Guia do Investidor
mobly megastore
Resultados 1T22

Mobly (MBLY3): empresa apresenta prejuízo no 1T22

A (MBLY3) registrou prejuízo líquido de R$ 25,9 milhões no primeiro trimestre de 2022. Isto é, uma elevação de 1,7% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

“Os principais fatores que impactaram na piora do prejuízo no foram os novos custos com depreciação e amortização das novas lojas abertas em 2021 e dos novos armazéns, em São Paulo e em Pernambuco, que em conjunto com a estrutura imobilizada já estabelecida da Mobly, totalizaram R$ 16,2 milhões versus R$ 7,5 milhões no 1T21”

diz a empresa

Assim sendo, o volume bruto negociado (GMV, na sigla em inglês) total do 1T22 apresentou queda de 10,3% em relação ao 1T21, atingindo R$ 220,5 milhões.

Ademais, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi negativo em R$ 8,5 milhões no 1T22. Isto é,contra R$ 1,6 milhão positivo reportado no 1T21.

Em relação a receita líquida, esta somou R$ 220,5 milhões entre janeiro e março deste ano. Ou seja, baixa de 9,5% na comparação com igual etapa de 2021.

Leia mais  Receita líquida da Estapar sobe 47,5% na prévia 1T22

No que se refere ao resultado financeiro líquido, este foi negativo em R$ 100 mil no primeiro trimestre de 2022. Ou seja, uma redução de 96,8% na mesma etapa de 2021.

Ademais, o lucro bruto somou R$ 59,8 milhões no primeiro trimestre deste ano. Isto é, uma redução de 15,1% em relação ao mesmo trimestre de 2021. Já a margem bruta foi de 39,1% no 1T22. Ou seja, um recuo de 2,6 p.p. na comparação com igual etapa de 2021.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário