Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

O primeiro dos derrotados: Na disputa das falidas da bolsa, Oi larga na frente da Americanas

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A situação das caloteiras da bolsa não parece nada fácil. Recentemente, Americanas e Oi passaram por uma forte onde de desconfiança do mercado e com razão. Com grandes problemas contábeis, ambas as operações precisam se refugiar em processos de recuperação judicial para evitar o encerramento completo de suas atividades. Mas qual companhia está mais longe de se recuperar?

A operadora Oi, que conseguiu proteção da Justiça contra seus credores um mês e meio depois de ter encerrado sua primeira recuperação judicial, apresentou à 7ª Vara Empresarial do Rio sua lista de credores. De acordo com o documento, a empresa apresenta 14 credores e uma dívida total de R$ 29,751 bilhões.

Os valores se referem à dívida consolidada da empresa em 31 de dezembro de 2022. O maior credor da operadora na relação é o Bank of New York Mellon, que aparece como trustee, ou seja, que administra títulos de dívida da Oi adquiridos por uma série de investidores. Ao todo, a instituição aparece como credora de US$ 1,73 bilhão do banco, o equivalente a R$ 9 bilhões. Em segundo lugar, com crédito em moeda nacional de R$ 8,26 bilhões, aparece o agente fiduciário GDC Partners. Em terceiro, a Wilmington Trust de Londres, que aparece como credora da Oi em três operações em dólar que, somadas, equivalem a US$ 1,03 bilhão (R$ 5,36 bilhões).

Leia mais  Oi (OIBR3) divulga guidance estimando receita de R$ 15,5 bilhões

No entanto, apesar de preocupante, a situação da Oi ainda parece ser virtualmente melhor que a da Americanas. Os administradores judiciais da recuperação judicial das varejista informaram à Justiça que a dívida da empresa é de R$ 47,9 bilhões. O número é bem superior aos R$ 41,2 bilhões divulgados pela empresa quando entrou com o pedido de reestruturação e apresentou sua lista de 7,9 mil credores.

A dor de cabeça dupla

Quem possui uma dor de cabeça “dupla” com a situação é o Banco Itaú que possui quase R$ 5 bilhões a receber de Oi e Americanas juntas.

Com R$ 2,87 bilhões a receber da Americanas (AMER3), o Itaú (ITUB4) é também um dos principais credores financeiros da Oi (OIBR3, OIBR4), que ruma em direção a uma nova recuperação judicial.

O Itaú BBA aparece com R$ 2,03 bilhões a receber na lista de credores financeiros anexada pela Oi ao seu pedido de proteção contra cobranças, atendido pela Justiça na semana passada, informa o Valor. Procurado por meio de sua assessoria de imprensa, o Itaú optou por não comentar o assunto.

Leia mais  Acionistas Bilionários da Americanas afirmam que não sabiam do Rombo

Entre os grandes bancos que atuam no país, o Itaú é de longe a instituição com maior exposição à Oi: o Bradesco tem R$ 34,4 milhões em créditos contra a operadora. O Santander aparece na relação com R$ 2,25 milhões a receber. Nada comparável, porém, ao banco de fomento China Development Bank, credor de R$ 3,82 bilhões. No processo de recuperação judicial da Americanas, a exposição dos dez maiores bancos credores da varejista é de R$ 23,4 bilhões, de acordo com a lista divulgada pela companhia.

No final do pregão desta quarta-feira (8) a Oi pediu extensão da recuperação judicial nos EUA.

Ambas as empresas acumulam quedas no último mês, gerando uma série de prejuízos financeiros a seus acionistas.

image 40
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  Anatel convoca a OI para discutir o futuro da empresa

Leia mais

Americanas faz proposta para grupamento de ações

Márcia Alves

Oi suspende novamente Assembleia de Credores

Márcia Alves

Americanas emitirá debêntures para pagamentos em recuperação judicial

Guia do Investidor

Americanas (AMER3) irá leiloar carros para pagar salários

Márcia Alves

Americanas (AMER3) tem rating de crédito cancelado pela S&P Ratings

Márcia Alves

Americanas: Pagamento a credores deve começar em 1º de abril

Márcia Alves

Deixe seu comentário