partes do Brasil, em 18 estados e no Distrito Federal. A empresa está na bolsa de valores e duas outras empresas grandes, a CEMIG e a ISA Brasil, são as principais donas da TAESA. Juntas, elas têm controle sobre mais da metade das decisões importantes da empresa.

Leia mais  Vai "pingar" na sua conta? Weg anuncia pagamento de R$ 553 milhões em Dividendos

Diferença entre TAEE3, TAEE4 e TAEE11

Assim como o caso do Itaú e Bradesco, a TAEE3 se refere às ações ordinárias e a TAEE4 às ações preferenciais. Mas, neste caso, temos também a TAEE11.

TAEE11 é um pouco diferente; é chamado de “unit”. Uma “unit” TAEE11 é composta por duas ações preferenciais (TAEE4) e uma ação ordinária (TAEE3). Isso significa que quando você compra uma TAEE11, você está na verdade comprando três ações de uma só vez: duas que têm preferência nos dividendos e uma que te dá o direito de votar nas decisões da empresa.

Então, a TAEE11 é como um pacote que combina os benefícios de ter tanto ações preferenciais quanto ações ordinárias.

Pagamento

Assim como falamos no início do post, é difícil as empresas terem um padrão no pagamento de dividendos. Sendo assim, de fato, a Taesa não paga religiosamente todo mês, mas vendo seu histórico de pagamento de dividendos, podemos notar que esses dividendos são sempre pagos em maio, agosto, novembro e dezembro.

O total trimestral do valor dos dividendos, hoje, está de R$ 0,35, sendo R$ 0,07 por ação. O Dividend Yield da TAEE3 fica em 11,39%, da TAEE4 em 11,34% e o da TAEE11 em 3,79%. Abaixo, é possível ver o histórico de pagamentos.

Melhores Ações Dividendos 2023
Consulta em 04/07/2023 – Fonte: RI Taesa
Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

Petrobras (PETR4/PETR3) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

A Petrobras é uma grande empresa brasileira que trabalha, principalmente, com petróleo e gás natural. É como se fosse uma empresa mista, porque o Governo do Brasil é o maior dono dela, mas também tem outras pessoas e empresas que possuem partes dela.

O trabalho da Petrobras envolve a exploração e produção de petróleo, bem como a venda. Por um tempo, foi uma das maiores empresas do mundo em valor de mercado. Porém, enfrentou problemas, incluindo um grande escândalo de corrupção e perdeu muito dinheiro.

Também conta com ações ordinárias e preferenciais.

Pagamento

A Petrobras é uma grande pagadora de dividendos, que, inclusive, está melhorando sua saúde financeira. Assim como o caso anterior, o pagamento mensal não é fixo, mas eles apresentam uma boa constância nos pagamentos. Apresentaremos a tabela do histórico logo abaixo.

Mas antes, cabe apontar que no mês de junho, o valor dos dividendos pago por ação foi de R$ 0,93. O Dividend Yield da PETR3 está em 36,27% e da PETR4 em 40,56%.

image 8
Consulta em 04/07/2023 – Fonte: RI da Petrobras

Copel (CPLE6) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

A Companhia Paranaense de Energia, mais conhecida como Copel, é uma empresa que pertence, em maior parte, ao governo do estado do Paraná. Sendo assim, ela é o que chamamos de uma “empresa estatal de economia mista”. Isso quer dizer que é uma empresa pública, mas que também tem parte de seu capital (dinheiro) vindo de investidores privados, parecido com o que acontece com a Petrobras.

A principal tarefa da Copel é gerar, transmitir e distribuir energia elétrica em todo o estado do Paraná. Mas ela não faz só isso, ela também investe em outras áreas, como distribuição de gás, smart grid e telecomunicações. A Copel foi criada em 1954 pelo governador Bento Munhoz da Rocha Neto, com a missão de construir um sistema elétrico no Paraná, que até então mal existia.

Em 1994, a Copel começou a vender suas ações na Bovespa (que agora se chama B3), isso é o que chamamos de “abrir o capital”. Quer dizer que qualquer pessoa ou empresa poderia comprar uma parte da Copel. Em 1997, ela também começou a vender suas ações na bolsa de Nova York, e em 2002, na bolsa de Madri. Isso significa que pessoas e empresas de todo o mundo podem investir na Copel, comprando uma pequena parte dela.

Pagamento

Assim como os outros casos que aqui listamos, a Copel também não paga todo mês, mas é conhecida por ser uma boa pagadora e por ter resultados sempre bem sólidos. Hoje, segundo a política de dividendos do RI do site, houve o “aumento na frequência de distribuição de 1 para, no mínimo, 2 eventos de pagamentos no ano”.

Para o pagamento, a empresa vê a partir do nível de endividamento, a gestão do caixa operacional e o CAPEX e segue os seguintes critérios:

Se o lucro líquido for negativo, não pagam dividendos, visto que a distribuição de dividendos não é obrigatória. Agora, se o lucro líquido for positivo, se a alavancagem (dívida líquida/EBITDA) for > 2,7x, os dividendos serão 25% do lucro líquido. Se for de 1,5x – 2,7x, será 50% do lucro líquido limitado ao FCD (fluxo de caixa disponível). Enfim, se for < 1,5x, será de 65% do lucro líquido limitado ao FCD. Além disso, a empresa diz o seguinte

Com o objetivo de preservar a capacidade de investimentos sustentáveis, os valores calculados acima estarão sempre limitados pelo FCD, exceto o dividendo obrigatório. Adicionalmente, a Companhia busca não ultrapassar a alavancagem de 2,7x.

Veja abaixo o histórico de proventos de 2021 e 2022. A tabela consta pagamentos desde 1994. Pelo fato de estar cortada, colocarei o significado de cada coluna antes da tabela.

Exercício – Tipo de provento – Distribuído R$ 1.000 – ON – PNA – PNB – Data do pagamento – UNIT

image 43
Consulta em 18/07/2023 – Fonte: RI da Copel

 Itaúsa (ITSA3/ITSA4) – Melhores Ações Dividendos Mensais 2023

A Itaúsa é uma empresa holding brasileira de investimentos, o que significa que sua principal atividade é possuir e administrar participações em outras empresas. Está no mercado há mais de 45 anos e tem uma grande base de acionistas individuais, sendo uma das maiores na bolsa de valores brasileira. Suas empresas investidas têm forte presença em seus respectivos setores e estão presentes em mais de 50 países. Entre as empresas nas quais a Itaúsa investe estão Itaú Unibanco, Alpargatas, Duratex, Copagaz e NTS (Nova Transportadora do Sudeste).

Sendo assim, a empresa procura investir de forma que dê retornos financeiros a longo prazo para seus acionistas, ao mesmo tempo em que contribui para o desenvolvimento econômico e social das regiões onde suas empresas investidas atuam.

Leia mais  MULT3 Preço-Alvo 2024: Vale a pena comprar ações da Multiplan?

Quanto à sua história, a Itaúsa foi fundada em 1966 como Banco Itaú de Investimento S.A. Passou por várias mudanças de nome ao longo dos anos, sendo chamada de Banco Itaú Português de Investimentos S.A. em 1973, e depois Investimentos Itaú S.A. em 1974. Em 1991, adotou seu nome atual, Itaúsa – Investimentos Itaú S.A.

Pagamento

A Itaúsa se enquadra nos pagamentos de dividendos trimestrais, no valor de R$ 0,02 por ação. É normal que esse valor seja pago aos investidores no primeiro dia útil de janeiro, abril, junho e outubro. Veja abaixo a informação, que foi retirada do RI da Itaúsa.

A Itaúsa paga R$ 0,02 por ação, ordinária ou preferencial, para acionistas com base em sua posição no último dia útil dos meses de fevereiro, maio, agosto e novembro. O crédito em conta ocorre no primeiro dia útil dos meses de abril, julho, outubro e janeiro, respectivamente. 

Veja abaixo a tabela do histórico de dividendos retirada do site, que mostra os dados do ano de 2023.

image 45
Consulta em 18/07/23 – Fonte: RI da Itaúsa

Dividendos e JCP: Qual a diferença?

Nas tabelas de histórico de dividendos das empresas aqui apresentadas, podemos ver que os tipos de proventos parecem alternar entre a sigla “DIV” e “JCP”. Mas… qual a diferença entre esses dois tipos de pagamento? Vamos entender melhor agora!

Em primeiro lugar, vamos entender quais os tipos de proventos que podem ser pagos aos investidores. Os proventos são uma forma de recompensa que as empresas oferecem aos seus acionistas quando obtêm lucros. Existem quatro tipos principais:

  1. Dividendos
  2. Bonificação
  3. Direitos de subscrição
  4. Juros sobre capital próprio (JCP)

A bonificação é uma forma de aumentar a quantidade de ações que você possui de uma empresa, sem precisar comprá-las no mercado. A companhia fornece os novos papéis aos acionistas, aumentando o número de ações em sua carteira. Já os direitos de subscrição oferecem a oportunidade de adquirir ações adicionais de uma empresa a um preço diferenciado. É uma maneira de permitir que os acionistas mantenham sua participação no negócio após uma nova oferta de ações.

Dividendos x JCP

A grande diferença entre JCP e dividendos está na forma como são tratados contabilmente. Enquanto os dividendos são considerados distribuição de lucros e não têm efeito dedutível para a empresa, os JCP são tratados como despesas financeiras e podem ser deduzidos da base de cálculo do Imposto de Renda da empresa.

Isso significa que, para a empresa, pagar JCP em vez de dividendos pode resultar em economia tributária, uma vez que os juros pagos são considerados como despesas e reduzem o lucro tributável.

Mas, para os acionistas, há uma diferença importante: os JCP são tributados na fonte. Isso quer dizer que o imposto devido sobre os JCP é retido pela empresa antes de ser pago aos acionistas. Assim, quando um acionista recebe JCP, já recebe o valor líquido de impostos.

No mais, é bom lembrar que a distribuição de dividendos é obrigatória por lei em muitos países, incluindo o Brasil, desde que a empresa tenha lucro disponível para distribuição. O valor dos dividendos a ser distribuído depende da política da empresa, que pode variar.

Vamos entender melhor agora cada uma das diferenças, usando como base o banco BTG Pactual.

Obrigatoriedade:

A primeira diferença está no fato do pagamento ser obrigatório. Enquanto os dividendos são obrigatórios por lei, devendo ser distribuídos a cada exercício fiscal em que a empresa obtenha lucro, os JCP são facultativos. Isso significa que as empresas podem ou não optar por distribuir JCP aos acionistas.

É bom dizer que ter ações em sua carteira não garante o recebimento de JCP, pois depende da decisão da empresa. Já os dividendos são obrigatórios, desde que haja lucros disponíveis, como falamos antes.

Tributação:

Outra diferença que comentamos está na tributação. Os JCP estão sujeitos à cobrança de Imposto de Renda (IR), enquanto os dividendos são isentos.

Os JCP são tributados em 15% sobre o montante recebido, e o imposto é retido na fonte. Isso significa que o valor que o investidor recebe já é líquido de impostos. Por outro lado, os dividendos não têm incidência de IR no recebimento.

Também, embora os dividendos sejam isentos de IR, o valor recebido pode ser menor, pois a empresa costuma pagar impostos maiores antes de distribuir os dividendos aos acionistas.

Limite de pagamento:

Enfim, há também diferença em relação aos limites de pagamento. No caso dos JCP, há um limite de até 50% do lucro no exercício fiscal ou 50% dos lucros acumulados pela TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo). Esse limite garante que os JCP não ultrapassem um certo valor.

Já os dividendos não possuem restrições de limite. A empresa pode distribuir dividendos sem restrições, desde que haja lucros disponíveis.

Quem pode receber?

Para receber JCP, é necessário ser acionista de uma empresa de capital aberto listada na B3 (Bolsa de Valores). Os acionistas têm direito a receber JCP de acordo com a decisão da empresa.

Quanto aos dividendos, além de ser acionista de uma empresa na bolsa, é possível receber dividendos por meio de investimentos em BDRs (Brazilian Depositary Receipts), FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) e Fiagros (Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais).

Benefícios e considerações

Tanto os dividendos quanto os JCP têm seus benefícios e considerações. Os dividendos são atrativos para os investidores que desejam receber renda regularmente, sem a necessidade de lidar com a tributação. Além disso, os dividendos podem ser reinvestidos ou usados de acordo com a vontade do acionista.

Já os JCP podem ser atraentes para os investidores que desejam uma forma de pagamento que traz benefícios fiscais para a empresa. Mas, não se pode esquecer de que ocorre a tributação de impostos.

Outro ponto a ser observado é que nem todas as empresas optam por distribuir JCP, pois a decisão de pagar ou não JCP é discricionária. A empresa pode escolher pagar dividendos em vez de JCP, ou pode decidir não fazer nenhuma distribuição de proventos, optando por reinvestir os lucros no negócio.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ações da 3R Petroleum disparam com fusão com Enauta

Márcia Alves

Petrobras faz atualização do valor de dividendos

Márcia Alves

Azul aprova recompra de ações de até 1,3 milhão 

Márcia Alves

Amazon: empresa faz lição de casa e aumenta os lucros

Guia do Investidor

Ações da Suzano desabam: descubra o motivo

Márcia Alves

Deixe seu comentário